Koenigsegg One:1 bate durante tentativa de recorde em Nürburgring

Superesportivo envolvido no acidente custa ao menos R$ 10,1 milhões

Acidente Koenigsegg Agera One1 Acidente Koenigsegg Agera One1

Acidente Koenigsegg Agera One1 (/)

Um dos supercarros mais potentes e raros do mundo bateu no mítico circuito de Nürburgring, na última segunda-feira (18). O incidente aconteceu durante uma tentativa de quebra de recorde com o Koenigsegg Agera One:1, um superesportivo de 1.378 cv com apenas sete unidades produzidas entre 2014 e 2015.

LEIA MAIS:

>> Koenigsegg promete um motor 1.6 de 400 cavalos!

>> Porsche 918 Spyder, o híbrido recordista do asfalto

>> Vídeo onboard: piloto acelera Bugatti Chiron no Festival de Goodwood

>> Vídeo: ex-piloto de F-1 acelera Ferrari FXX K no Festival de Goodwood

De acordo com a montadora, o Koenigsegg Agera One:1 se envolveu num acidente durante testes no circuito alemão de Nürburgring, onde estava sendo colocado à prova para quebrar recorde de volta rápida na pista. Segundo relato de um fotógrafo presente no momento do acidente, o piloto que estava a bordo do superesportivo entrou na seção de Adenauer Forstem em alta velocidade, pisou no freio e derrapou para fora da pista, colidindo em seguida com um guard rail e parando num barranco.

Acidente Koenigsegg Agera One1 Acidente Koenigsegg Agera One1

Acidente Koenigsegg Agera One1 (/)

Pelas imagens do vídeo, é possível ver as marcas de derrapagem na pista, o que pode confirmar os rumores de que as rodas traseiras travaram no trecho, mesmo contando com sistema ABS. O Agera One:1 ficou bem danificado, com frente e traseira amassada, rodas trincadas e até peças derretidas na parte de trás, onde houve um princípio de incêndio. Embora o carro tenha ficado bem avariado, a cabine protegeu bem o piloto, que saiu ileso e passa bem. A Koenigsegg não divulgou as causas do acidente.

Vídeo do resgate do superesportivo

 

Segundo a publicação Autocar, há a possibilidade de a Koenigsegg reconstruir o Agera One:1 para tentar bater o recorde de volta rápida em Nürburgring, onde o atual detentor é o Porsche 918 Spyder (já testado por QUATRO RODAS), que fez o tempo de 6 minutos e 57 segundos em 2013.

Vídeo do modelo sendo testado antes do acidente

 

Apenas sete unidades do Agera One:1 foram produzidas, sendo que todas elas custam por volta de US$ 3,1 milhões, ou cerca de R$ 10,1 milhões. O supercarro ostenta um motor V8 5.0 biturbo de 1.378 cv e impressionantes 139,8 mkgf de torque, capaz de levar o modelo da imobilidade aos 100 km/h em 2,6 segundos e atingir a máxima de 440 km/h.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s