Audi R8 V10 Plus: aspiração e transpiração

Último Audi com motor aspirado, R8 de segunda geração é um sucesso nas ruas, mas a pista é o seu habitat

Nova geração do R8 é um carro de corrida autorizado a andar na rua

Nova geração do R8 é um carro de corrida autorizado a andar na rua (João Mantovani/Quatro Rodas)

“Cara, eu não faço a mínima ideia do que você faz na vida, mas eu queria ter o seu trabalho, nem que fosse por um único dia. Tem um Audi R8 bem aqui. Isso é carro que a gente só vê no Salão do Automóvel”, disse um dos meus vizinhos de apartamento, apontando para a minha vaga de garagem.

Na rua, quando parei o R8 em um semáforo fechado, contei: eram nove motoqueiros, todos virados para trás, vários com o celular, fotografando. Um deles, mais empolgado, chegou a descer para obter o melhor ângulo. Ainda se ajeitando de volta em sua moto, foi ele que coordenou os colegas, fazendo sinais com as mãos: “Abre aí, abre aí, que o cara vai dar uma esticada pra gente ver”, disse ele me olhando nos olhos.

Eu não tinha o direito de decepcionar aquela plateia de entusiastas. Dentro do que a via e a lei permitiam, fiz o meu papel, arrancando com vontade com o esportivo. Logo depois, tirei o pé e voltei a passear.

Esperava que o enxame de motos logo me alcançasse, o que de fato aconteceu. Mas ninguém passou: pelo retrovisor, acompanhei uma nova sessão fotográfica – todos com os braços erguidos para clicar o motor V10, protegido apenas pelo vidro traseiro. O R8 é, sem dúvida, um dos carros com maior poder de encantamento que já dirigi.

Joia exposta: vidro traseiro revela o motor de 610 cv

Joia exposta: vidro traseiro revela o motor de 610 cv (João Mantovani/Quatro Rodas)

Fiel ao modelo anterior, este R8 de segunda geração é mais compacto. Mais largo, porém menor em comprimento e altura, tem proporção que acentua a esportividade de suas linhas. A plataforma recebeu um pacote de mudanças e se transformou na Modular Sport System (MSS), uma arquitetura 45 kg mais leve e compartilhada com o Lamborghini Huracán.

A MSS apresenta material composto com fibra de carbono no túnel central, colunas B e na parede corta-fogo, que separa o motor do habitáculo. O porta-malas, na frente, mais parece uma caixa funda, com volume interno de 227 litros.

Com 4,43 metros, o R8 empata em comprimento com a... Kombi

Com 4,43 metros, o R8 empata em comprimento com a… Kombi (João Mantovani/Quatro Rodas)

Nesta segunda geração, o R8 será vendido apenas com motor V10 5.2 (anteriormente, a versão de entrada tinha um V8 4.2). Ainda assim, serão dois níveis de preparação: o primeiro com 540 cv e o segundo (Plus, como esta unidade cedida para teste) com 610 cv. O preço, assim como o desempenho e o visual, é estratosférico: um R8 V10 Plus igual ao que foi avaliado sai por R$ 1.193.990.

Esqueça a elogiável suavidade de rodagem do R8 antigo. O novo é duro a ponto de tornar imprescindível as manobras de desvio até de simples sinalizadores de pista tipo olho de gato. Até as mais sutis imperfeições do asfalto são sentidas na cabine.

Bancos de couro com design esportivo compõe bem com um interior admirável

Bancos são confortáveis, mas passageiros sofrem com buracos (João Mantovani/Quatro Rodas)

As suspensões – com duplo A sobreposto na dianteira e na traseira – têm auxílio de amortecedores com rigidez de atuação variável. Os vilões da dureza, no entanto, são os novos gigantescos pneus Pirelli P Zero: 245/30 na dianteira e 305/30 na traseira, ambos montados em rodas com aro de 20 polegadas.

Rodas aro 20 e freio de composto cerâmico são alguns dos itens de série

Rodas aro 20 e freio de composto cerâmico são alguns dos itens de série (João Mantovani/Quatro Rodas)

Para máxima performance, há ainda um seletor que permite ao piloto indicar ao carro a condição da pista: seca, molhada ou com neve – no caso do Brasil, lama.

Boa parte da magia de transformar energia em movimento instantâneo é mérito do sistema de tração Quattro. Com capacidade de transferir até 100% da força do V10 para um único eixo, conta com diferencial dianteiro arrefecido a água, um requinte tecnológico que resulta em retomadas de velocidade alucinantes: 40 a 80 km/h em 1,7 segundo; 60 a 100 em 1,9 segundo e 80 a 120 km/h em 2 segundos cravados.

Mais do que um carro, o R8 é uma verdadeira máquina de teletransporte.

