Clique e assine com até 75% de desconto

CES 2019: como internet 5G fará carro autônomo andar sozinho até no Brasil

Cem vezes mais veloz do que o 4G, tecnologia permitirá que os veículos do futuro "conversem" entre si, e de maneira ultrarrápida

Por Péricles Malheiros, de Las Vegas (Estados Unidos) Atualizado em 9 jan 2019, 16h08 - Publicado em 9 jan 2019, 15h28
Carros que se comunicam entre si: a tendência do futuro Bosch/Divulgação

O pavilhão automotivo da CES, uma das maiores mostras de tecnologia de tecnologia do mundo, em Las Vegas, nos Estados Unidos, está fervilhante.

Grandes fabricantes, como Ford, Audi, Mercedes-Benz e Nissan, além de empresas fornecedoras de tecnologia, como NVidia, Continental, Qualcomm e ZF, parecem ter seguido o mesmo roteiro.

Todo mundo só fala no que parece ser o capítulo 2 da direção autônoma: a conexão dos carros com a rede e deles com eles mesmos.

Carro estará cada vez mais conectado ao seu celular Divulgação/Mercedes-Benz

Faz sentido: online e capazes de conversarem entre si, os carros podem, em tempo real, tomar decisões sem depender de sensores e tecnologias caras, o que pode acelerar a viabilização destes modelos.

“Conectados com a via em que circulam, os carros não precisarão, por exemplo, de equipamentos (como sensores, câmeras e processadores) para parar num cruzamento. Eles ainda estarão lá, mas com prioridade na detecção de elementos vivos, como pedestres e animais”, disse uma técnica da Pioneer.

Agora pensemos num ambiente hostil às atuais tecnologias autônomas e semi-autônomas, como o… Brasil. A partir da conexão carro/carro e carro/rede, os veículos teoricamente ficarão muito menos dependentes de nossos precários sistemas de sinalização de trânsito para andarem sozinhos.

Internet 5G pode ser a chave para destravar o carro autônomo Divulgação/Citroën

Não à toa, a queridinha do momento é a tecnologia 5G, que permite conexões ao menos 100 vezes mais rápidas do que o atual 4G. Em outras palavras, o 5G dará aos dispositivos uma conexão mais veloz do que as atuais redes domésticas de fibra ótica.

Aqui em Vegas, um engenheiro da Qualcomm destacou que outra enorme vantagem do 5G no uso automotivo é a drástica redução no tempo de latência, ou seja, o tempo que o aparelho leva para receber um sinal e o transformar em ação. “A latência do 5G representa um décimo do 4G”, explica.

No Brasil, a tecnologia 5G dificilmente estreará comercialmente antes de 2022. Antes, a GM inaugurará por aqui a era dos carros conectados ao 4G, conforme anunciado no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro passado.

Continua após a publicidade

Veja, a seguir, os destaques dos principais estandes da área automotiva do CES 2019:

Audi

Audi na CES 2019 Divulgação/Audi

Num espaço cercado de leds coloridos e com chão branco como o de uma sala cirúrgica, a Audi expôs o futuro das suas MMI (Multi Media Interface). Pode esperar: botões físicos serão cada vez mais raros.

Felizmente, os volantes multifuncionais abrigam com botões físicos boa parte dos principais comandos.

Outra parte do estande exibia um protótipo de retrovisores externos com câmera (num pequeno braço retrátil montado no mesmo local dos espelhos convencionais) e tela (de led orgânico, num ponto curvado junto ao puxador interno das portas).

Mercedes-Benz

Mercedes-Benz promove debute do novo CLA no CES 2019 Divulgação/Mercedes-Benz

O destaque ficou mesmo com a primeira apresentação do CLA, agora maior e mais distante do Classe A Sedan, lançado em 2018.

O que ele faz na CES? Com melhorias no sistema MBUX de inteligência artificial, o CLA está mais esperto, segundo a marca, podendo responder a perguntas complexas e reagir a gestos que indiquem uma necessidade.

“Se, num local escuro, o motorista tatear o banco do passageiro, o MBUX entenderá que ele está à procura de algo e então acenderá a iluminação de cabine”.

  • Ford

    Ford promete fazer seus carros conversarem com outros veículos até 2022 Divulgação/Ford

    A Ford anuncia o lançamento da tecnologia C-V2X, um sistema baseado na tecnologia 5G para a comunicação carro/carro e carro/nuvem.

    O C-V2X já tem até data oficial de lançamento: estará em todos os seus carros até 2022 – nos Estados Unidos, claro.

    Continua após a publicidade
    Publicidade