Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Honda tenta explicar por que o Civic Si terá “só” 208 cv

Esta será a primeira geração do Civic Si com motor turbo. E já está criando polêmica

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 13 abr 2017, 19h07 - Publicado em 13 abr 2017, 19h01
Para-choques ganha aberturas maiores nas laterais
A Honda diz que o baixo peso é o segredo por trás do novo Civic Si divulgação/Honda

Para muita gente – entre eles nossos leitores – a nova geração do Honda Civic Si não alcançou a expectativa quanto aos números de potência e torque: seu 1.5 turbo i-VTEC produz 208 cv e 26,6 mkgf, bem abaixo de seus possíveis concorrentes, como o Golf GTI (220 cv e 35,7 mkgf) e o Focus ST (255 cv e 36,7 mkgf). A Honda já começou a dar suas justificativas.

No sedã, aerofólio dá lugar a um spoiler mais discreto
O sedã tem quatro portas, mas é apenas 13 kg mais pesado que o cupê divulgação/Honda

Ouvido pelo AutoblogDavis Adams, representante da Honda nos EUA, disse que a fabricante optou por não usar como ponto de partida o 2.0 do Civic Type-R (com 310 cv e 40,7 mkgf) por uma questão de custo. A engenharia acreditava que poderia tirar mais do 1.5 que já equipa o Civic Touring. Além disso, queria garantir um preço mais acessível para a versão.

Esta é a primeira geração do Civic Si com motor turbo divulgação/Honda

O resultado é um motor 1.5 turbo com outro mapa de injeção e maior pressão no turbocompressor. Componentes internos são praticamente os mesmos da versão Touring, topo de linha no Brasil, que por aqui rende 173 cv e 22,4 mkgf.

Continua após a publicidade

Outra razão para a menor potência, de acordo com Adams, é que o Civic Si não tem o objetivo de ser uma versão tão mais esportiva que o carro convencional, como ocorre com os GTI e ST. “O Si é criado para ter um sabor diferente, ser mais ágil e preciso.” As afirmações também dão a entender que o japonês será um pouco mais barato que o Golf e o Focus concorrentes.

Interior não economiza nos detalhes vermelhos
Versão Si terá apenas câmbio manual de seis marchas divulgação/Honda

Também há a questão do peso. O novo Civic Si é um pouco mais leve que o anterior: são 1.361 kg para o sedã e 1.348 para o cupê. Enquanto isso, o Focus ST pesa 1.461 kg e o Golf GTI tem 1.374 kg.

O que não se discute é que o tradicional caráter “girador” dos Civic esportivos mudou. O novo motor 1.5 turbo atinge sua potência máxima de 208 cv a 5.700 rpm e seu torque máximo de 26,6 mkgf a apenas 2.100 rpm.

Para efeito de comparação, o antigo 2.4 aspirado produzia 206 cv a 7.000 rpm e 23,9 mkgf a 4.400 rpm. Ou seja: o novo Si deve ter números de desempenho melhores que o anterior. Mas aquela necessidade de ver o ponteiro se aproximando da faixa vermelha já era.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês