Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Automóvel clube alemão quer menos motoristas nas ruas para afetar a Rússia

Maior automóvel clube alemão emitiu comunicado para que seus membros pensem duas vezes antes de usarem seus carros

Por Bruno dos Santos 3 Maio 2022, 08h29

A maior associação automobilística da Europa, a ADAC (sigla para Allgeemeiner Deutscher Automobil-Club), da Alemanha, fez uma carta aberta para seus membros pedindo que diminuam o uso dos seus carros e, consequentemente o consumo de combustível, para afastar o país do fornecimento de combustível russo.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Por conta da invasão da Rússia na Ucrânia no final de fevereiro, muitos países fizeram e estão fazendo sanções impondo limitações comerciais e financeiras para a Rússia, inclusive muitas empresas estão deixando o país voluntariamente. Porém, a principal mudança que afetará a maior parte dos europeus é a diminuição nas importações de gás russo.

A ADAC é uma empresa que oferece muitos serviços, principalmente de transporte, indo de mecânica móvel até a maior frota de helicóptero-ambulância da Alemanha. Além de testar a economia de combustível e conselho na compra de carros. Por conta disso, não é surpreendente esse comunicado, considerando que o combustível pode ficar escasso.

Contudo, o comunicado também diz para os membros verificarem com atenção se suas viagens necessitam de carro e que dirigir deve ser a última opção quando possível. Eles também incentivam os membros a usarem transporte público, bicicleta ou até mesmo caminhar ao destino.

Continua após a publicidade

Maior clube automobilístico da Europa recomenda membros não gastarem gasolina.
Reprodução/Internet

Conforme a invasão da Rússia vai avançando, torna-se mais aparente o problema de dependência de combustível russo pela Europa, já que antes dos conflitos até 40% do gás no continente europeu vinha da Rússia. Inclusive, muitos já queriam cortar relações comerciais com o país e principalmente o petróleo.

Essa transição para fontes alternativas poderá ser complicada para alguns países, pois será necessária certa rapidez, mas para evitar grandes problemas, encontraram algumas brechas relacionadas à energia nas sanções impostas na Rússia. A Alemanha já está aproveitando delas, já que algumas empresas foram autorizadas a continuar comprando gás.

Diversas montadoras na Europa se comprometeram a se tornarem totalmente elétricas no futuro, como a Ford, Volkswagen, Audi e BMW. Algumas cidades estão considerando proibir e algumas já até proibiram carros a gasolina em alguns lugares. Segundo a Ford, nove veículos elétricos estão chegando à Europa até 2024, inclusive o Ford Mustang Mach-E e a van E-Transit.

Ainda é desconhecido até quando esse conflito durará, mas a Europa já está se preparando para encontrar outras maneiras de conseguir combustível que não seja russo.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês