Chevrolet Camaro x Audi TTS: opostos que atraem

Camaro e TTS custam quase o mesmo, mas têm receitas distintas. Qual deles combina mais com você? Chegou a hora de escolher

Por cerca de R$ 300 mil, Audi e Chevrolet oferecem maneiras distintas para leva você de 0 a 100 km/h em 5 s

Por cerca de R$ 300 mil, Audi e Chevrolet oferecem maneiras distintas para leva você de 0 a 100 km/h em 5 s (Pedro Bicudo)

Desde criança somos treinados para tomar decisões. Algumas escolhas tornam-se óbvias com o tempo. Outras, não. E quando as opções são antagônicas é ainda mais difícil decidir. Sim ou não, dia ou noite, praia ou campo, loira ou morena, com ou sem, doce ou salgado, quente ou frio…

Nem para preencher o espaço vazio na garagem com um esportivo de encher os olhos a tarefa é fácil: pony car ou pocket rocket? Americano ou alemão? Bose ou Bang & Olufsen? V8 ou quatro cilindros? Tração traseira ou integral? Escandaloso ou silencioso?

Esses são alguns dos dilemas que você encontra quando fala de Camaro ou TTS. No cara ou coroa, vamos começar a destrinchar o Chevrolet. Em sua sexta geração, esse pony car é uma espécie difícil de encontrar no Brasil. Sem opcionais, custa R$ 305.000 – ele mal foi lançado e já teve aumento (custava R$ 297.000).

Mas ao torrar essa bolada você leva para casa um V8 6.2 aspirado de 461 cv – uma configuração cada vez mais rara em tempos de downsizing e priorização de eficiência energética.

O Audi TTS faz parte dessa geração de esportivos supereficientes. Tanto que o pequeno 2 litros de quatro cilindros em linha tem condições de enfrentar o Camaro na pista de testes e na tabela de preços. E custa um pouco menos: R$ 299.990.

Motor 2 litros turbo da Audi tem injeção direta e gera 286 cv

Motor 2 litros turbo da Audi tem injeção direta e gera 286 cv com tração integral (Pedro Bicudo)

Camaro tem V8 6.2 de 461 cv e tração traseira

Camaro tem V8 6.2 de 461 cv e tração traseira (Pedro Bicudo)

Ao melhor estilo pocket rocket, o carro de Stuttgart tem bem menos potência (“só” 286 cv), mas também é mais leve (1.365 kg ante 1.709). No entanto, a relação de 4,8 cv/kg é menos vantajosa que a do Camaro (3,7) e ainda assim ficou um pouquinho na frente do Chevrolet na prova de 0 a 100 km/h, cravando 5 segundos – o GM fez 5,1.

Mas quando o assunto é torque, o americano domina o placar (62,9 x 38,8 mkgf). Foi melhor nas retomadas de velocidade, sobretudo entre 80 e 120 km/h (2,9 segundos frente 3,3).

Essa diferença no desempenho tem explicação: além de ter mais força sendo enviada para o eixo traseiro, o americano conta com uma transmissão de oito velocidades, configuração que reduz a quantidade de buracos de força na faixa ideal de rotação no escalonamento de marchas.

No caso do Audi, que obteve o melhor tempo no 0 a 100 km/h, o mérito é da caixa automatizada de seis marchas e dupla embreagem, que prima pela rapidez, trabalhando em conjunto com o sistema de tração integral.

Compacto, o Audi se destaca pela agilidade

Compacto, o Audi se destaca pela agilidade (Pedro Bicudo)

Janelas pequenas e rodas grandes no Chevrolet

Com auxílios desligados, Camaro convida a sair de traseira (Pedro Bicudo)

A tecnologia Quattro, aliada às dimensões compactas do alemão (419,1 cm de comprimento e 183,2 cm de largura) também dá uma perspectiva de agilidade favorável. No dia a dia, em vias apertadas ou trechos sinuosos com asfalto bom, a sensação de que o Audi anda mais é nítida. A cada acelerada, um som robótico e agudo invade a cabine com certa discrição. E as rodas parecem estar coladas ao solo.

Ao volante do Camaro, as percepções são outras. Dentro e fora da cabine é fácil identificar a cantoria do V8 – um som explosivo, estridente e intimidador. Quando os controles eletrônicos estão ligados no modo de corrida, qualquer toque no acelerador faz os pneus traseiros deslizarem.

Em curvas, com o controle de tração e estabilidade desligados, a briga de contraesterço no volante é garantida. Ainda sobre o som, ressonadores instalados dentro da cabine amplificam artificialmente a cantoria dos oito cilindros para os ocupantes.

TTs permite boa visibilidade em todas as direções

TTS permite boa visibilidade em todas as direções (Pedro Bicudo)

Camaro tem visão restrita, principalmente ao estacionar

Camaro tem visão restrita, principalmente ao estacionar (Pedro Bicudo)

Quando o motorista não pisa forte e mantém aceleração constante, parte do time entra em recesso. De forma automática, o propulsor passa a se comportar como um V4, visando a economia de combustível.

Mas nesse quesito o Audi é imbatível. Marcamos 9 e 12,9 km/l, nos regimes urbano e rodoviário. O Camaro fez 7,4 e 11,3 nas mesmas situações. Parado no trânsito, o Chevrolet permanece ronronando. O Audi adormece, por conta do start-stop.

Visualmente, a diferença mais óbvia é o tamanho. O GM é um cupê bem maior (478,4 cm de comprimento e 189,4 cm de largura). Dá para ver um pouco do asfalto à frente do carro se você se esticar acima do volante, vencendo o muro que faz as vezes de painel.

Estacioná-lo é ainda mais difícil: você precisa achar uma vaga grande o suficiente para comportar o bólido e que permita a abertura da porta gigantesca. Para dar ré, a câmera é essencial – ainda bem que vem de série. No Audi é o oposto – dá para ver tudo a sua volta, incluindo a visão traseira. A lente escondida acima da placa envia imagens para o cinematográfico painel de instrumentos digital.

TTS: interior minimalista e foco em ergonomia

TTS: interior minimalista e foco em ergonomia (Pedro Bicudo)

Camaro: mais riqueza de detalhes com variação de materiais

Camaro: mais riqueza de detalhes com variação de materiais (Pedro Bicudo)

Aliás, essa tela de 12,3 polegadas exibe de tudo: dados do computador de bordo, mapa do GPS e sistema de som. Por meio de botões no volante é possível configurar a disposição do que se quer ver.

No console, menos é mais: a Audi optou por um console minimalista, com poucos botões físicos, concentrando as botoeiras do sistema de ventilação no meio das saídas de ar. Já o Camaro exige algum tempo para se habituar a tantos controles. No painel de TFT, há relógios mostrando até o desnecessário: cronômetro, força G, temperatura do óleo e água do motor e a voltagem da bateria.

Tela de 12,3 polegadas exibe de tudo: dados do computador de bordo, mapa do GPS e sistema de som

Tela de 12,3 polegadas da Audi exibe de tudo: dados do computador de bordo, mapa do GPS e sistema de som (Pedro Bicudo)

Camaro tem uma tela TFT ladeada por conta-giros e velocímetro analógicos

Camaro tem uma tela TFT ladeada por conta-giros e velocímetro analógicos (Pedro Bicudo)

No Camaro, há espaço razoável para quem viaja no banco traseiro. Por conta do formato da carroceria, o assento é confortável até para a região da cabeça. O banco traseiro do Audi tem utilidade limitada e temporária – além de o assento ser pequeno, tem o encosto em posição praticamente reta, sem possibilidade de ajuste. É preciso estar com as aulas de pilates em dia para entrar e sair sem suar.

Assentos esportivos de couro e regulagens elétricas

Assentos esportivos de couro e regulagens elétricas no TTS (Pedro Bicudo)

Bancos elétricos têm sistema de ventilação interna e memória de posição

Bancos elétricos do Camaro têm sistema de ventilação interna e memória de posição (Pedro Bicudo)

Por preços iguais (o preço extra do Camaro você consegue hoje abater em forma de desconto), a Chevrolet oferece um carro chamativo, instigante e divertido. Na ponta do lápis, o TTS é uma compra excelente. Porém, quando se fala em esportivos, o som de um V8 sempre será insuperável.

