Melhor Compra Moto 2015 – Street até 125 cm³

HONDA CG 125 FAN HONDA CG 125 FAN

HONDA CG 125 FAN (/)

1° HONDA CG 125 FAN – R$ 6.088

O que podemos dizer de um modelo que domina o mercado brasileiro de forma absoluta há mais de 30 anos? A Honda CG 125 é considerada uma das motocicletas mais confiáveis já fabricadas na história. Ela é o tipo de veículo que aguenta o tranco, incluindo o uso severo, por motoboys ou outros serviços de entrega. Às vezes, aguenta até mesmo proprietários relaxados com manutenção. Se der problema, o que é difícil, as peças (que existem aos montes no mercado paralelo) são encontradas facilmente e sempre a preços acessíveis. É difícil concorrer com uma moto que virou uma verdadeira entidade e que é dona, sozinha, de quase 24% do mercado nacional – sem somar as versões de 150 cm³. Como se não bastasse, a CG 125 ainda tem, de fato, a melhor ciclística e a melhor dirigibilidade neste segmento, e seu motor de 11,6 cv tem desempenho coerente com sua vocação. Apesar dos custos um pouco mais altos (preço, seguro e peças) que os das suas concorrentes, ela é superior no custo-benefício.

2° YAMAHA YBR 125 K1 – R$ 6.430

YAMAHA YBR 125 K1 YAMAHA YBR 125 K1

YAMAHA YBR 125 K1 (/)

Veio para brigar com a CG, e cumpre seu papel com dignidade. Entre suas virtudes estão a maciez do motor de 10,2 cv (inferior ao da CG 125 Titan, que no entanto é mais áspero) e o menor índice de roubos, que se reflete no valor de seguro. Coerentemente com sua posição no mercado, costuma ser a segunda opção de quem busca uma moto para o uso diário, principalmente no trabalho. Mas já existem muitos motociclistas que preferem a YBR à Titan.

3° SUZUKI GSR 125 – R$ 5.900

SUZUKI GSR 125 SUZUKI GSR 125

SUZUKI GSR 125 (/)

O terceiro lugar pode ser surpresa para quem esperava ver a Suzuki EN 125 Yes aqui. A GSR é mais barata (a Yes custa R$ 6 709) e tem freio dianteiro a disco e partida elétrica como a irmã (apesar de menos potente: 10,8 contra 12 cv da Yes), mas seu grande diferencial é a suspensão traseira a gás e com ajuste de précarga na mola. Embora a GSR entregue mais atributos que as rivais por um preço menor, ela tem cesta de peças mais cara que a da YBR 125, assim como a rede Suzuki é bem menor.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s