Novo Audi A8 consegue andar sozinho e tem suspensão inteligente

Veículo trafega a até 60 km/h sem intervenção humana e utiliza scanner a laser para identificar condições da estrada

Ultratecnológico, o A8 parte de caros 90.600 euros na Alemanha (Audi/Divulgação)

A Audi apresentou a nova geração do A8 durante evento realizado em Barcelona, na Espanha. O modelo será vendido em duas opções de carroceria: normal (com 5,17 metros de comprimento) e L (com 5,3 m e entre-eixos alongado).

O design é inspirado no conceito Prologue, revelado pela marca em 2014. Alguns elementos mais marcantes do A8 são a larga grade hexagonal e as lanternas traseiras interligadas por um filete de leds.

Assim como o A5 Sportback, o A8 tem o teto com uma suave curvatura, no estilo “cupê de quatro portas”.

Grade hexagonal já virou marca registrada da Audi (Audi/Divulgação)

Recheado de tecnologias de ponta, o A8 reúne o que há de mais avançado na marca das quatro argolas.

Um dos principais destaques do sedã é a suspensão ativa com reconhecimento do pavimento. Cada roda possui um motor elétrico e um tubo rotativo, no qual há uma barra de torção de titânio.

Assim que a câmera frontal identifica eventuais irregularidades no piso, o sistema ajusta a suspensão para transpor o obstáculo da forma mais confortável possível para os ocupantes e sem causar danos ao veículo.

Versão alongada faz sucesso em mercados da Ásia e Oriente Médio (Audi/Divulgação)

Em caso de iminência de impacto lateral, a suspensão é rapidamente elevada no lado da colisão, de forma que a estrutura das soleiras das portas absorva o máximo de impacto possível.

Assim como outros modelos, o A8 traz o eixo traseiro esterçante, podendo apontar na mesma direção das rodas dianteiras (para melhorar a estabilidade em curvas) ou na direção contrária (para diminuir o diâmetro de giro em manobras).

São 13 cm a mais de entre-eixos na versão L (Audi/Divulgação)

O A8 traz um sistema de condução autônoma que assume o controle do veículo a até 60 km/h. Nesta condição, o motorista pode até tirar as mãos do volante, mas precisa estar alerta para imprevistos.

A condução sem motorista utiliza câmeras, sensores de ultrassom e até um scanner a laser, tecnologia esta inédita em automóveis, segundo a Audi.

Design do A8 lembra os cupês de quatro portas (Audi/Divulgação)

Além disso, há também o sistema de estacionamento por controle remoto, fazendo com que o veículo realize a manobra em vagas paralelas ou perpendiculares sem a interferência do motorista.

Com o equipamento, o condutor pode até mesmo acompanhar a manobra do lado de fora. Ou acompanhar o trabalho autônomo por meio de uma câmera de 360 graus.

O interior praticamente não traz comandos físicos. Além do painel digital, o A8 oferece duas telas sensíveis ao toque para controlar vários ajustes, como modos de condução, controles de climatização e outras funções.

O veículo também aceita diversos comandos de voz.

Praticamente sem botões físicos, interior é dominado por telas (Audi/Divulgação)

Tela agrupa comandos de climatização e seletor de modos de condução (Audi/Divulgação)

Quem viaja no banco de trás conta com duas grandes telas do sistema de entretenimento e controles de ar-condicionado, sendo que a versão alongada ainda vem com aquecimento nos assentos e um apoio para os pés com massageador.

Bancos de trás têm aquecedor, regulagens elétricas e até massageador para os pés (Audi/Divulgação)

Inicialmente, o mercado alemão contará com duas motorizações V6 com turbocompressor: a 3.0 TDI entrega 286 cv e a 3.0 TFSI gera 340 cv.

Futuramente o A8 ganhará um 4.0 V8 com 460 cv e o 6.0 W12, cuja potência ainda não foi declarada. O sistema elétrico é de 48 volts.

Movido a gasolina, motor 3.0 TFSI entrega 340 cv (Audi//Novo Audi A8 consegue andar sozinho e tem suspensão inteligente/Divulgação)

Uma versão híbrida também será lançada nos próximos anos, combinando um motor 3.0 TFSI a gasolina com um motor elétrico, entregando uma potência combinada de 449 cv e torque máximo de 71,3 mkgf.

A autonomia é estimada em aproximadamente 50 quilômetros no modo 100% elétrico.

Os preços do A8 começam em 90.600 euros na versão “convencional” e 94.100 euros no caso do A8 L.

Belos faróis de led são uma das virtudes do A8 (Audi/Divulgação)

Lanternas são interligadas por um filete de leds (Audi)

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s