Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Honda BR-V estreia por R$ 83 mil… na Tailândia

Com foco em grandes famílias, o SUV pode levar até sete ocupantes divididos em suas três fileiras

Por Guilherme Fontana Atualizado em 23 nov 2016, 20h30 - Publicado em 28 jan 2016, 11h57
honda-br-v
Dianteira do BR-V mistura traços dos irmãos CR-V e HR-V

Os atuais Honda CR-V e HR-V ganharam mais um irmão: o BR-V. Ao contrário do que o nome sugere, porém, o utilitário esportivo não tem como foco o mercado brasileiro, mas sim o tailandês, onde acaba de estrear com bons atributos por equivalentes R$ 83 mil. Outra “ilusão”: o BR-V não é menor que o HR-V. O modelo é destinado para grandes famílias e, por isso, pode levar até sete ocupantes divididos em suas três fileiras. 

honda-br-v-2
A traseira do SUV tem personalidade própria com as lanternas que vão de um lado a outro
Continua após a publicidade

O desenho do BR-V é típico de um Honda e não abusa de artifícios estéticos que fujam do comum. A dianteira mescla elementos dos outros SUVs da marca, enquanto a traseira tem personalidade própria com as lanternas que se estendem de um lado a outro. Os ocupantes traseiros, especialmente os da terceira fileira, são beneficiados pela grande área envidraçada das laterais, graças ao rebaixo na linha das janelas a partir das portas traseiras. Assim como HR-V e Fit, a modularidade se destaca no BR-V. As três fileiras podem ser rebatidas de diferentes maneiras, sendo que a segunda tem rebatimento na proporção 60:40 e a terceira em 50:50.

honda-br-v-3
Modularidade e espaço são as palavras de ordem do modelo

Entre os equipamentos do utilitário, chamado pela Honda de “Active Sport Crossover”, há ar-condicionado digital, central multimídia com navegador GPS e compatível com as plataformas Android e iOS, volante multifuncional, partida do motor por botão, câmera de ré, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, assistente de estabilidade, assistente de partida em ladeiras e airbags frontais. Debaixo do capô o BR-V leva o conhecido motor 1.5 i-VTEC de 118 cv de potência (que também pode ser abastecido com etanol), enquanto a transmissão é CVT. 

Continua após a publicidade

Publicidade