Marcas

Chevrolet Cobalt Concept
Junho 2011

Chevrolet Cobalt Concept

Carro-conceito antecipa o futuro sedã compacto premium para a América do Sul

Por Vitor Matsubara | Fotos: divulgação
Lista de matÉrias por data:

TAMANHO DA LETRA  

Os brasileiros que visitarem o Salão de Buenos Aires podem prestar bastante atenção no Cobalt Concept. O sedã, que é uma das estrelas da Chevrolet no evento, antecipa as linhas do modelo que deve chegar aqui até o ano que vem.

Desenvolvido pelo Centro Tecnológico da General Motors na América do Sul, o Cobalt pode até ser confundido com um Agile sedã. O visual da dianteira reforça um possível parentesco, mas as semelhanças param por aí. O Cobalt é um projeto com características próprias, classificado pela GM como um carro "versátil".

O DNA global da Chevrolet aparece em vários detalhes. A grade frontal é cortada por uma barra horizontal, como no Malibu, e os faróis lembram a Captiva. Olhando de trás, as lanternas translúcidas dão um toque de esportividade e o desenho da tampa traseira lembra o quase aposentado Vectra. Alguns elementos dificilmente chegarão às ruas, como os faróis auxiliares com LEDs e o teto panorâmico de vidro.

Segundo a GM, o Cobalt poderá receber uma gama abrangente de motores com quatro cilindros, "em uma faixa de cilindrada que vai de 1,3 a 1,8 litro", e com transmissões manual ou automática. A montadora afirma que o projeto foi concebido pensando nas motorizações flex.

Por dentro, o painel segue o conceito dual cockpit, que consiste em um painel de formas simétricas para motorista e passageiro. O acabamento tem dois tons de cinza, batizados de Urban e Very Light Platinum. Existem detalhes vindos de outros modelos da Chevrolet: o volante é o mesmo do Cruze e o painel digital remete ao Spark.

O protótipo exibido em Buenos Aires conta com sistema de navegação por satélite (GPS) ingrado ao painel e duas telas de sete polegadas para os bancos de trás, instaladas nos apoios de cabeça dos bancos da frente. O Cobalt deve ocupar o lugar hoje ocupado pelo Astra, e a GM pretende vendê-lo por algo em torno de 38 mil reais. A versão de entrada deve contar com o motor 1.4 Econo.Flex, já usado no Agile. Uma eventual opção mais cara teria o motor 1.8 com melhorias para render em torno de 140 cv.





» FOTOS


Publicidade