QUATRO RODAS de março: andamos no novo Corolla!

E mais: Renault Captur, comparativo entre New Tucson e Compass, Honda WR-V...

O sedã médio líder absoluto em vendas vai mudar. O facelift do Toyota Corolla (acompanhado de algumas mudanças, incluindo o tão esperado controle de estabilidade) deve chegar ao país em abril, mas nós já fomos até a África do Sul para andar no carro que receberemos em breve. De quebra, conseguimos várias informações a respeito do modelo que será vendido no Brasil.

Para quem precisa de um carro novo e não pode esperar, a QUATRO RODAS de março traz uma reportagem especial com sete carros que, se não chegam a ser baratos, são opções com ótima relação custo-benefício – principalmente se comparados aos rivais de mesma categoria.

Confira abaixo os outros destaques da edição:

Renault Captur – Baseado na plataforma do Duster, ele tem um belo design e mais refinamento. Mas será suficiente para incomodar os SUVs compactos líderes do mercado?

Honda WR-V – Ele não deixa de ser um Fit bombado para aventuras. Mesmo assim, tem grandes chances de vender bem – principalmente para quem ainda não pode bancar um HR-V.

New Tucson x Compass – Gasolina ou diesel? Qual dos dois utilitários médios oferece mais pelo mesmo preço?

Range Rover Evoque conversível – Um SUV de luxo sem teto não faz muito sentido. Mas se o que você quer é passear ao ar livre e chamar a atenção, não há carro mais adequado.

Mercedes-Benz Classe E –  Rumo à direção autônoma, o novo Classe E dá um show de tecnologia – sem esquecer dos que preferem sentir as emoções ao volante.

Audi Q3 flex – Agora com motor que aceita etanol, o Q3 nacional foi para a pista de testes provar se houve ou não melhoras em desempenho e consumo.

Porsche 911 GTS – Com turbo no lugar do tradicional motor aspirado, ele ganha potência e conteúdo para satisfazer até o mais purista dos fãs da marca.

Auto-serviço – Você sabia que nem todo equipamento instalado na concessionária está coberto pela garantia?

Longa Duração – Nossa frota de carros foi submetida ao teste da troca de pneus. Qual deles oferece mais facilidades ao motorista em caso de emergência?

 

E MAIS: Segredos, Clássicos, Novas Tecnologias, Top Ten, Mercado, Jeremy Clarkson, Guia de Usados, Produtos para Carro, Correio Técnico, Autodefesa, Tabela de Preços… já nas bancas!

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. 4rodas atrasada hein… o punto ja saiu de linha assim como as versoes 1.4 e 1.6 do palio

  2. Mais uma edição somente com carros de mais de 70 mil reais…e alguns beemm mais.
    Quatro Rodas está se elitizando…depois que o Fiat Mobi terminar o “Longa Duração” peguem um Porsche Cayene logo…

  3. Jackson ULISSES DE SOUZA

    Verdade Ângelo, sou assinante à muitos anos e nunca vi essa revista tão elitizada. Nas últimas edições, mais de 90℅ dos testes foram feitos com carros de + de 70.000,00…

  4. Ricardo Diniz

    Ou foram os carros que ficaram caros?

  5. Franco Vieira

    Uno/ Gol/ Onix/ Ka estão na faixa dos 50 mil.

  6. Jose Antonio Baldinelli

    Justamente por também constatar a elitização de 4 rodas,sempre se dedicando a incontáveis testes de carros de alto valor e deixando a grande maioria dos leitores que certamente não pertence a esse mercado em segundo plano,é que estou depois de 44 anos deixando de comprar religiosamente a revista.Cheguei a conclusão que ela não atende mais os meus anseios. INFELIZMENTE !!!!

  7. Adriano Fernandes de Oliveira

    as carroças ficaram caras mesmo……..preço no brasil são astronomicos….vergonhoso………vcs vão ver quando o corolla de meia vida chegar…….

  8. Adriano Fernandes de Oliveira

    li uma notícia ótima semana passada…..a vw começa a produzir os novos de verdade gol e voyage 2018 após o carnaval….será que voltará a ser líder………

  9. IVAN KUCHPIL

    Em agosto de 1960 adquiri a Revista Quatro Rodas número 1. A capa trazia um Karmann Ghia der cor vermelha e teto claro. Depois disso adquiri outros exemplares de modo esporádico. Fui assinante durante uns 13 anos. Hoje adquiro nas bancas quando a edição me interessa. Minha esposa participou de um Concurso Quatro Rodas em maio de 1982, patrocinado pela FIAT. Acho que era algo como dirigir com economia. Dos 20 participantes, ela ficou em sétimo lugar. O teste foi realizado no Autodromo do Tarumã no RS. Posso dizer, sem medo de errar que as edições atuais deixam a desejar. Antigamente os testes eram mais completos. Você adquiri um carro sabendo da capacidade real do porta malas, pois a medições eram feitas com cubos de isopor de varias medidas. Hoje infelizmente é no chutômetro, e o exemplo vem de um teste comparativo recente entre o Jeep Compass e o IX 35, quando o executor do teste disse que o IX 35 tinha 728 litros de capacidade contra 410 do Compass. O IX 35 oficialmente tem capacidade para 456 litros.
    Outro detalhe que não consigo entender e a avaliação no comparativo dos SUVS feita recentemente onde o KICKS ficou em segundo lugar, quando a própria Quatro Rodas informou em edições anteriores que era um veículo não muito estável, inclusive com tendência a aquaplanagem com facilidade, conforme informou o condutor do Teste de Longa Duração em uma viagem a Minas Gerais. Disse ainda que a visão nos retrovisores fica prejudicada com chuvas, devido a aerodinâmica do veículo. Acho quer por esses e outros pequenos deslizes que a Revista vem perdendo terreno para a concorrência.