Melhor Compra Moto 2015 – Scooter até 150 cm³

Honda PCX 150 Honda PCX 150

Honda PCX 150 (/)

1° Honda PCX 150 – R$ 9.015

Embora seja o modelo mais caro dos três finalistas desta categoria, o Honda PCX 150 leva a melhor em função do projeto ainda bastante moderno e do desempenho versátil. O desenho é bacana e os 13,6 cv de potência do motor lhe garantem a segurança necessária para rodar mesmo nas pistas um pouco mais rápidas dos grandes centros urbanos. Além disso, o scooter oferece algumas facilidades, como o bom espaço porta-capacetes sob o banco e o sistema start-stop, que desliga o motor nas paradas para reduzir o consumo de combustível e o nível de emissões de poluentes. Entre as vantagens sobre os rivais, há ainda as rodas de 14 polegadas, menos vulneráveis a buracos. O bom porte também joga a seu favor, assim como a tradicional confiabilidade dos produtos da Honda e a enorme rede de concessionárias. Apesar do seguro e da franquia mais elevados, sua cesta de peças básicas é a mais barata do comparativo. É um caso em que vale a pena pagar mais para ter um veículo nitidamente superior.

2° Suzuki Burgman 125I – R$ 7.450

suzuki burgman 125L suzuki burgman 125L

suzuki burgman 125L (/)

É bem conhecido no Brasil: vendido desde 2006, tem uma legião de fãs. Em 2013, foi renovado parcialmente: não veio a nova geração que existia lá fora, mas ganhou injeção eletrônica. Só perdeu espaço porque chegaram outros modelos, de várias faixas de preço e cilindrada. A idade é sentida no desenho datado e no motor maior que o do Honda Lead 110, mas de potência similar (9 cv). Porém tem seguro barato e é um pouco mais encorpado, o que no trânsito pode ser vantajoso, pois se torna mais visível.

 Honda Lead 110 – R$ 7.012

honda lead 110 honda lead 110

honda lead 110 (/)

O terceiro lugar não desmerece o valente scooter da Honda. É moderno, tem visual atraente e, principalmente, o menor preço dos três. Há espaço sob o banco para um capacete e, na garupa, traz o bom nome da Honda e uma enorme rede autorizada. O baixo peso de 108 kg a seco e o porte compacto limitam a segurança de seu uso a áreas mais tranquilas e em trajetos diários curtos – o que, afinal, é a vocação primeira de um scooter. O seguro mais caro que o da Suzuki joga contra o modelo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s