Fiat 500 retorna ao Brasil em versão única

Compacto continua recheado, mas chega apenas com motor 1.4 Evo e câmbio manual

Unidades do Cinquecento 2017 aguardam transporte no porto do Rio de Janeiro (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

O Fiat Cinquecento anda meio esquecido. Até tem seu lugar no site da fabricante italiana, mas não é encontrado nas lojas há meses.

Não poderia ser diferente: as últimas unidades foram importadas em 2015.

Mas a carreira do simpático 500 no Brasil ainda não acabou. QUATRO RODAS flagrou um lote de unidades 2017/2017 desembarcando no porto do Rio de Janeiro.

Sem mudanças no design, estes carros começam a ser distribuídos entre as concessionárias em agosto.

Modelo retorna sem qualquer mudança estética (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Nada de versões Cabrio ou Abarth desta vez. Os novos Fiat 500 são todos da versão de entrada Cult, com motor 1.4 8V Fire EVO de 88 cv e câmbio manual de cinco marchas. As opções de cores são branco, preto e vermelho.

O pacote de equipamentos continua recheado. Entra na conta airbags frontais, ABS, controles de estabilidade e tração, ar-condicionado, Hill Holder (auxílio de saída em rampa), computador de bordo e trio elétrico.

Últimas unidades do 500 vendidas haviam sido importadas em em 2015 (Divulgação/Fiat)

A novidade é que todos os carros terão teto solar. Já a central multimídia Uconnect com GPS, presente em unidade mostrada no Salão do Automóvel de São Paulo no ano passado, é uma possibilidade.

De acordo com concessionários, o preço do Fiat 500 Cult 2017 ficará ao redor dos R$ 60 mil. Compras por empresas (pessoa jurídica) terão desconto de 15%. 

E a reestilização?

Mudanças no design são discretas, mas só serão vistas no Brasil no ano que vem (Divulgação/Fiat)

O Fiat 500 sofreu reestilização na Europa há exatos dois anos. Recebeu novos faróis e neblinas com luzes de led diurnas integradas e novo para-choque frontal.

Na traseira, as lanternas também foram retrabalhadas e as luzes de neblina e de ré foram alocadas nas extremidades do novo para-choque.

Mas até agora as mudanças não saíram da Europa, abastecida pela fábrica da Fiat na Polônia. Já os carros fabricados em Toluca, no México, seguem sem mudanças.

A fábrica, que abastece as Américas, só deverá iniciar a produção do Cinquecento reestilizado no final deste ano. Ou seja, esse lote aí estará desatualizado em poucos meses.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Porcaria ultrapassada com motor de dentista.

  2. Alexandre Paim

    Continuo com a opinião, que a Fiat, perdeu o rumo. Lançou o Argo, um natimorto, sem nenhum apelo de diferencial. Saude eterna do Punto.

  3. Nicelio Melo do Nascimento

    Esse carro aí da matéria é bacana sempre gostei do FIAT 500 agora com relação ao ARGO que carro feio uma mistura de gol com traseira de HB20, frente de MOBI enfim um terror!!!

  4. Eliane Monaco

    Esse fiat cult pode ficar esquecido porque minha filha comprou um e fez todas as revisões na concessionária. Fiz uma pequena viagem com ele derreteu as velas e queimou o cabeçote e a Fiat agora quer tirar o corpo fora. Ou seja uma porcaria. Não comprem vão se arrepender.

  5. Eliane Monaco

    Pode ficar esquecido esse carro é uma porcaria. Fiz todas as revisões na concessionária numa pequena viagem derreteu as velas e queimou a junta do cabeçote, ou seja, não compre vc irá se arrepender. E a Fiat?Agora tira o corpo fora

  6. Ótimo carro. Uma belezinha!!

  7. Tenho um Cult Dual e pretendo trocar por outro zero. Carro versátil, econômico e completinho! Atende muito bem minhas necessidades. E carro é pra isso, uma vez q temos tantos modelos , tbm temos opção de escolha p aquilo q se adequá melhor a nossos necessidades. Iria trocar por uma Evoque, contudo minha vaga no apto é na diagonal e não daria certo pelo tamanho e por meu vizinho sempre “invadir” a faixa. Por isso digo, tem q se adeque as necessidades, e fora isso, independente da vaga no prédio eu adoro esse carro.