Os 20 carros que tiveram os maiores aumentos de preço

Entre os modelos fabricados no Brasil, Mercosul e México, VW Up! foi o campeão de elevação nos últimos 12 meses

maiores aumentos

Subiram demais: High Up!, Fusion Titanium AWD, 500 Abarth e CR-V

As concessionárias andam lotadas ultimamente. Porém, o excesso de contingente é só de automóveis zero km. Clientes para comprá-los? Poucos. Visitamos uma loja da capital paulista, em uma movimentada avenida, e encontramos vendedores de braços cruzados, checando o celular, navegando na internet… mas nada de negócios fechados. Os raros interessados visitam as lojas sem compromisso, só na olhadinha, para pesquisar e sonhar. E dá-lhe cafezinho sem aperto de mão.

Infelizmente essa situação se repete por todo o país. A cena ilustra os números negativos que vêm sendo divulgados desde o ano passado sobre o setor automotivo, no segmento de novos. Demanda, vendas e produção caem. Mas o efeito dominó não derruba os preços. Enquanto as vendas recuaram 25,7% e a produção caiu 25,8% no acumulado do ano, os preços aumentaram 7,4%, em média, segundo a consultoria Jato Dynamics. Na verdade, esse índice não chega a ser assustador – está abaixo da inflação registrada durante o período, de 9,28%, segundo o IPCA-IBGE. No entanto, alguns modelos subiram bem acima do índice.

É o caso do VW High Up!, que ficou 17,2% mais caro (R$ 7.550) nos últimos 12 meses, o maior aumento de todos em termos percentuais – em números absolutos, o campeão seria o Toyota SW4 SRX a diesel, que subiu de R$ 201.950 para R$ 224.400, um aumento de R$ 22.450 que representa uma alta percentual de 11,1% sobre o valor de maio de 2015.

Leia mais:

>> Mercado: Gol volta às primeiras colocações

>> “Velho” Civic tem condições especiais para a chegada da nova geração

>> As versões de carros que até existem, mas ninguém vê

O levantamento feito pela consultoria de mercado Data2Mkt a pedido de QUATRO RODAS considerou os modelos fabricados no Brasil, nos países do Mercosul e no México (com os quais o país possui acordos de comércio que reduzem a incidência de impostos), e não inclui veículos importados dos EUA, Europa e Ásia, que em geral tiveram aumentos ainda maiores por causa da desvalorização do real. A pesquisa também se limitou a apenas uma versão por modelo – no caso, a versão que teve a maior subida de preço dentro da linha.

“Os reajustes podem ser justificados tanto pelo acréscimo de itens de série, quanto pelo percentual de conteúdo importado em cada modelo”, diz o consultor Paulo Garbossa. “Há casos em que, mesmo com a fabricação nacional, metade do custo da produção do carro é tarifado em dólar. Com a moeda americana em alta, esse aumento é diretamente passado ao consumidor”, afirma.

Além disso, o crescimento nos preços públicos também pode estar ligado à alta demanda por alguns modelos específicos, como é o caso do Honda HR-V e o Jeep Renegade. Os SUVs tinham até 90 dias de espera em seus respectivos lançamentos, há pouco mais de um ano. O Honda é hoje o sexto automóvel mais emplacado no acumulado de 2016, enquanto o Jeep é o décimo primeiro, segundo o ranking da Fenabrave. Na pesquisa, o HR-V EX CVT teve uma alta de 12,7% ou R$ 10.200, enquanto o Renegade Longitude 1.8 subiu 11.9% ou R$ 9.590.

Os 20 modelos que mais aumentaram de preço
Maio/2015 Maio/2016 Aumento % Diferença
1 – VW High up! I-Motion R$ 43.940 R$ 51.490 17,2% R$ 7.550
2 – Honda CR-V ELX 4×4 R$ 125.000 R$ 145.800 16,6% R$ 20.800
3 – Fiat 500 Abarth 1.4 2p R$ 81.710 R$ 94.000 15,0% R$ 12.290
4 – Ford Fusion 2.0 EcoBoost Titanium AWD R$ 126.900 R$ 145.400 14,6% R$ 18.500
5 – VW SpaceFox Highline i-Motion R$ 67.990 R$ 77.730 14,3% R$ 9.740
6 – Mitsubishi ASX 4×4 CVT R$ 103.590 R$ 117.990 13,9% R$ 14.400
7 – VW Fusca 2.0 TSI R$ 101.300 R$ 115.090 13,6% R$ 13.790
8 – VW Jetta Highline 2.0 TSI DSG R$ 93.990 R$ 106.690 13,5% R$ 12.700
9 – VW SpaceCross i-Motion R$ 73.190 R$ 82.840 13,2% R$ 9.650
10 – Fiat Freemont Precision 2.4 R$ 105.950 R$ 119.900 13,2% R$ 13.950
11 – Honda HR-V EX CVT R$ 80.400 R$ 90.600 12,7% R$ 10.200
12 – Chevrolet S10 CD LTZ 4×4 2.8 AT R$ 142.400 R$ 160.390 12,6% R$ 17.990
13 – Honda City EXL CVT R$ 70.900 R$ 79.800 12,6% R$ 8.900
14 – Fiat Bravo Essence 1.8 R$ 63.170 R$ 71.050 12,5% R$ 7.880
15 – Toyota Etios Cross R$ 51.050 R$ 57.395 12,4% R$ 6.345
16 – Jeep Renegade Longitude 1.8 AT R$ 80.900 R$ 90.490 11,9% R$ 9.590
17 – Renault Sandero 1.6 StepWay R$ 50.300 R$ 56.200 11,7% R$ 5.900
18 – Mitsubishi Pajero HPE 3.2 R$ 172.990 R$ 192.990 11,6% R$ 20.000
19 – Ford Focus 2.0 Titanium Plus Powershift R$ 93.900 R$ 104.590 11,4% R$ 10.690
20 – Citroën C3 Picasso AT Tendance R$ 52.990 R$ 58.990 11,3% R$ 6.000

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s