Clique e assine por apenas 8,90/mês

Fiat toma posto da Chevrolet e vira patrocinadora da Seleção Brasileira

Marca italiana fecha contrato de cinco anos com CBF e assume o lugar que já pertenceu à GM e, antes, à Volkswagen

Por Redação - Atualizado em 15 mar 2019, 16h08 - Publicado em 14 mar 2019, 18h30
Fiat sucede GM e VW como patrocinadora da CBF CBF/Divulgação

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou nesta quinta-feira (14) a Fiat como sua nova patrocinadora. A marca italiana assume o posto que a Chevrolet ocupava de 2014 a 2016.

O valor do contrato não foi revelado, mas ele terá duração de quatro anos e abrange todas as Seleções de futebol do Brasil: de base, olímpicas e principais, incluindo masculina e feminina.

Com isso, o fabricante do grupo FCA terá seu nome exposto em competições como a Copa do Mundo Feminina de 2019, na França, a Copa América Masculina de 2019, no Brasil, e Copa do Mundo do Qatar, em 2022.

Antes da Chevrolet (que pertence à GM), a Volkswagen havia patrocinado a seleção da CBF desde o fim de 2009.

Continua após a publicidade

Os patrocínios anteriores aos da Fiat geraram séries especiais como, por exemplo, o Gol Seleção, de 2014, e o Onix Seleção, de 2015. Ou seja: já podemos esperar num futuro não muito distante por uma edição Seleção de Toro, Argo ou, quiçá, Mobi.

Publicidade