Motor V10 5.2 traseiro central: admire sem moderação

Motor V10 5.2 traseiro central é o único aspirado da Audi ainda em produção (João Mantovani/Quatro Rodas)

Assim como aconteceu com o motor V8, ficou para a história do modelo a opção de transmissão manual. Agora, o carro mais extremo da marca das argolas oferece apenas o câmbio DL800, automatizado, com dupla embreagem banhada a óleo e sete marchas sequenciais.

Volante tem DNA das pistas: além das borboletas do câmbio, tem teclas do sistema multimídia e seletor de modo de condução

Volante tem DNA das pistas: além das borboletas do câmbio, tem teclas do sistema multimídia e seletor de modo de condução (João Mantovani/Quatro Rodas)

Se eu tivesse que destacar apenas um ponto no acabamento do R8 V10 Plus, não teria a mínima dificuldade. O volante é uma obra-prima. Estiloso, funcional, bem-acabado e com ótima pegada, tem teclas do sistema multimídia (GPS, áudio, celular), botões de partida do motor, tipo de som do escapamento (normal ou esportivo), Audi Drive Select (modos de condução) e do controle de largada.

O belo volante serve de moldura para a tela digital do Virtual Cockpit, um painel multiconfigurável high-tech

Tela digital de alta resolução do Virtual Cockpit é configurável (João Mantovani/Quatro Rodas)

O belo volante também abriga as borboletas do câmbio e serve de moldura para a tela digital do Virtual Cockpit, que cumpre a função de painel multiconfigurável high-tech. Com sistema de assistência elétrica e relação variável, a direção gira suave e rápida de um batente a outro com pouco mais de duas voltas completas.

No volante botão de partida e até de ajuste de sonoridade do escapamento

No volante, botão de partida e até de ajuste de sonoridade do escapamento (João Mantovani/Quatro Rodas)

VISÃO ALÉM DO ALCANCE

Para o nosso mercado, a Audi trará apenas o modelo ultracompleto. Ou seja, no pacote Brasil já estão inclusos os modernos faróis de laser, ainda mais eficientes e inteligentes (se adaptam ao ambiente) que os de led.

Faróis de laser completam o pacote Brasil

Faróis de laser são ainda mais eficientes que os de leds (João Mantovani/Quatro Rodas)

Silhueta cupê, rodas aro 20, faróis de laser, motor V10 exposto. Nada se destaca tanto quanto a capacidade do R8 de ser tão dócil e tão violento. Dirija como se estivesse em um campeonato de direção econômica: em qualquer avenida, ele estará em sexta ou sétima marchas, a 70 ou 80 km/h.

Na estrada, rodará com cinco cilindros adormecidos e, quando você tirar o pé do acelerador, poderá rodar desligado e com o câmbio desacoplado, numa espécie de banguela monitorada para redução de consumo.

Mas experimente pisar fundo para usufruir a aceleração de dar raiva em dono de moto esportiva. Brutal, ele não precisa de muito tempo para fazer você entender que, mais do que um volante lindo, o que está em suas mãos é um carro de corrida. Luxuoso e requintado, sim, mas um genuíno automóvel de competição, mas com autorização para andar na rua.

Veredicto

Piloto experiente, cliente vip da Audi, milionário ou um reles jornalista automotivo: se você tiver a chance de fazer um test-drive em um R8, vá em frente. Eis uma experiência inesquecível.

Teste de pista (com gasolina)

  • Aceleração de 0 a 100 km/h:  3,4 s
  • Aceleração de 0 a 1.000 m: 20,5 s
  • Velocidade máxima: 330 km/h
  • Retomada de 40 a 80 km/h (em D): 1,7 s
  • Retomada de 60 a 100 km/h (em D): 1,9 s
  • Retomada de 80 a 120 km/h (em D): 2 s
  • Frenagens de 60 / 80 / 120 km/h a 0: 14,9 / 25,7 / 56,9 m
  • Consumo urbano: 6,2 km/l
  • Consumo rodoviário: 7,1 km/l

Ficha técnica – Audi R8 V10 Plus

  • Preço: R$ 1.193.990
  • Motor: gasol., tras., centr., long., V10, 5.204 cm3, 40V, 610 cv a 8.250 rpm, 57,1 mkgf a 6.500 rpm
  • Câmbio: automatiz, dupla embreagem, 7 marchas, tração integral
  • Suspensão: independente, duplo A sobreposto (diant. e tras.)
  • Freios: discos vent. de composto cerâmico (diant. e tras.)
  • Direção: elétrica, de relação variável
  • Rodas e pneus: liga leve, 245/45 R20 (diant.) e 305/30 R20 (tras.)
  • Dimensões: compr., 442,6 cm; largura, 194 cm; altura, 124 cm; entre-eixos, 265 cm; peso, 1.580 kg; tanque, 83 l; porta-malas, 227 l
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s