Clique e assine por apenas 8,90/mês

Fiat 500 volta ao Brasil em versão única por R$ 61.396

Com visual e motor antigos, ele aposta em uma ampla oferta de equipamentos de série

Por Guilherme Fontana - Atualizado em 22 ago 2017, 12h06 - Publicado em 22 ago 2017, 12h00
Sem reestilização e em versão única, o 500 ganhou apenas novas rodas Divulgação/Divulgação

O Fiat 500 está de volta: após ter sua importação interrompida por algum tempo, o compacto retorna às lojas brasileiras. Conforme antecipado por QUATRO RODAS, o modelo agora é vendido em versão única, Cult, por R$ 61.396.

Como previsto e confirmado pelos nossos flagras, a esperada reestilização do 500 não veio. Ele permanece com a mesma cara de 2011, quando chegou importado do México com luzes espias laterais e rebaixo para placa menor em relação ao polonês, que era vendido por aqui antes do mexicano. A única novidade é o desenho das rodas de 15 polegadas.

Sem opcionais, o Cinquecento aposta em uma combinação de motorização simples, mas com fartura de equipamentos. O motor é o mesmo 1.4 Evo de até 88 cv (que o Uno, por exemplo, já aposentou em favor dos 1.0 e 1.3 Firefly), com câmbio manual de cinco marchas.

Deixam de ser oferecidas as opções com o motor 1.4 MultiAir de 107 cv e transmissões automatizada Dualogic de cinco marchas e automática de seis.

Teto solar elétrico passa a ser de série no compacto Divulgação/Divulgação

Sem opcionais, ele vem vem bem equipado: há controle de estabilidade, auxílio de saída em rampa, direção elétrica, modo de condução Sport, volante multifuncional revestido de couro, faróis com ajuste elétrico de altura e teto solar elétrico.

Continua após a publicidade

Sistema de monitoramento dos pneus, indicação para mudanças de marchas e uma central multimídia Uconnect com tela de 5″ sensível ao toque completam o pacote de série.

Painel com porção central na cor da carroceria é uma das marcas do Fiat 500 Divulgação/Divulgação

CONCORRE COM QUEM?

O valor de R$ 61.396 combinado a uma motorização fraca e espaço interno reduzido não deve trazer ao 500 o sucesso de anos atrás, mesmo com a inclusão de equipamentos geralmente restritos aos segmentos superiores.

De nicho, e ainda por cima sujeito às cotas de importação do México, ele aposta no charme do visual (hoje literalmente retrô, com dez anos de idade) para ser uma alternativa mais barata aos compactos de imagem, como o Mini Cooper e Audi A1.

Central multimídia é a grande novidade por dentro do 500 Divulgação/Divulgação

Em sua faixa de preço, porém, é possível levar quase todas as versões completas de hatches compactos, como o Onix LTZ automático (R$ 61.950), um C3 1.6 Tendance automático (R$ 61.940), um HB20 Comfort Plus (R$ 58.980), um March SL CVT (R$ 60.990) ou um Up! TSI Pepper (R$ 59.263).

Na própria Fiat há opções mais atuais e espaçosas, como o novato Argo em sua versão Precision 1.8 de R$ 61.800 ou na Drive 1.3 GSR com todos os opcionais por R$ 62.000.

Incrições nos bancos repetem o desenho da parte frontal do modelo, fazendo referência ainda à bandeira italiana Divulgação/Divulgação
Continua após a publicidade
Publicidade