Clique e assine por apenas 5,90/mês

Chevrolet anuncia recall de 235.845 Celta e Classic para troca de airbag

Recall só foi convocado após a GM ter sido cobrada pelo governo; polícia de Sergipe constatou que morte de motorista de Celta foi provocada pelo airbag

Por Redação - Atualizado em 24 jul 2020, 20h10 - Publicado em 24 jul 2020, 20h07
enchente_3.jpg
Apenas os últimos Chevrolet Celta tiveram airbags Acervo/Quatro Rodas

A Chevrolet formalizou no Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça, o recall de 235.845 unidades dos modelos Celta e Classic fabricados entre 2013 e 2016 para troca do airbag do motorista.

Na semana passada a polícia de Sergipe concluiu investigação que apontou que fragmentos do airbag de um Celta 2014 causaram a morte do seu motorista.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

As circunstâncias casavam com o caso dos airbags mortais da Takata, que motivou o maior recall da história. O problema afeta mais de 100 milhões de veículos globalmente, produzidos entre o fim dos anos 90 e meados da década de 2010.

Em um acidente, quando a bolsa inflável deveria se deflagrar para evitar o choque de motorista e passageiro contra o painel, um defeito de projeto leva o insuflador a se estilhaçar, projetando fragmento a cerca de 300 km/h na direção dos ocupantes.

Chevrolet Celta só teve airbags em seus últimos anos de produção Marco de Bari/Quatro Rodas

A própria Chevrolet chegou a convocar recall para troca das bolsas de Agile, Montana, Sonic, Cruze e Tracker fabricados entre 2012 e 2018, totalizando 291.619 veículos.

Continua após a publicidade

Então, aSecretaria Nacional do Consumidor (Senacon) notificou a Chevrolet para apresentar esclarecimentos e formalizar o recall do veículo afetado. Isso foi feito hoje. E não apenas para o Celta, mas também para o Classic, com quem compartilhava a mesma plataforma. E a maior parte das unidades envolvidas são do Classic. 

O Chevrolet Classic também está envolvido no chamado Marco de Bari/Quatro Rodas

São 91.573 unidades do Chevrolet Celta afetadas, produzidas entre 22 de agosto de 2012 e 15 de abril de 2015 e com número de série entre DG124288 e GG100849.

No caso do Chevrolet Classic, são 144.272 unidades fabricadas entre 04 de julho de 2012 e 10 de junho de 2016 e com número de série entre DB186193 a GR160004.

O Ministério da Justiça abriu uma investigação sobre o caso, que ainda está em fase de “averiguação preliminar”. Se houver infração aos direitos do consumidor por parte da General Motors, ela poderá ser multada em até R$ 10 milhões. 

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de quatro rodas? clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade