Clique e assine por apenas 8,90/mês

Chevrolet Corvette 2020 pode se tornar um dos mais raros da história

Paralisações da fábrica da General Motors nos Estados Unidos permitiram que menos de 3.000 unidades do modelo fossem produzidas

Por Renan Bandeira - Atualizado em 11 Maio 2020, 10h14 - Publicado em 8 Maio 2020, 07h00
Divulgação/Chevrolet

O Chevrolet Corvette é um ícone da indústria automotiva e está em produção desde 1953. Sua oitava geração, lançada no final de 2019, traz algumas mudanças radicais, como o motor V8 central e não dianteiro.

Mas não é por isso que o ano/modelo 2020 deverá ser o mais raro de toda sua história.

Dois motivos justificam tal tese: a greve que gerou a paralisação da fábrica do esportivo nos Estados Unidos no final de 2019 e a pandemia global do novo Coronavírus.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Logo ao chegar ao mercado, o modelo se deparou com a paralisação da United Auto Workers (UAW) – sindicato dos trabalhadores norte-americanos – que afetou a General Motors por 40 dias.

Divulgação/Quatro Rodas

Quando a questão foi resolvida, a marca retomou a fabricação e algumas unidades começaram a sair da linha de montagem para serem entregues aos clientes – alguns dos milhares que já haviam feito encomenda.

Tudo parecia bem, até que a GM recebeu um novo e forte golpe: suas unidades foram fechadas como medida para conter a disseminação do Covid-19.

Continua após a publicidade

De acordo com o gerente da fábrica de Bowling Green – onde o Corvetta ganha vida –, Kai Spande, cerca de 2.700 Corvette 2020 foram produzidos de 3 de fevereiro a 20 de março, período entre a reabertura da fábrica após a greve e o fechamento devido a pandemia.

Segundo o site Autoblog, um porta-voz da General Motors afirmou que a empresa “continuará a fabricar o Corvette quando a planta retomar a produção”.

Divulgação/Chevrolet

No entanto, mesmo com a volta da fabricação do Corvette 2020, o crescimento das unidades não seria exponencial, tendo em vista que o modelo 2021 passará a ser fabricado em primeiro de setembro, seguindo o planejamento da marca. E nem adianta correr atrás para entrar na fila, pois desde março a Chevrolet só trabalha com encomendas para o modelo 2021.

Caso se torne real, esse fato pode dar ao Corvette deste ano o título de um dos mais raros da história.

A marca norte-americana tem reaberto gradualmente suas fábricas na América do Norte, mas não há informações sobre quando o esportivo voltará a ser produzido.

Como base, confira o número de Corvette produzidos durante a história:

Ano/Modelo Unidades vendidas
Corvette 1º geração 10.261
Corvette 2º geração 17.316
Corvette 3º geração 40.614
Corvette 4º geração 23.464
Corvette 5º geração 33.682
Corvette 6º geração 12.194
Corvette 7º geração 34.822
Corvette 8º geração 2.700* (até o momento)

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Fernando Pires/Quatro Rodas
Continua após a publicidade
Publicidade