Volkswagen Up! e Saveiro ganham série Pepper com apelo esportivo

Novas séries limitadas enganam: têm cara de esportivo, mas a mecânica é a mesma de sempre

O sucesso do Fox Pepper, ao fundo, motivou a Volks a criar versões parecidas do Up! e da Saveiro (Divulgação/Volkswagen)

Agora Saveiro e Up! (reestilizado em abril) têm opção de visual esportivado. São o Up! Pepper e Saveiro Pepper, que estreiam como série especial limitada. Se a aceitação for boa, podem ser promovidos a versão de linha.

A Volkswagen diz ter embarcado no sucesso do Fox Pepper, que está a venda desde o início de 2015 e hoje tem mais saída que a versão Highline – equivalente em preço e equipamentos, mas com visual mais conservador. Mas a marca não divulga a participação de cada versão nas vendas do compacto.

Up! Pepper: toque esportivo com motor TSI (Divulgação/Volkswagen)

Se o Fox Pepper convive com o Highline, mas o mesmo não acontece com as duas novidades. O Up! Pepper substitui momentaneamente a versão High TSI, que mudou há apenas quatro meses.

A Saveiro Pepper Cabine Dupla entra no lugar, também temporariamente, da Highline Cabine Dupla. Mas há opção de Saveiro Pepper com cabine estendida, que não era oferecida para a Highline.

Saveiro Pepper fica entre a versão Trendline e a Cross (Divulgação/Quatro Rodas)

A receita usada na Saveiro e no Up! é basicamente a mesma do Fox Pepper, com poucas adaptações. Ambos têm retrovisores vermelhos (ou pretos nos carros vermelhos), adesivos da versão, rodas de liga leve diamantadas, detalhes internos vermelhos e teto pintado de preto. Mas cada um têm suas particularidades.

O pequeno Up! Pepper substitui a versão High temporariamente (Divulgação/Volkswagen)

O Up! Pepper é o destaque desta nova leva. Não há nada de diferente na mecânica dele em comparação com outros Up! TSI. O 1.0 três cilindros com turbo e injeção direta gera os mesmos 105 cv e 16,8 mkgf de torque. O câmbio manual de cinco marchas tem relações longas para favorecer o consumo.

No Up! Pepper, tampa traseira, aerofólio e teto são sempre pretos (Divulgação/Volkswagen)

Mas tem algo que os outros não têm: cara de esportivinho. Nele, o teto, aerofólio, saias laterais e tampa traseira são sempre pintados de preto. Vale explicar: nos outros Up! TSI apenas a parte externa da tampa recebe pintura preta, mas sua parte interna, saias e o aerofólio seguem a cor da carroceria.

Além disso, recuperaram as rodas de liga leve de 15 polegadas diamantadas da série Connect, vendida apenas no lançamento.

Costuras e detalhes vermelhos se destacam no interior todo escuro do Up! (Divulgação/Volkswagen)

Por dentro, forro de teto, para-sóis, colunas e acabamento do espelho retrovisor são pretos. O volante multifuncional revestido em couro, alavanca de câmbio e saídas de ar no painel têm detalhes em vermelho. O logotipo “Pepper” aparece nas soleiras das portas e nos bancos revestidos de couro sintético.

Os bancos do Up! têm couro sintético e o logotipo Pepper bordado (Divulgação/Volkswagen)

O pacote de equipamentos é o mesmo do High Up!. Quer dizer que há direção com assistência elétrica, ar-condicionado, chave canivete, vidros elétricos dianteiros, base do painel iluminada por leds, retrovisores elétricos, sensor de estacionamento traseiro, sensores de chuva e de luminosidade e luz de conversão estática. 

O detalhe é que o Up! Pepper custa salgados R$ 57.900, R$ 800 a mais que o High Up!. E, ainda assim, o rádio Composition Phone, com tela colorida e que se comunica com app exclusivo no smartphone do usuário, é opcional de R$ 1.400. 

A Saveiro Pepper foi baseada na versão Highline (Divulgação/Volkswagen)

A Saveiro Pepper também não é barata: custa R$ 67.810 com cabine estendida e R$ 71.090 com cabine dupla – a Highline CD custava R$ 67.087. Tem design complementado por faixas pretas no para-choque traseiro e acabamento preto nas colunas centrais, além de filete vermelho na grade. O teto preto é vendido como opcional.

Traseira recebeu apliques na cor preta (Divulgação/Volkswagen)

Por dentro, o volante revestido de couro, a coifa de câmbio e a alavanca do freio de mão têm costuras vermelhas. Para completar, frisos vermelhos nas saídas do ar-condicionado, soleira de alumínio nas portas e bancos de couro sintético com a inscrição “Pepper”.

Por dentro, a Saveiro Pepper tem alguns detalhes vermelhos (Divulgação)

Como na versão Highline, há de série ar-condicionado, faróis e lanterna de neblina, roda de liga leve de 15”, chave canivete com controle remoto, coluna de direção ajustável em altura e distância, retrovisores elétricos, vidros e travas com acionamento elétrico, sensor de estacionamento, capota marítima e protetor de caçamba.

Saveiro Pepper também tem bancos de couro sintético (Divulgação/Volkswagen)

O motor 1.6 8V MSI também faz parte da herança. Ele gera 104 cv e 15,6 mkgf de torque com álcool e está sempre combinado ao câmbio manual de cinco marchas.

É claro que o motor 1.6 16V MSI de 120 cv e 16,8 mkgf combinaria mais com a proposta esportiva da Saveiro Pepper, mas este continua exclusivo da versão Cross, que parte dos R$ R$ 70.590 com cabine estendida. 

O Fox Pepper só teve mudanças no pacote de equipamentos (Divulgação/Volkswagen)

Custando R$ 63.110, o Fox Pepper tem este motor 1.6 16V. Na linha 2018 ele passa a ter de série controle de estabilidade e tração, sistema passivo de monitoramento da pressão dos pneus, assistente de partida em rampa, luz de conversão estática e câmera de ré. Contudo, o novo preço representa reajuste de R$ 2.020 sobre os R$ 61.090 cobrados até então.

O Fox continua com o “toque” vermelho exagerado no acabamento interno (Divulgação/Volkswagen)

A linha Pepper 2018 começa a chegar às lojas ainda em julho.

E o Up Connect?

Durante o evento de lançamento dos novos Pepper, a Volkswagen disse que estuda voltar a vender o Up! Connect, série de lançamento do Up! reestilizado. Agora dá para dizer que era um Up! Pepper mais discreto e barato – custava R$ 52.790.

A base do Connect era a versão Move TSI. Mas se diferenciava por ter retrovisores e teto pintados de preto, além de interior escurecido, adesivo na soleira das portas, faixa lateral alusiva à versão e as roda de liga leve 15” diamantadas usadas no Pepper. Além disso, o sistema de som Composition Phone era equipamento de série.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Gabriel Cruz

    Com esse preço absurdo cobrado pelo Up! TSI, daqui alguns anos o mercado brasileiro não terá mais esse veículo.