Clique e assine com até 75% de desconto

Flagra: novo Mercedes Classe C é visto pela primeira vez sem camuflagens

Com previsão de lançamento para meados de 2021, sedã deve chegar com características dos irmãos Classe E e Classe S

Por Daniel Telles Atualizado em 4 set 2020, 13h46 - Publicado em 4 set 2020, 11h53
CocheSpias/Reprodução

O novo Mercedes-Benz Classe C apareceu pela primeira vez sem camuflagens em uma foto publicada na última quinta-feira (3) pela página CocheSpias no Instagram

Embora a imagem não esteja nítida, podemos perceber que o modelo terá nova dianteira, com grade em formato mais ovalado e faróis esguios, bem semelhantes ao irmão Classe E. O para-choque também é novo e conta, nos flancos, com duas entradas de ar.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Pelo flagra também é possível reparar nos novos espelhos retrovisores, um capô de anatomia mais curva com vincos no centro e novos desenhos do para-brisas e das janelas.

Reprodução/Internet

Embora não tenhamos ainda imagens da traseira sem disfarces, flagras anteriores indicam que o teto terá caimento mais suave e as lanternas formato horizontal.

O que já está confirmado é que a nova geração do sedã será construída sobre uma versão mais leve e moderna da plataforma MRA, utilizada até então pela geração atual.

Outra foto – esta divulgada pelo site americano Carscoops – revelou detalhes de como será o interior da próxima geração do modelo.

Continua após a publicidade
CarScoops/Reprodução

O que se nota é que há muita semelhança com o irmão maior Classe S. Ambos terão o mesmo volante, painel digital e a enorme central multimídia alocada entre os comandos do ar-condicionado e as novas saídas de ar.

Ainda não está claro quais serão as opções de motorização. Porém, podemos esperar por uma variedade de propulsores quatro cilindros movidos a diesel e gasolina, além de opções eletrificadas.

  • O novo Mercedes Classe C será apresentado oficialmente em 2021 e sua vinda ao Brasil é tida com certa pela marca, mas a alta dólar pode atrasar os planos.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Fernando Pires/Quatro Rodas

     

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade