Clique e assine com até 75% de desconto

Fiat 500e chega no fim do ano como o primeiro elétrico da marca no Brasil

Modelo já teve lançamento mundial, mas vai demorar para chegar ao Brasil. Cinquecento deve chegar às lojas apenas no último trimestre deste ano

Por Renan Bandeira 6 mar 2020, 16h23
Modelo trocou o emblema da Fiat pelo seu nome Divulgação/Fiat

A Fiat revelou nesta semana a nova geração do 500 elétrico. Com o cancelamento do Salão de Genebra, na Suíça, devido aos casos de Coronavírus, a apresentação foi realizada em Milão, na Itália – onde também há muitos casos de coronavírus.

Mas isso não vem ao caso. O importante é que este 500 será o primeiro carro elétrico vendido pela Fiat no Brasil, onde chega apenas no fim deste ano, segundo a empresa.

O visual do subcompacto não mudou muito em relação a geração lançada em 2007. Na frente, o emblema da Fiat deu lugar ao número 500 que é colocado sobre dois frisos cromados.

Os faróis foram divididos pela linha do capô. Agora, as luzes diurnas completam o formato circular na tampa do antigo cofre do motor Divulgação/Fiat

O conjunto óptico segue com o formato arredondado, mas desta vez foi dividido em duas partes pela linha do capô, deixando as luzes diurnas na tampa do antigo cofre do motor e os faróis na parte superior do pára-choque.

Na traseira, as lanternas ganharam uma releitura enquanto o friso acima da placa está maior e imita um spoiler. O nome do veículo ganhou um jogo de cores na lataria, onde o último “0” do “500” se transforma em “e” – de elétrico.

Jogo de cores foram a letra “e” no final do emblema Divulgação/Fiat

De acordo com a Fiat, o Cinquecento também ganhou alguns centímetros. Agora, são: 3,6 m de comprimento (+6 cm), 2,34 m de entre-eixos (+2 cm), 1,68 m de largura (+ 6 cm).

As primeiras 500 unidades fazem parte de uma série limitada, chamada: La Prima. Elas serão cabriolet e terão um emblema na lateral com número do modelo (que vai de 1 a 500) e que será acompanhado pelo nome do país em que o carro foi adquirido.

Continua após a publicidade

O Cinquecento chega em três cores: Mineral Grey, Ocean Green e Celestial Blue.

Capota do modelo carrega a grafia Fiat em toda sua extensão Divulgação/Fiat

Por dentro, o veículo ganhou um pouco mais de espaço com o assoalho reto – onde ficam as baterias. A alavanca de câmbio deu lugar aos botões e o volante tem base reta.

O veículo possui duas telas digitais. Uma destinada ao painel de instrumentos logo atrás do volante e outra de 10,25 polegadas para a central multimídia, compatível com Apple CarPlay e Android Auto.

Por dentro, o couro dos bancos é todo costurado afim de formar a palavra “Fiat” Divulgação/Fiat

Ele também é equipado com o sistema UConnect 5 que oferece o serviços: My Assistant, para solicitar ajuda em caso de avaria; My Remote, para saber o nível de bateria; My Car, para detalhes sobre os parâmetros do carro; My Navigation, mapa dinâmico; My Wi-Fi, ponto de acesso de internet móvel capaz de conectar até oito aparelhos; e My Theft Assistance, notificação imediata em caso de roubo.

Além disso, o 500 oferece direção autônoma nível 2, com controle de cruzeiro adaptativo, sistema Intelligent Speed Assist – que lê os limites de velocidade da via e alerta o condutor –, alerta de faixa, sistema Urban Blind Spot que avisa (e até freio o carro) em caso de obstáculos na via, sistema Attention Assist (que avisa sobre o cansaço do motorista alertando que deve fazer uma pausa) e câmeras de monitoramento longitudinal e lateralmente para diminuir os pontos cegos.

  • O motor elétrico tem potência de 118 cv e acelera de 0 a 100 km/h em nove segundos com uma máxima de 150 km/h – velocidade limitada eletronicamente. O conjunto de baterias de íon-lítio tem capacidade de 42 kWh e dá uma autonomia de 320 km ao Fiat 500.

    Cinquecento pode ser carregado até na residência com ajuda do aparelho Easy Wallbox™ Divulgação/Fiat

    Segundo a Fiat, a bateria tem um sistema de carga rápida que carrega 80% da bateria em 35 minutos. A empresa ainda diz que uma carga de cinco minutos é suficiente para rodar 50 km.

    O modelo também apresenta um modo de carga doméstica com uso do aparelho Easy WallboxTM. Com uma transferência energética de 2,3 kW, o carregamento completo pode ser feito em seis horas.

    Continua após a publicidade
    Publicidade