Clique e assine por apenas 8,90/mês

BMW X6 ganha a pintura preta mais preta do mundo – e quase desaparece

Tinta Vantablack absorve quase 100% da luz e é feita com nanotubos de carbono 5.000 vezes mais finos que um fio de cabelo humano

Por Gabriel Aguiar - 28 ago 2019, 15h08
Pintura preta Vantablack reflete apenas 1% da luz nessa versão VBX2 Divulgação/BMW

O BMW X6 recebeu a pintura mais preta do mundo – e não é exagero da nossa parte. E se você duvidar, pode ir ao Salão de Frankfurt, na Alemanha, onde o SUV será apresentado.

Batizada Vantablack, a tinta é feita com nanotubos de carbono e pode ser aplicada à carroceria como qualquer outra. A diferença, claro, é que ela reflete apenas 1% da luz.

É quase impossível observar as formas da carroceria Divulgação/BMW

Em tese, isso ainda permite que as pessoas vejam alguma silhueta do carro. Mas há uma opção ainda mais escura, que absorve 99,965% de luz e torna o objeto 2D ao olho humano.

“Recebemos pedidos de quase todas as grandes marcas quando o Vantablack foi lançado, em 2014, mas sempre dissemos não”, diz Ben Jensen, fundador da NanoSystems, fabricante da tinta especial.

Continua após a publicidade
Modelo será apresentado ao público no Salão de Frankfurt Divulgação/BMW

Mas é claro que essa pintura com tubos 5 mil vezes mais finos que um cabelo humano não foi criada só para o SUV. A aplicação vai desde a indústria aeroespacial até telescópios.

Ainda que pareça improvável, Jensen diz acreditar que essa opção poderia chegar às ruas. “Se alguém pedisse a pintura, com certeza seria o dono de um BMW X6”, afirma Jensen.

Atualizado neste ano, o SUV ganhou até uma polêmica grade iluminada. No Brasil, o modelo só deverá chegar em meados de 2020, importado dos Estados Unidos.

Há ainda uma opção ainda mais escura que absorve quase 100% da luz Divulgação/BMW
Publicidade