Veredicto

O TTS é mais racional e no dia a dia se mostra melhor. Parece a compra certa. Mas esportivo tem de ser divertido e nisso o Camaro ganha: é instigante, bonito, motiva o dono a acelerar e tem um motor V8. Precisa dizer mais?

 

Teste de pista (com gasolina)

TTS Camaro
Aceleração de 0 a 100 km/h 5 s 5,1 s
Aceleração de 0 a 1.000 m 24,2 s 23,6 s
Velocidade máxima 250 km/h n/d
Retomada de 40 a 80 km/h (em 3ª) 2,6 s 2,2 s
Retomada de 60 a 100 km/h (em 4ª) 2,9 s 2,3 s
Retomada de 80 a 120 km/h (em 5ª) 3,3 s 2,9 s
Frenagens de 60 / 80 / 120 km/h a 0 15,8 / 27,8 / 62,4 s 14,6/ 25,4 / 57 s
Consumo urbano 9 km/l 7,4 km/l
Consumo rodoviário 12,9 km/l 11,3 km/l

Ficha Técnica

TTS Camaro
Motor gas., diant., 4 cil. em linha, injeção direta, 1.984 cm3, 16V, 82,5×92,8, 10,5:1, 286 cv a 5.300 a 6.200 rpm, 38,8 mkgf entre 1.800 e 5.200 rpm gas., diant., long., 8 cil. em V, 6.162 cm3, 16V, 103,3×92, 10,7:1, 461 cv a 6.000 rpm, 62,9 mkgf a 4.400 rpm
Câmbio automatizado, 6 marchas, tração integral automático seq., 8 marchas, tração traseira
Suspensão McPherson (diant.) e multilink (tras.) McPherson (diant.) / multilink (tras.)
Freios discos ventilados discos ventilados
Direção elétrica, 10,9 m (diâm. giro) elétrica
Rodas e pneus liga leve, 245/35 R19 liga leve, 245/40R20 (d), 275/35R20 (t)
Dimensões comprimento, 419,1 cm; altura, 134,3 cm; largura, 183,2 cm; entre-eixos, 250,5 cm; peso, 1.365 kg; tanque, 55 l comprimento, 478,4 cm; altura, 134 cm; largura, 189,4 cm; entre-eixos, 281,2 cm; peso, 1.709 kg; tanque, 72 l
Equipamentos de série painel digital, start-stop, sensor de luz e chuva, faróis full-led, sensor de ré com câmera, bancos elétricos ar-condicionado dualzone, bancos elétricos com memória, multimídia MyLink
Preço R$ 299.990 R$ 305.000
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Esse Camaro tem o mesmo consumo do meu Corolla 2.0! Incrível!!!

  2. esse camaro ficou lindo demais, entre audi e chevrolet normalmente a escolha obvia é audi, mas não nesse caso, prefiro muito mais o camaro com seu ronco lindo de ouvir, fora que o consumo é bem baixo pra quem tem 460 cavalos.

  3. ÁLVARO COSTA NETO

    Carros excelentes mais de concepções diferentes. Não achei legal este comparativo, pois como comparar um motor V8 de 461cv, com um 4c cilindros de 286cv????? Nunca um Audi TT foi criado e desenvolvido para competir como Camaro ou um Camaro com Audi TT. Audi TT foi criado para competir com BMW e Mercedes, e o Camaro com Mustang, e Dodge. Se querem brigar de igual para igual em potência e diversão ao pilotar, comparasse com a linha RS da Audi.

  4. Martins Pessôa Regis Júnior

    Essa é uma das possíveis provas da existência da evolução das espécies. Os carros com motores em V e beberrões são os “dinossauros”, prestes a serem extintos. Os downsizing são os seres evoluídos, mais econômicos, cabem em vagas bem apertadinhas, conseguem andar no trânsito caótico e nas estradas cheios de radares fixos e móveis.

  5. Martins Pessôa Regis Júnior

    Quanto ao comentário do Álvaro Costa Neto, concordo com ele. Além disso, os Audi RS vão dar uma coça de respeito no Camaro…