Renault Captur recebe quatro estrelas de segurança no Latin NCAP

Crossover fabricado no Brasil foi considerado seguro nas avaliações de crash-test

Crossover fabricado no Paraná foi avaliado com bom desempenho estrutural (Reprodução/Youtube)

O Renault Captur fabricado no Brasil recebeu quatro estrelas (entre cinco possíveis) em proteção para adultos nos testes de colisão do Latin NCAP. Para proteção do ocupante infantil no banco traseiro, o crossover foi classificado com três estrelas. 

O órgão avalia a segurança dos veículos vendidos na América Latina em testes de colisão frontal e lateral, e também de acordo com os equipamentos de segurança disponíveis dos carros analisados. 

Novas regras dos testes de colisão também avalia estrutura em colisões laterais (Divulgação/Quatro Rodas)

No caso do Renault Captur avaliado, há controles de estabilidade e tração, quatro airbags (dois frontais e dois laterais de tipo cabeça-tórax), cintos de segurança com pré-tensionadores, ancoragens ISOFIX e interruptor para desativar o airbag do passageiro. Todos estes itens valem nota nos testes. 

As faltas notadas foram de airbags de cortina, que protege a cabeça dos ocupantes, e o de joelho para o motorista.

Gráfico de proteção para adultos no Renault Captur (Divulgação/Quatro Rodas)

De acordo com o Latin NCAP, o Captur teve bom desempenho estrutural, isso “explica o resultado de quatro estrelas para a proteção dos ocupantes adultos”.

Para as crianças, as três estrelas entre cinco possíveis foram justificadas por problemas no sistema de retenção infantil para crianças de três anos – as cadeirinhas foram incapazes de evitar movimentos para frente acima do limite permitido no impacto frontal. Para crianças de até 18 meses, a instalação fo aprovada.

“O Captur mostra o potencial da indústria local para produzir e oferecer veículos mais seguros que ultrapassam os requisitos exigidos pelos governos e com bom desempenho mesmo com protocolos mais rígidos como os de hoje”, disse Alejandro Furas, Secretário Geral do Latin NCAP.

Vale lembrar que o Renault Captur fabricado no Brasil é baseado na plataforma do Duster, diferente do modelo homônimo vendido na Europa, que deriva da quarta geração do Clio.

Apenas dois outros SUVs haviam sido testados sob as novas regras do Latin NCAP, que desde 2016 incluem testes de colisão lateral e teste do controle de estabilidade: o Nissan Murano, com duas estrelas para adultos e quatro para crianças, e o Seat Ateca (que compartilha plataforma com o novo VW Tiguan), que recebeu cinco estrelas em ambos os quesitos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Boa notícia!

  2. Felippe M Moura

    Cadê o air bags para os passageiros atrás(cabeça e torax) lamentavel renault olha o preço desse caro é um item essencial e básico.