Renovado, Classe A traz sistema digital inédito no Brasil

O lançamento da Mercedes apresenta design inédito, assistente de frenagem ativo, faróis full LED e sistema multimídia que transforma a forma de dirigir

Não é apenas uma nova versão de um carro: a quarta geração do Classe A representa um salto de evolução em todas as frentes.

Apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, o veículo de entrada da Mercedes-Benz continua jovem e dinâmico, mas ficou maior e mais confortável. Para qualquer ângulo que se olhe, o veículo apresenta novidades e inovações.

“Com a quarta geração do Classe A, estamos redefinindo o conceito de luxo moderno para a categoria dos compactos. Para isso, optamos por uma combinação de um design dinâmico com uma operação intuitiva”, afirma Holger Marquardt, managing director de marketing e vendas Automóveis América Latina e Caribe.

Começando pelo design: é compacto e esportivo, confortável e dinâmico.

Por fora, design renovado

Por fora, design renovado (Mercedes-Benz/Divulgação)

A parte externa se caracteriza pelo capô baixo, pelos faróis alongados com elementos cromados e pela lâmina prateada central da grade do radiador. As rodas de 18 polegadas, o teto solar panorâmico e os refletores traseiros mais espaçados no para-choque complementam o visual externo arrojado.

Já no interior, o novo Classe A foi inteiramente redefinido, com destaque para o painel em formato de asa, sem nenhuma descontinuidade visual: ele é composto por duas seções, que parecem flutuar diante do motorista.

O painel widescreen é o grande destaque do interior do novo Classe A

O painel widescreen é o grande destaque do interior do novo Classe A (Mercedes-Benz/Divulgação)

A tela é ativada pelo toque,  tem formato widescreen e alta resolução. Os ícones que dão acesso a informações e entretenimento podem ser movidos e reposicionados, exatamente como numa tela de smartphone.

MBUX

O painel abriga o Mercedes-Benz User Experience (MBUX), uma das principais inovações que a fabricante alemã oferece para a indústria automotiva em termos de interação e entretenimento.

Apresentado primeiramente no novo Classe A – no futuro, será incorporado aos demais modelos da montadora –, o sistema utiliza comandos de voz para ativar uma série de funções, incluindo a abertura da persiana do teto solar, a regulagem dos bancos e do ar-condicionado, a realização de chamadas telefônicas e o acesso a aplicativos, como Spotify e Waze.

O sistema MBUX será incorporado nos próximos lançamentos da marca

O sistema MBUX será incorporado nos próximos lançamentos da marca (Mercedes-Benz/Divulgação)

A interação pode ser ativada com um simples “Ei, Mercedes”, “Oi, Mercedes” ou “Olá, Mercedes”, ou por meio de toques no volante, no touchpad ou no próprio painel touchscreen.

Tecnologia e segurança

O porta-malas também aumentou em relação à geração anterior: alcançou 370 litros, 29 litros a mais do que na versão anterior, com 20 centímetros mais espaço na abertura de carga e assoalho 11,5 centímetros mais longo.

O pacote de segurança do novo Classe A inclui ainda o assistente de frenagem ativo: dependendo da situação, ele pode reduzir ou evitar totalmente as consequências de colisões traseiras com veículos lentos, parando ou estacionados à frente e até mesmo com pedestres e ciclistas atravessando.

Os faróis Full LED melhoram a visibilidade para o motorista, e um assistente ativo de estacionamento atua, combinando com uma câmera traseira, para aumentar a precisão da baliza.

O novo Classe A foi apresentado no Salão do Automóvel de 2018

O novo Classe A foi apresentado no Salão do Automóvel de 2018 (Mercedes-Benz/Divulgação)

A estabilidade do veículo é reforçada pelo aumento de entre-eixos, de 30 milímetros, em relação à terceira geração do veículo – a medida alcançou os 2,73 metros, mais do que os 2,70 metros da maior parte dos sedãs convencionais.

Tudo isso para garantir o conforto, sem abrir mão da esportividade proporcionada pelo novo e eficiente motor quatro cilindros turbo com 2 litros e 224 cv.