Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Casey Stoner domina GP da Inglaterra

Repsol garante dobradinha em Silverstone

Por Redação MOTO Atualizado em 9 nov 2016, 11h52 - Publicado em 13 jun 2011, 11h22
Casey Stoner

A Repsol Honda garantiu a dobradinha em Silverstone, com Casey Stoner conquistando a 27ª vitória da categoria mais alta do motociclismo mundial no GP da Inglaterra. Seu companheiro de equipe, Andrea Dovizioso, garantiu o segundo posto.

Jorge Lorenzo (Yamaha Factory Racing) largou na frente sob a chuva teimosa de Silverstone, com as Honda de Dovizioso e Stoner logo atrás. O italiano Marco Simoncelli, da San Carlo Honda Gresini Team, seguia em quarto, de perto. Lorenzo cometeu um erro na primeira volta, o que permitiu às duas Repsol Honda assumirem a frente e abrirem caminho a Simoncelli para desafiar o líder do Campeonato, que algumas curvas depois perdeu a liderança para o italiano.

Com a chuva constante e agravando-se, Lorenzo foi ejetado da moto na 8ª volta. Foi a primeira desistência do espanhol desde 2009. Stoner, tranquilo na frente, ampliava a liderança. Colin Edwards, o “Texas Tornado’, que fraturou a clavícula na semana passada nos treinos da Catalunha, largou em oitavo para terminar em terceiro, conquistando assim o seu primeiro pódio da temporada.

Nicky Hayden (Ducati Team), que fez a melhor volta, terminou na quarta posição, seguido de Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) e do companheiro de equipe Valentino Rossi (Ducati Team), enquanto o estreante checo Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) foi sétimo.

Na categoria 125cc, Jonas Folger (Red Bull Ajo Motorsport), de 17 anos, saiu de oitavo para assumir a liderança da corrida de Silverstone ainda na primeira volta. Folger disputou com Johann Zarco (Avant-AirAsia-Ajo) a liderança na primeira volta, levando a melhor sobre o francês para, finalmente, conquistar sua primeira vitória em GPs. Com isso, o alemão assume o segundo posto do Campeonato. O líder do Campeonato Terol foi bem cauteloso, chegando em oitavo.

Já na Moto2, o líder do campeonato, Stefan Bradl, liderou desde o início da molhada e fria corrida de 18 voltas. A chuva foi constante e agravou-se ao longo da corrida, causando um verdadeiro festival de tombos, escorregões e patinadas.

Scott Redding (Marc VDS Racing) largou em segundo e ultrapassou o alemão, mas acabou por cruzar a linha de chegada em quinto. Mattia Pasini (Ioda Racing Project), que parecia a caminho da primeira vitória na Moto2, perseguiu o pelotão da frente desde o início da corrida, registrando algumas das voltas mais rápidas. O italiano passou Bradl para se colocar na frente da corrida na quinta volta e não demorou a isolar-se. Uma queda na sexta volta deixou-o fora de prova. Michele Pirro saiu em sexto e terminou em terceiro lugar. O quarto lugar ficou para Jules Cluzel (NGM Forward Racing), a mesma posição em que largou.

Continua após a publicidade

Publicidade