Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Carros dos EUA estão travados na mesma rádio FM e a culpa pode ser do 5G

Bug fez com que donos de Mazda não conseguissem fazer nada na central multimídia, exceto ouvir o rádio FM na frequência de 94,9 MHz

Por Eduardo Passos Atualizado em 9 fev 2022, 12h29 - Publicado em 9 fev 2022, 12h27

Às margens do Pacífico e na fronteira com o Canadá, o estado americano de Washington vem lidando com uma força invisível, que intriga motoristas e radialistas há algumas semanas. O fenômeno envolve donos de carros da Mazda que relatam a mesma coisa: seus carros sintonizam a mesma rádio FM e nada pode ser feito para mudá-la.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

O fato curioso ganhou tanta repercussão que a própria rádio que “sequestrou” a central multimídia se manifestou e pediu desculpas, mesmo sem culpa aparente. Agora, uma força-tarefa busca solucionar o problema.

Nada além da 94,9 FM

Um dos primeiros a relatar o acontecido foi Scott Smith, morador de Seattle e ouvinte da KUOW, que opera na frequência de 94,9 MHz na mesma cidade. O dono de um Mazda CX-5 explicou que, ao voltar do mercado, a central multimídia do modelo 2016 estava inoperante, com exceção da KUOW.

“Eu tentei reiniciá-la e nada aconteceu. Percebi que posso ouvir à rádio, mas não mudar de estação ou usar o Bluetooth. No máximo consigo ajustar o volume”, explicou.

Além do Mazda CX-5 2016 (foto), problema foi relatado por donos de CX-3, CX-9, Mazda3 e Mazda6
Além do Mazda CX-5 2016 (foto), problema foi relatado por donos de CX-3, CX-9, Mazda3 e Mazda6 Divulgação/Mazda

Como Scott gosta da programação, porém, não se incomodou: “por sorte já sou ouvinte, então está tudo bem.” Mas nem todos os “sequestrados” pela rádio pública desenvolveram essa síndrome de Estocolmo, e a KUOW começou a receber repetidas reclamações que resultaram em um comunicado curioso.

Presos no purgatório

Em seu site, a emissora relatou a história completa, com mais donos de Mazda engrossando o coro dos prejudicados. Se desculpando pelo “purgatório” no qual tais motoristas vêm vivendo, a KUOW também foi atrás de soluções.

Continua após a publicidade

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por KUOW Public Radio (@kuow)

Como o pós-venda da marca ainda não conseguiu resolver a vida dos clientes, o jeito foi criar uma lista de espera para a eventual solução. Mas hipóteses começaram a surgir não da montadora, mas sim de quem fabrica os transmissores da estação FM.

Engarrafamento de frequências

Uma das explicações dadas tem a ver com o fim do 3G nos Estados Unidos, que já vêm expandindo as frequências do 5G e luta para delimitar a banda de cada serviço de telecomunicações.

Em paralelo à frequência FM, a KUOW também utiliza frequências do 5G para fazer uma transmissão simultânea com mais qualidade sonora, chamada de HD Radio. Simultaneamente, a maioria das centrais multimídia do mercado automotivo sequer suportam o 4G, utilizando a terceira geração da tecnologia para serviços de conectividade.

Rádio de Seattle foi solidária aos ouvintes involuntários:
Rádio de Seattle foi solidária aos ouvintes involuntários: “purgatório sonoro” KUOW/Divulgação

Com um congestionamento de emissões cada vez maior, somado à defasagem das centrais automotivas, apenas três fabricantes — Ferrari, Mclaren e Mitsubishi—  declaram ao The Drive que, nos EUA, não haverá problemas com o fim do 3G.

Obviamente há mais investigações pendentes a fim de explicar a estranha interação dos carros da Mazda. Enquanto a força-tarefa não chega a uma solução, a 94,9 FM lida com o constrangimento com bom humor: “obrigado pela audiência?”, questionou a KUOW no comunicado.

Compartilhe essa matéria via:

A Mazda dos EUA havia declarado que os Mazda3, Mazda6, CX-3, CX-5 e CX-9 teriam problemas com o fim da tecnologia de terceira geração, mas ainda não se pronunciou oficialmente sobre o mistério que ocorre no noroeste do país.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês