Ranking de testes: retomada de hatches e sedãs compactos

As melhores retomadas de 80 a 120 km/h entre os hatches e sedãs compactos testados por QUATRO RODAS

Ranking de testes: retomadas de hatches e sedãs compactos

As medições de retomada da QUATRO RODAS seguem uma metodologia específica. O objetivo é fazer com que todos os carros sejam submetidos aos mesmos esforços, independentemente do piloto ao volante, para que o motorista não tem como influenciar o resultado.

Com isso, é possível criar um parâmetro a partir do qual diferentes carros, testados em ocasiões distintas, possam ser comparados em igualdade de condições – em situações da vida real, os resultados obtidos sempre irão diferir conforme as condições do carro, do trajeto e do motorista.

Para a coleta de informações sobre velocidade e tempo, é utilizado um sistema de aquisição de dados Racelogic V-Box. Em carros flex, o combustível utilizado é sempre a gasolina, para que modelos flex possam ser comparados com versões movidas apenas a gasolina.

Os testes são feitos na pista da TRW em Limeira (SP), a uma altitude de 660 metros, com os pneus calibrados, o tanque cheio, o ar-condicionado desligado e as janelas fechadas.

São feitas quatro passagens em cada sentido da pista, para anular os efeitos do vento. O resultado divulgado é a média de todas as passagens.

Nos modelos automáticos, as medições são feitas sempre com o câmbio em D (ou S de Sport, se disponível) e o acelerador pressionado até o final do curso.

Modelos automáticos / automatizados / CVT

Modelo Retomada de 80 a 120 km/h (em D)
Ford Fiesta Titanium 1.0 turbo Ecoboost AT 6,5
Nissan March 1.6 SL CVT 7,8
Ford Fiesta Titanium 1.6 AT 8,2
Hyundai HB20S 1.6 Premium 8,3
Fiat Uno Way 1.3 Dualogic 8,8
Nissan Versa 1.6 Unique CVT 8,8
Hyundai HB20 1.6 Premium AT 9,1
Chevrolet Onix 1.4 LTZ AT 10,1
Toyota Etios Sedan 1.5 XLS AT 10,3
VW Gol 1.6 iMotion 10,4
Chevrolet Prisma 1.4 LTZ AT 10,5
Chevrolet Onix Activ 1.4 AT 10,6
Toyota Etios 1.5 XLS AT 11,2
Toyota Etios 1.3 X AT 11,4
Renault Logan 1.6 AT 14,3
VW Up! 1.0 iMotion 14,5

 

Já nas medições feitas com carros manuais, o câmbio é mantido em uma mesma marcha, para que a influência da velocidade e do momento das trocas não interfira na comparação dos resultados – o que torna as medições mais lentas, mas mantendo o mesmo referencial para todos.

Ou seja: aqui, mais importante que os números absolutos é a diferença obtida entre cada carro. Estas diferenças podem não refletir o tempo de uma retomada em situação real, com mudanças de marcha, mas mostram o quanto um carro rende mais que o outro quando submetidos à uma situação idêntica.

Modelos com transmissão manual

Modelo Retomada de 80 a 120 km/h (em 5ª)
Hyundai HB20 1.0 turbo MT 11,8
VW Speed Up! 1.0 TSI MT 13,9
Hyundai HB20 1.6 MT 15,8
Nissan Versa 1.6 Unique MT 16,5
Toyota Etios 1.5 XLS MT 16,8
VW Gol 1.6 MSI Highline MT 17,6
Hyundai HB20S 1.6 MT 18
Chevrolet Onix 1.4 MT 18,2
VW Voyage 1.6 MSI MT 18,2
Ford Ka 1.5 MT 19,7
VW Fox Pepper 1.6 MSI MT 20,1
Ford Ka+ 1.5 MT 20,2
Ford Fiesta Sport 1.6 MT 20,7
Fiat Palio Essence 1.6 MT 20,8
Fiat Grand Siena Essence 1.0 MT 21,6
Citroën C3 1.5 Puretech MT 22,1
Peugeot 208 1.2 PureTech MT 22,6
Ford Ka+ 1.0 MT 23,1
VW Gol 1.0 2P MT 23,6
Chery Celer 1.5 hatch MT 24,5
Fiat Punto 1.6 MT 24,9
Fiat Uno Way 1.3 Firefly 25,9
Hyundai HB20 1.0 MT 25,9
Chery QQ 1.0 MT 26,1
Chevrolet Onix 1.0 Joy MT 26,9
Kia Picanto 1.0 MT 27,1
VW Up! 1.0 MT 27,1
JAC J2 1.4 JetFlex MT 27,3
VW Fox Bluemotion 1.0 MT 27,3
Fiat Uno Attractive 1.0 Firelfy MT 27,7
Ford Ka 1.0 MT 28,1
VW Gol 1.0 Comfortline MT 29,3
Fiat Mobi Drive 1.0 MT 29,8
Nissan March 1.0 MT 32,5
Fiat Mobi Like On MT 32,9
Fiat Mobi Way On 1.0 MT 34,6
Fiat Palio Attractive 1.0 MT 37

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Essas retomadas em 5ª é de lascar. Tenho certeza que os resultados seriam bem diferentes em 4ª

  2. Tem carros ali que precisam de uma terceira, por causa do câmbio “eterno”, caso do Up! TSI (160 em 3ª) e do JAC J2 (145 em 3ª)

  3. João Lucas Stéphano Martins

    Não faz o menor sentido fazer retomadas em 5a marcha nos carros manuais… Nos carros automáticos, quando afunda-se o pé a 80km/h, o câmbio reduz para terceira marcha de modo geral. Ou seja, para comparar os resultados dos modelos automáticos e manuais, deveria-se realizar as retomadas dos modelos manuais em 3a ou, em alguns casos, 4a marcha.

  4. Igor Pricandi

    Ailton, Arthur e João. O objetivo do teste questionando-se ou não marcha x, y é que as condições sejam iguais para todos. A padronização torna possível comparar. Ou a QR deveria criar outro teste, como aceleração a partir de 60/80 até 120. Nesse caso usariam-se as marchar possíveis. Como disse o João o automático reduz e é por isso que estão em tabela a parte.

  5. Ricardo Soares

    Tbm acho o teste meio ineficiente pra comparação. Se for pra saber qual o mais rápido e a real diferença entre os carros não seria interessante testar a melhor marcha pra aquela retomada? Pelo que falam, no Up seria a segunda enquanto que em outros modelos seria a terceira ou quarta. Caso algum carro não atinja o 120km/h reduzam pra 110km/h pra que todos os manuais utilizem uma única marcha na retomada evitando a troca pelo motorista e prejudicando o teste.

  6. Sergio Duarte

    Por que o Honda Fit não foi testado?