Clique e assine com até 75% de desconto

Impressões: BMW X4 M Competition é divertido demais para um SUV cupê

Novo motor seis-cilindros biturbo de 510 cv faz bonito mesmo em um modelo de linhas altas e que pesa mais de duas toneladas

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 14 ago 2019, 09h40 - Publicado em 14 ago 2019, 09h36
SUV cupê preparado pela Motorsport encanta ao volante Divulgação/BMW

Confesso que as expectativas não eram das maiores. Em meio aos novos Z4 M40i e M850i, o BMW X4 M Competition só não destoava mais que o X2 M35i, único com motor quatro cilindros em no Autódromo de Interlagos naquela tarde.

O que eu descobriria dali a alguns instantes é que o carro mais surpreendente do quarteto seria justamente o SUV cupê para o qual sempre torci o nariz.

SUVs cupês não têm o equilíbrio de um cupê verdadeiro. E ainda são SUVs Divulgação/BMW

O Z4 é um carro feito para divertir o motorista e ai dele se não conseguir fazer isso. Tem peso perfeitamente distribuído, posição de dirigir recuada e tração traseira.

O M850i é um verdadeiro grand tourer: confortável, grande e com motor proporcional ao seu tamanho. Neste caso, um vigoroso V8 4.4 biturbo de 530 cavalos e 76,5 mkgf que leva seus quase 1.900 kg aos 100 km/h em 3,7 s.]

As quatro saídas de escape ecoam o ronco do motor seis cilindros Divulgação/BMW

Mas o que esperar de um SUV com trejeitos de cupê com mais de duas toneladas (2.087 kg, para ser mais exato)?

É aí onde entram os esforços da Motorsport, que vão muito além dos para-choques agressivos e com tomadas e saídas de ar enormes, dos apêndices aerodinâmicos ou das rodas de 21 polegadas – com pneus 255/40 e 265/40, respectivamente, e exclusivas da linha M Competition.

X4 M Competition recebe preparação especial da divisão de desempenho da BMW Divulgação/BMW

O X4 ainda recebeu amortecedores ajustáveis, novas buchas, barra estabilizadora mais rígida e até mesmo uma cremalheira nova para a direção.

O chassi tem reforços e os freios são maiores e mais fortes: os discos dianteiros de 15,6 polegadas são pressionados por pinças de quatro pistões, enquanto os traseiros, de 14,6 polegadas, têm pinças de um pistão.

Quem diria que um carro alto e musculoso assim se sairia tão bem em pista fechada? Divulgação/BMW

Toda a magia, porém, só acontece por causa do motor, que merece a devida apresentação. Chamado de S58, este seis-cilindros 3.0 biturbo estará na nova geração dos M3 e M4.

Continua após a publicidade

90% de suas peças são diferentes do B58, com um turbo de dupla voluta usado no Z4 (340 cv) ou no próprio X4 M40i (R$ 421.950), com 360 cv. E isso é ótimo.

Rodas aro 21 são exclusivas do Competition Divulgação/BMW

Entre as mudanças, virabrequim, pistões e bielas forjados, intercooler ar-água e vários radiadores para arrefecimento de motor, transmissão e intercooler.

O S58 de 510 cv fica sob uma roll bar de fibra de carbono Divulgação/BMW

O X4 M, que já pode ser comprado por R$ 536.950, tem 480 cv e 61,2 mkgf de torque. Já nos M Competition, o seis-cilindros chega a absurdos 510 cv sem aumentar o torque.

É uma diferença que reduz o 0 a 100 km/h de 4,2 para 4,1 segundos. Esforço também do câmbio automático ZF de oito marchas e da tração integral, ambos na mesma configuração usada pelo M5.

Painel recebe detalhes da Motorsport Divulgação/BMW

Vale lembrar que o M4 GTS da geração passada precisou apelar para a injeção de água dentro do motor que seu 3.0 alcançasse os 500 cv. E agora, dois anos depois, um SUV tem 10 cv a mais que ele.

Quadro de instrumentos é digital Divulgação/BMW

E não é só potência. O M Competition atacava as curvas de Interlagos com precisão incomum e firme na mão, com a carroceria inclinando pouquíssimo. Novamente: apesar da linha de perfil, é um SUV com mais de duas toneladas.

Divulgação/BMW

A cada saída, a reação de um predador atrás da presa. O 3.0 tem respostas imediatas, o câmbio é extremamente rápido e agressivo e cada mudança ecoando grave pelas quatro saídas de escape. Isso, claro, no modo Sport Plus.

  • O feliz proprietário ainda pode configurar dois modos personalizados, comandados pelas duas borboletas vermelhas. Aí vale tudo: ter suspensão firme, direção mais direta e câmbio agressivo sem ronco, ou criar um modo extremo que desativa o controle de tração e envia toda a força para o eixo traseiro.

    Borboleta para mudar os modos de condução com o polegar Divulgação/BMW

    Há uma infinidade de possibilidades. E também bastante tempo para pensar nisso: o X4 M Competition, bem como o X3 equivalente, ainda não têm preços e só chegam no início de 2020.

    Vale lembrar que o X4 M, posicionado logo abaixo, já é oferecido a R$ 536.950. É possível esperar, portanto, que a configuração ainda mais enfurecida se aproxime dos R$ 600.000.

    Ficha Técnica

    BMW X4 M Competition
    Preço R$ 600.000 (estimado)
    Motor gasolina, dianteiro, longitudinal, seis cilindros em linha, 2.993 cm3, 24V, biturbo, 510 cv a 6.250 rpm, 61,2 mkgf a 5.950 rpm
    Câmbio automático, 8 marchas, tração integral
    Suspensão McPherson (dianteiro)/ braços sobrepostos (traseiro)
    Freios discos ventilados (dianteiro/ traseiro)
    Direção elétrica. diâmetro de giro 12,6 m
    Rodas e pneus 255/40 R21 (diant.) e 265/40 R21 (tras.)
    Dimensões comprimento, 475,2 cm; largura, 193,8 cm; altura 162,1 cm; entre-eixos, 286,4 cm; peso, 2.087 kg; tanque, 65 l; porta-malas, 605 l
    Continua após a publicidade
    Publicidade