Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Autodefesa: a sinfonia nada agradável de barulhos do Nissan Kicks

Proprietários do SUV reclamam de vários barulhos e de reparos mal feitos pelas concessionárias, que deixaram o carro pior do que antes

Por Waldez Carmo Amorim
Atualizado em 1 nov 2019, 07h00 - Publicado em 1 nov 2019, 07h00
Leandro da Silva: ruídos de suspensão e de vento, que não são sanados (Alexandre Battibugli/Quatro Rodas)

Essencialmente um Autodefesa nasce a partir de três defeitos básicos: o que coloca em risco a vida dos ocupantes, o que traz algum prejuízo financeiro ao dono ou o que provoca grande incômodo ao motorista.

A terceira opção é a que tem ocorrido com proprietários do Nissan Kicks: eles reclamam de uma variedade de ruídos e que, após a visita à oficina autorizada, o veículo retorna pior do que estava.

É o caso do auxiliar administrativo Leandro Antônio da Silva, de São Paulo (SP), dono de um Kicks S CVT 2018. “São vários tipos de barulho, especialmente na suspensão, que parece estar solta, e de vento, que até assusta os passageiros.

Foram mais de sete visitas à concessionária e mais de 14 dias sem o carro, que sempre volta pior. Comprei o veículo como PCD para transportar a minha mãe idosa e não consigo utilizá-lo, pois vive na oficina”, conta.

Continua após a publicidade

O paulista Anderson Dutra da Silva é outro que lamenta não poder usar seu Kicks SL CVT 2019. “Além de músico, sou motorista executivo e já fiquei mais de duas semanas sem trabalhar. Nunca resolvem nada na concessionária”, afirma.

A empresária Gláucia de Souza Garcia, de Birigui (SP), explica que sempre ouve das autorizadas que esses ruídos são normais. “Primeiro  substituíram as borrachas das portas. Mas não adiantou nada. Trocaram de novo, mas aí as portas ficaram difíceis de fechar. Agora, além dos barulhos, eu tenho o problema das portas”, reclama Gláucia.

Segundo os proprietários, o conserto das autorizadas acabam durando pouco tempo. “Os barulhos começaram em diversas partes logo após eu sair da loja. Como passo muitas horas dentro do carro, acabo ficando irritada.

Além disso, a porta passou a ser difícil de fechar”, diz a professora Karla Lagrimante, de Mogi das Cruzes (SP), que tem um Kicks S CVT PCD 2018. “Apesar da boa vontade da concessionária, a solução dura só alguns quilômetros”, diz Karla.

Continua após a publicidade

Consultada, a Nissan do Brasil informa “que está em contato com os clientes para entender e solucionar os inconvenientes, que não estão relacionados a componentes específicos ou a condições de uso determinadas”.

O povo reclama

“O carro apresenta os barulhos desde que saiu da loja, especialmente nas portas e no porta-malas. Para amenizar, preciso escolher: fechar bem, e ter ruídos, ou deixar mal fechada.” Paulo Lira, Campina Grande (PB), dono de um Kicks S CVT 2017

“Meu carro veio com diversos problemas, mas o pior são os ruídos na caixa de direção e na suspensão. Levei à autorizada mais de cinco vezes e nada.” Justina Tessaro, Caxias do Sul (RS), tem um Kicks S 2018

Continua após a publicidade

“Meu carro voltava da concessionária com uma gambiarra diferente de cada vez, cheio de fitas coladas. Perto dos 100 km/h ainda ouço o barulho de vuvuzela.” Suely de Almeida Santos, Maceió (AL), dona de um Kicks S 2018

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.