Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Audi traz novos TT RS, RS4, RS5 Sportback e promete esportivo elétrico

Esportivos têm entre 400 e 450 cv, mas prometido esportivo elétrico terá quase 700 cv e tecnologias do Porsche Taycan

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 9 dez 2020, 08h34 - Publicado em 9 dez 2020, 04h00
Audi TTRS
Divulgação/Audi

A gama de esportivos da RennSport tem novidades no Brasil. O Audi TT RS marca o retorno do cupê esportivo ao Brasil, enquanto o RS 5 Sportback, inédito no Brasil, e RS 4 Avant passam por atualização visual.

Black Friday na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 7,90

Em pré-venda desde julho, o TT RS é a única versão do pequeno cupê esportivo à venda no Brasil. A R$ 442.990, tem lista de equipamentos e motor de carro grande. Desta vez o cinco cilindros 2.5 TFSI tem 400 cv (60 cv a mais que antes) e 49 kgfm de torque, combinado com o câmbio S-Tronic de sete marchas e tração integral quattro. 

Dá para chamá-lo de mini-R8: a Audi fala em 0 a 100 km/h em 3,7 segundos – 0,5 s mais lento que o R8 V10. Nas literalmente rápidas voltas pista, o entreeixos de apenas 2,5 m continua dando agilidade ao TT RS no contorno das curvas, enquanto a tração integral dá controle no limite da aderência.

Audi TTRS
Divulgação/Audi

E sem querer dar spoiler, na reta o TT RS (favorecido pelos 1.440 kg) passa dos 200 km/h muito mais rápido que RS 4 Avant e RS 5.

Audi TTRS
Divulgação/Audi

E ao contrário dos irmãos maiores, o Audi TT RS tem faróis full led Matrix, com novo desenho. Outras mudanças estão no para-choque dianteiro com tomadas de ar maiores e spoiler de alumínio na base e grade com trama em forma de colmeia. Atrás, o aerofólio traseiro ganhou winglets, abas nas extremidades que, como nas asas de aviões, ajudam a melhorar a eficiência e o desempenho, e novo para-choque.

Audi TTRS
Divulgação/Audi

Por dentro, tem quadro de instrumentos digital com tela de 12,3 polegadas, sistema de som Bang & Olufsen, volante com botão de partida e seletor de modos de condução (como o R8) e bancos de Alcantara. Mas para ter o volante de base achatada e revestimento de Alcantara junto com detalhes vermelhos é preciso desembolsar R$ 12.000.

Audi RS 4
Divulgação/Audi

Renovados, os Audi RS 4 Avant e RS 5 Sportback também ganharam grade mais larga e novos faróis full led Matrix (com laser no farol alto, no caso do RS 5. Atrás, o spoiler é novo assim como as saídas de escape maiores. O RS 5, especificamente, tem tomadas de ar logo abaixo do capô e caixas de roda alargadas em 1,5 cm.  

Continua após a publicidade

Audi RS 4
Divulgação/Audi

O quadro de instrumentos digital também está presente nos dois, mas com modo de exibição exclusivo que mostra velocímetro e rotação em barras no modo RS. Ao contrário do TT, a perua e o cupê de quatro portas têm central MMI Touch de 10,1 polegadas, além de head-up display de série.

Audi RS 4
Divulgação/Audi

Interior com detalhes em piano black, ar-condicionado de três zonas, Alcantara no volante, console central e alavanca de câmbio, carregador sem fio para smartphones e sistema de som Bang & Olufsen são equipamentos de série. Contudo, freios com discos cerâmicos e pacote exterior preto são opcionais. o RS 5 ainda pode receber rodas com acabamento na cor bronze. O RS 4 Avant, por sua vez, tem a cor Azul Nogaro, clássica do RS 2, como opcional.

Audi RS 5
Divulgação/Audi

O Audi RS 4 Avant parte dos R$ 585.990, enquanto o RS 5 Sportback custa o R$ 605.990. A carroceria quatro portas é inédita no Brasil, onde o RS 5 era vendido apenas na versão cupê, com duas portas. Em comum, têm o motor V6 2.9 biturbo de 450 cv e 61,2 kgfm de torque. O câmbio é automático de oito marchas e a tração, integral quattro.

Ao trocar um TT RS pelo RS 4 Avant, o tamanho e a inércia do carro mudam completamente a tocada. Mas o motor V6 mais presente e forte deixam as sensações mais intensas. O barulho mais grave do motor, por sua vez, se encarrega de completar o reforço nas sensações. Mas a diferença de comportamento entre RS 4 para o RS 5 é pequena – o que é bom.

Audi RS 5
Divulgação/Audi

Esportivo elétrico

Presidente da Audi do Brasil, Johannes Roscheck aproveitou o evento de lançamento para confirmar que a empresa vai lançar o RS e-tron GT no Brasil em 2021.

Irmão de plataforma do Porsche Taycan, o esportivo elétrico terá quase 700 cv somando os dois motores elétricos e, como o Porsche, terá câmbio de duas marchas para otimizar o desempenho do motor traseiro.

Audi RS e-tron GT
Audi RS e-tron GT Divulgação/Audi

A apresentação oficial do modelo nem sequer aconteceu, está prevista para o início de 2021. Mas o que se fala é que será capaz de chegar aos 100 km/h em 3 segundos.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa 739

Continua após a publicidade

Publicidade