Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

BYD Song Pro atualizado surge na China e poderá rodar 2000 km por tanque

SUV aparenta manter a mesma carroceria, mas se prepara para receber conjunto híbrido plug-in mais eficiente

Por Rafael Sommadossi
Atualizado em 14 jul 2024, 09h14 - Publicado em 4 jul 2024, 14h00

Flagrado na China durante seus testes de rodagem, o novo BYD Song Pro híbrido é cotado para usar a nova geração da arquitetura híbrida da BYD. Isso, às vésperas do seu lançamento no Brasil com o conjunto mecânico da geração anterior. 

O BYD Song Pro é o modelo mais barato da família Song, que ainda inclui os Song Plus DM-i, Song Plus EV e Song L EV, todos eles modelos independentes e distintos entre si.

BYD Song Pro 2024 2025 dmi-i
BYD Song Pro 2024 dmi-i (Divulgação/BYD)

O novo Song Pro DM-i foi visto com camuflagem para esconder a maioria das mudanças estéticas, mas o formato de carroceria é reconhecível. A parte frontal do carro segue a linguagem de design Dragon Face da BYD, com dois faróis de LED unidos por um elemento que lembra bigodes de dragão. Além disso, a grade do radiador parece ser menor em comparação com versões anteriores.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Além disso, o Song Pro atualizado tem maçanetas convencionais e aerofólio na traseira, onde é possível ver uma nova lanterna. As dimensões, provavelmente, serão semelhantes às do modelo existente: 4,73 m de comprimento, 1,86 m de largura e 1,71 m de altura, com distância entre eixos de 2,71 m.

BYD Song Pro DM-i
(CarNewsChina/Internet)

A grande novidade é, contudo, a quinta geração do sistema híbrido plug-in DM-i, que será semelhante à que estreou no sedã Qin L. Neste caso. combina o motor 1.5 aspirado de 100 cv e 12,9 kgfm com um motor elétrico de 163 cv e 21,4 kgfm, e bateria de 10,8 kWh para rodar até 80 km em modo elétrico. Uma configuração mais cara poderia ter bateria de 15,8 kWh e um motor elétrico mais potente, que desenvolve 217 cv e 26,5 kgfm.

Continua após a publicidade

Segundo a montadora, esta nova arquitetura aumenta a densidade de potência em 70,28%, reduzindo perdas de energia e ampliando a eficiência operacional em 92%. Já as baterias Blade foram aprimoradas para os híbridos plug-in, isso aumentou sua densidade de energia em 15,9%.

Com essas atualizações, estima-se que o SUV médio seja capaz de rodar cerca de 2.000 km com um tanque, que é uma das promessas da fabricante chinesa para seu novo sedã híbrido.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.