Porsche 928: o filho rejeitado

Refrigerado a água, ele veio para substituir o 911, mas nunca superou a desaprovação dos puristas da marca

Porsche 928

Faróis basculantes se levantam ao serem ligados

O primeiro Porsche nasceu em 1948: era o modelo 356, que compartilhava diversos componentes com o VW Fusca. O motor traseiro e a refrigeração a ar foram mantidos no carismático 911 de 1963, mas na virada para a década de 70 o fabricante de Stuttgart percebeu que havia chegado a hora de romper com seus dogmas. Comandada por Ernst Fuhrmann, a empresa acreditava que o futuro estava nos motores dianteiros refrigerados a água. Em 1976, aparecia o modelo de entrada 924, com um motor de quatro cilindros em linha similar aos Audi/VW. O sucessor do 911 viria no ano seguinte, como estrela do Salão de Genebra: o famoso 928.

O motor V8 dianteiro de 4,5 litros refrigerado a água horrorizou os puristas, mas era difícil resistir ao seu desempenho: os 241 cv o levavam aos 230 km/h e o torque de 37 mkgf deslocava seus 1 450 kg de 0 a 100 km/h em apenas 7,5 segundos. A distribuição de peso entre os eixos era bem equilibrada, tornando seu comportamento dócil e previsível.

Porsche 928

O motor V8 aspirado de 241 cv tinha refrigeração líquida

O mérito também era da suspensão Weissach atrás, com braços semiarrastados e geometria específica para conter saídas de traseira. Para uma tocada segura e precisa, os freios eram a disco nas quatro rodas e a caixa de direção adotava o sistema de pinhão e cremalheira. No interior, apenas o volante lembrava o 911: era espaçoso e ergonômico.

Porsche 928

Ao contrário do 911, seu interior era espaçoso

Competia em pé de igualdade com BMW 635 CSi e Mercedes-Benz 450 SLC. Fora da Alemanha, fazia frente a Jaguar XJ-S, Aston Martin V8 e Ferrari 308. Já com dez anos de estrada, a terceira geração do Chevrolet Corvette não era capaz de incomodá-lo. O Porsche ficou mais potente em 1979: a versão S trazia um V8 de 4,7 litros e 300 cv, suficientes para chegar a 250 km/h.

Ele era tão à frente de seu tempo que atravessou a década de 80 sem nenhuma modificação substancial: a versão S2 deu as caras em 1982, com 310 cv e câmbio automático de quatro marchas. Os freios ABS chegaram em 1984 e, no ano seguinte, o mercado americano recebeu um novoV8 de 5 litros, quatro válvulas por cilindro e 320 cv. Esse motor chegaria à Europa em 1987, na segunda geração, denominada S4: ressurgia com frente e traseira mais arredondadas e menor coeficiente de arrasto aerodinâmico (0,34 contra 0,41).

Porsche 928

Design da traseira sempre foi polêmico

O 911 ainda permanecia firme e forte nos corações dos fãs, mas sua versão turbo sofria com o atraso nas retomadas, longe das respostas rápidas doV8 do 928. No final da década encarou Ferrari 328, Mercedes 560 SEC e Corvette ZR-1, mas seu projeto já dava sinais de cansaço diante do BMW 850i. Em fim de carreira, a potência saltou para 330 cv na versão GT (1989) e 350 cv na GTS (1991), esta capaz de atingir 275 km/h e ir de 0 a 100 km/h em 5,9 segundos. Sua produção foi interrompida em 1995, totalizando discretas 60904 unidades: uma delas é este modelo 1980, que pertence ao acervo da Eduardo Veículos Antigos, de São Paulo.

Apesar de tecnicamente muito superior ao 911, o conceito de motor dianteiro e refrigerado a água do 928 estava à frente do seu tempo. Por isso foi rejeita- do pelo público da marca, que se manteria fiel ao boxer traseiro a ar até sair de linha, em 1998.

PAI PANAMERA

Porsche 928 H50

Porsche 928 H50

Em 1984, o fundador Ferry Porsche comemorou seus 75 anos recebendo um presente especial: era o Porsche 942, um 928com25cma mais no entre-eixos. A partir dele surgiu o protótipo H50 (foto): com quatro portas, foi o precursor do Panamera e hoje se encontra exposto no museu da marca, em Stuttgart.

FICHA TÉCNICA
Motor 8 cilindros em V de 4,5 litros
Potência 241 cv a 5250 rpm
rque 37 mgf a 3600 rpm
Câmbio manual de 5 marchas
Carroceria fechada, 2 portas, 4 lugares
Dimensões comprimento, 445 cm; largura, 183 cm; altura, 127 cm; entre-eixos, 250 cm
Peso 1450 kg
0 a 100 km/h 7,2 segundos
Velocidade máxima 230 km/h
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s