Clique e assine com até 75% de desconto

Melhor Compra Moto 2015 – Scooter de 301 a 750 cm³

Por Da Redação Atualizado em 9 nov 2016, 14h47 - Publicado em 22 dez 2015, 15h46
DAFRA MAXSYM 400I

1° DAFRA MAXSYM 400I – R$ 23.990

O Maxsym 400i ainda não se encontrou no mercado brasileiro. Mas, convenhamos, isso não aconteceu com nenhum outro scooter de grandes dimensões. Os que estão aí há mais tempo – como os Suzuki Burgman 400 e 650 – vão parar em poucas garagens, de um público bem limitado. O Dafra pode quebrar esse paradigma em função do preço substancialmente inferior aos dos concorrentes, mesmo tendo muitos recursos bacanas a bordo.

Se os outros são, sim, mais fortes e eventualmente mais elegantes e sofisticados, o Maxsym 400i não tem nada de scooter popular. Ele conta com cavalete central, oferece espaço suficiente para dois capacetes sob o banco, seu tanque comporta excelentes 14,7 litros e vem com um belo pacote de equipamentos, como freio de estacionamento, tomadas USB e 12 V, manete de freio com ajuste de posição e ar quente direcionado para as pernas do piloto (bom no frio, ruim no calor), entre outras bossas. O motor rende 33,3 cv de potência. Não é um foguete, mas resolve.

2° Suzuki Burgman 400 – R$ 29.100

SUZUKI BURGMAN 400

Ele é um veterano: há registro de modelos 2000/2001 vendidos aqui. Mas sempre foi um veículo de nicho, em função do alto preço. Ficou em segundo porque oferece mecânica similar à do Maxsym (motor monocilíndrico de 34 cv), porém com menos itens de série. O desenho é estiloso, mas detalhes como as rodas menores (o Dafra tem aro 15 na frente e 14 atrás e no Suzuki são 14 e 13) depõem contra. Mas determinante foi a diferença de R$ 5 100 no preço, assim como seguro e franquia elevados.

3° Yamaha T-Max 530 – R$ 42.500

YAMAHA T-MAX 530

O T-Max ficou em terceiro por eliminação. O outro rival era o BMW C 600 Sport, de R$ 52 000. Não que o Yamaha seja barato, mas os quase R$ 10 000 de diferença têm seu peso. Neste caso, pesaram a favor o excelente desempenho proporcionado pelo motor bicilíndrico de 46,5 cv, tecnologias úteis como o quadro de alumínio (que reduz o peso do veículo) e a transmissão secundária por correia (silenciosa e confiável), além da rede de lojas bem maior. Mas seguro e franquia doem no bolso.

Continua após a publicidade
Publicidade