Clique e assine por apenas 8,90/mês

GM: mortes por problema na ignição sobem para 27

Números podem crescer ainda mais

Por Cadu Tupy - Atualizado em 9 nov 2016, 14h06 - Publicado em 14 out 2014, 14h31
seguranca

*Sede da GM em Detroit, Michigan, Estados Unidos

No início do ano a General Motors estimou em 13 o número de mortos por causa do problema com a ignição de alguns dos seus carros nos Estados Unidos. Com o caso conhecido, a montadora ignorou a situação durante anos para, apenas em 2014, finalmente tomar uma atitude, que resultou em uma série de mais de 70 recalls até o momento para reparar diversos problemas diferentes com sua frota, que antes eram simplesmente ignorados.

Nesta terça-feira, a montadora, de acordo com a Bloomberg, revelou que o número de mortos pela questão da ignição chegou a 27. Os casos estão sendo apurados por uma junta liderada pelo advogado Kenneth Feinberg, responsável por divulgar os números, sendo que ainda faltam 151 casos para serem investigados, o que pode fazer com que a situação fique ainda pior para a GM.

Ao todo, 1.317 reclamações foram enviadas para a junta, sendo que 1.193 para apenas ferimentos. A GM criou um fundo de US$ 500 milhões para ser usado como ressarcimento das vítimas, sendo que os casos demoram entre 90 e 180 dias para serem estudados e processados de acordo com a sua complexidade.

Continua após a publicidade
Publicidade