Clique e assine por apenas 8,90/mês

BMW segue japonesas e faz recall de airbags

Chamado deve envolver 220 mil carros pelo planeta

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 9 nov 2016, 12h24 - Publicado em 7 Maio 2013, 13h17
recall

O chamado inclui vários modelos da família Série 3, incluindo sedã, cupê, conversível, perua e os M3 nas versões cupê e conversível. No mês passado, 3,4 milhões de veículos fabricados por Toyota, Nissan, Honda e Mazda foram convocados pelo mesmo problema no airbag frontal do passageiro, que pode não inflar corretamente por um defeito no propelente usado na peça que infla a bolsa. Com isso, há riscos de incêndios e de ferimentos causados pela batida.

Segundo o órgão responsável pela segurança viária nos Estados Unidos (NHTSA), cerca de 42.080 unidades dos 220 mil veículos envolvidos no reparo estão rodando no país. A BMW afirma desconhecer casos de acidentes causados pelo defeito tampouco ocorrências de acionamento involuntário das bolsas de ar.

Ainda de acordo com o NHTSA, o lote de propelentes fabricados entre outubro de 2001 e outubro de 2002 na fábrica da Takata no México podem ter sido expostos a um ambiente fora das especificações, contendo uma solução imprópria para uso. Neste cenário, o produto poderia se degradar, causando pressão interna excessiva no sistema de disparo do airbag.

Procurada por QUATRO RODAS, a assessoria de imprensa da BMW do Brasil ainda não se pronunciou sobre a possibilidade do reparo envolver veículos comercializados no país.

Publicidade