Longa Duração: motor do Mobi perde desempenho repentinamente

Luz da injeção acende, o motor perde potência, confirmando que algo está errado, mas, do nada, tudo volta ao normal

Luz de alerta: do nada, ela acendeu. Do nada, apagou

Luz de alerta: do nada, ela acendeu. Do nada, apagou (Silvio Gioia/Quatro Rodas)

Quem tem um Fiat equipado com motor Fire 1.0 sabe: não raramente, ele falha nas saídas. Basta dar uma vasculhada na internet: de tão recorrente que é, o acendimento da luz de injeção em função do mau funcionamento do corpo de borboleta tem até uma porção de vídeos no YouTube.

A gente tem bagagem para falar sobre este tema, afinal tivemos um Uno 1.0 no Longa Duração entre 2010 e 2011. E ele, que tinha basicamente o mesmo motor do Mobi, também deu suas engasgadas ao longo do teste.

“Estava dirigindo normalmente quando, de repente, a luz de injeção acendeu no painel. Senti uma perda de potência imediata, como se uma cartografia de segurança da injeção eletrônica tivesse sido ativada para preservar o motor”, explica a repórter Isadora Carvalho, que estava ao volante do Mobi no momento da falha.

Como o caso ocorreu no domingo e o carro estava rodando, combinamos de procurar uma concessionária no dia seguinte, mas…

“Quando liguei o motor, ainda no domingo, para voltar para casa, tudo havia voltado ao normal. Apesar de a luz ter apagado e o motor ter voltado a trabalhar regularmente, o episódio foi suficiente para abalar a confiança no carro, ainda mais porque estava com a minha filha de 2 anos a bordo”, comenta Isadora.

Na segunda-feira, demos início às investigações. Na Fukuda Motorcenter, o Mobi foi analisado pelo consultor técnico da QUATRO RODAS, Fabio Fukuda. “Com o scanner, fiz uma varredura na central eletrônica. Havia, de fato, um registro de erro guardado na memória, mas não havia irregularidade no momento da análise”, diz Fukuda.

O passo seguinte foi visitar uma concessionária Fiat. Escolhemos a Sinal, em São Paulo. Nela, ouvimos um diagnóstico parecido: “Alguns problemas eletrônicos, de fato, desaparecem, pois a central tem capacidade de estabelecer um procedimento de autocorreção. Mas se acontecer de novo e for possível, o ideal é buscar uma autorizada ainda com o defeito ativo”.

Felizmente, até o fechamento desta edição, a luz permaneceu apagada.

Encerrando o assunto abordado no mês passado, quando relatamos a fragilidade de diversas peças plásticas de acabamento, este mês fomos às compras. A lista de itens a substituir era extensa: tampa do painel, capa dos passantes superiores dos cintos e tampão do porta-malas e respectivo suporte lateral. Na autorizada Impéria, de Limeira (SP), encomendamos as peças, por R$ 317. A mão de obra não será cobrada.

Fiat Mobi – 47.808 km

Consumo

  • No mês: 9,7 km/l com 22,7% de rodagem na cidade
  • Desde jul/16: 10 km/l com 22,6% de rodagem na cidade
  • Combustível: etanol

Gastos no mês

  • Combustível: R$ 1.852
  • Acabamento: R$ 317

Ficha técnica

  • Versão: Like On 1.0 Flex
  • Motor: 4 cilindros, dianteiro, transv,. 999 cm³, 8 V, flex, 75/73 cv a 6.250 rpm, 9,9/9,5 mkgf a 3.850 rpm
  • Câmbio: manual, 5 marchas
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Schack Bauer

    Fiat being Fiat.

  2. Felipe Souza Leão

    Esse defeito é idêntico ao que ocorria com os meus 02 Agiles da Chevrolet. O motor perde totalmente a força e só retornava quando eu desligava o carro e religava. Após um tempo nem isso funcionava, eu resetava o computador de bordo encostando os cabos da bateria um no outro por alguns segundos. Troquei corpo de borboleta, sensor do pedal etc. O problema, que a Chevrolet nunca admitiu, era o computador de bordo. A correção só seria efetiva com a troca da central.

  3. Ronaldo Luis

    Bomba mobi kkkkkk

  4. Já tive um problema semelhante com o Palio Attractive 1.4 de minha esposa.
    Após diversas vezes comecei a perceber um padrão no erro que ocorria sempre no dia ou no dia seguinte do abastecimento do veículo.
    Apesar de utilizar o mesmo combustível (gasolina) em todos os abastecimento, fui instruído por meu mecânico de confiança a fazer um teste abastecendo o veículo no mesmo posto, o que por coincidência ou não, resolveu o problema e de lá para cá nunca mais aconteceu.
    O que ele me explicou é que apesar de o combustível ser o mesmo, e levando em consideração que este não esteja adulterado, marcas diferentes de combustíveis podem possuir pequenas, mas variações de octanagem que podem ser entendidas como ruins ou simplesmente diferentes.
    Acredito que após alguma leitura da central do veículo, este deve perceber que a diferença não trata-se de um problema e tão somente uma variação que pode ser tratada com uma programação também variável do funcionamento do motor sendo que a própria central realiza o ajuste…
    Correto ou não a parte ruim é ser refém de um posto de combustível apenas, mas por fim continuo satisfeito com o combustível que uso, o carro e mais ainda o motor 1.4 dele!!!

  5. Parece uma hilux SRV 2006 q tive. Qdo pressionava o acelerador, por desempenho, ela se acanhava, acendia a luz da injeção, e dava aquele stress. Só compro outra, se for pela metade do preço q consegui vender.
    Sou felicíssimo com minha ranger xlt 2009 diesel.

  6. O motor já apresenta problemas conhecidos desde a utilização no Uno conforme informação da Quatro Rodas e a montadora lança outro carro com o mesmo problema.
    E a segurança do usuário?

  7. mário Henrique

    Já tive um Palio 2008 com os mesmos sintomas, e curioso que depois de tantos anos ainda não tenham corrigido esse problema na linha de motores fire pois ele ainda será oferecido nos modelos de entrada do Mobi.