Confirmado: versão GTi do Up! já roda como protótipo

Modelo terá 115 cavalos, suspensão e freios modificados e deve chegar ao mercado em 2018

O conceito Up! GT, apresentado em 2011, já antecipava algumas características do novo GTi O conceito Up! GT, apresentado em 2011, já antecipava algumas características do novo GTi

O conceito Up! GT, apresentado em 2011, já antecipava algumas características do novo GTi (/)

Os rumores surgidos no início de junho de que a Volkswagen estaria preparando uma versão GTi do subcompacto Up! foram confirmados pela publicação inglesa Autocar. E não apenas isso: jornalistas já andaram no protótipo do carro, adiantando o que vem por aí.

Ele será equipado com o motor 1.0 TSI com turbo e injeção direta, em uma configuração intermediária entre o utilizado no Up! por aqui (com 105 cv e 16,8 mkgf) e o que equipa o recém-lançado Golf 1.0 (125 cv e 20,4 mkgf).

O protótipo teria, no momento, 115 cavalos – o torque não foi divulgado. Com câmbio manual de seis marchas, a Volks fala em uma aceleração de 0 a 100 km/h em 8,8 segundos, número que deve baixar caso haja a opção de câmbio de dupla embreagem DSG.

Além dos 10 cavalos a mais que o Up! TSI, o futuro GTi terá uma preparação mecânica à altura da sigla mágica. Alguns componentes vieram do Polo, como os discos ventilados e a caixa de direção. A suspensão foi rebaixada em 15 mm e sofreu várias modificações nos braços, amortecedores e molas.

Os ingleses que já andaram no carro teceram elogios à disposição do conjunto mecânico e à dinâmica ao volante, mais agressiva que o do Up! comum, mas sem prejuízo do conforto ao rodar. O comportamento em curvas seria neutro, mas os engenheiros da VW garantem que será fácil provocar saídas de traseira.

Eles estão considerando o Up! GTi uma espécie de reencarnação do primeiro Golf GTi – na época, um esportivo leve, compacto e relativamente acessível que acabou ganhando peso, sofisticação e performance ao longo do tempo.

O modelo deverá ser lançado no início de 2018, ou seja: ainda há um longo caminho para modificações e aprimoramentos a serem feitos. Estima-se que seu preço na Inglaterra fique na casa das 15 mil libras, o equivalente a R$ 63.000 na conversão direta.

Clique aqui para ler a reportagem e as fotos da Autocar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Daniel Louzada da Fonseca

    Eu comentava bastante, mas, o funcionário da editora abril que teve a infeliz ideia de mudar para esse formato horrível na quatro rodas e na veja, foi muito incompetente….

  2. Michael Jurcunas

    Pois é, Daniel. Também comentava bastante. Aliás, haviam muitos comentários na página. Agora tá uma porcaria.

  3. Leonardo Cantanhede

    Péssimo jeito de comentar, preferia o Disqus, era muito mais dinâmico. Acredito que tenha perdido muitos leitores por isso!

  4. Junior Magalhães

    “e relativamente acessível” ai no parágrafo de baixo “Inglaterra fique na casa das 15 mil libras, o equivalente a R$ 63.000 na conversão direta” sem palavras.

  5. Marcelo Pires

    Deve custar no mínimo uns 100.000 reais aqui

  6. Marco Antonio Cardoso Andrade

    Deve andar muito, assim como é muito apertado esse UP.

  7. Djalma Andretta

    Parei de comentar na Veja e vou parando por aqui. Que m…!

  8. Antonio Fernandes

    4-Rodas é o único blog automobilístico sério e imparcial que sobrou, o resto é quase tudo patrocinado pra promover determinadas marcas e denegrir outras, notadamente a VW, a mais oidada montadora graças a estes blogs patrocinados. E parabéns por acabarem com a graça dos haters, essa lepra tomou conta da Web e só entra pra esculhambar e trollar matérias sérias, hoje não dá mais gosto ler comentários como há alguns anos quando pessoas entendidas e entusiastas postavam.

  9. Para um GTI o Up precisa melhorar muito a aderência.
    Com certeza rodas maiores e suspensão modificada e mais baixa deve ajudar porém como no brasil carro nacionalizado é sempre consideravelmente levantado, devera continuar um bom cantador de pneu para um GTI mesmo com as rodas 16″ que certamente serão a medida original por aqui se ele aparecer…

  10. Gabriel Medeiros

    Cara, se é 63 mil em conversão direta, aqui vai custar o preço do 208gt. Infelizmente não irá existir ou está fadado ao fracasso.