Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

China pode reduzir restrições às marcas estrangeiras

Montadoras locais não querem tal mudança

Por Redação Atualizado em 9 nov 2016, 12h54 - Publicado em 3 dez 2013, 14h55
mercado

A China pode diminuir as restrições às montadoras estrangeiras para que elas possam se instalar no país. De acordo com a agência Reuters, itens como o limite de controle de 50% de joint-ventures e a exigência de montagem de um centro técnico operado conjuntamente entre as fabricantes e o governo local podem ser revistos.

Cientes de tal possibilidade, as marcas chinesas se manifestaram publicamente em oposição à medida. “O controle estrangeiro limitado a 50% é a luz vermelha que não devemos cruzar, pois precisamos proteger nossas marcas”, disse Dong Yang, secretário-geral da Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis.

Outro ponto ressaltado pelo executivo é o fato de as principais fabricantes de veículos globais continuarem a investir no mercado chinês, o maior do mundo em vendas, mesmo com as restrições já existentes. “Então, por que devemos ser mais abertos?”, questiona Yang.

Continua após a publicidade

Publicidade