“Mulas” da VW revelam nova picape e Golf Variant

Três protótipos com a carroceria da perua foram fotografados recentemente no país

Frente nova identifica a Golf Variant atualizada

Frente nova identifica a Golf Variant atualizada (Paulo Campo Grande/Quatro Rodas)

A VW está rodando com sua nova picape intermediária disfarçada de Golf Variant. Leitores já fizeram flagrantes de pelo menos duas unidades, em testes, no estado de São Paulo. Uma era na cor preta e outra, branca.

As “mulas” (um protótipo com carroceria distinta da real, para camuflagem) podem ser identificadas pelo fato de a bitola (largura) dos eixos ser mais curta, deixando um vão maior entre as rodas (também menores que as do Golf) e os para-lamas.

A nova picape, intermediária entre a Saveiro e a Amarok, será o quarto modelo a chegar ao mercado brasileiro desenvolvido sobre a plataforma modular MQB A0. O primeiro será o hatch Polo; o segundo, o sedã Virtus e o terceiro, o SUV compacto T-Cross.

Assim como o T-Cross, a picape terá sua estrutura reforçada em relação ao Polo. O motivo para isso é se adaptar a rodagens sob condições mais severas, em terrenos não pavimentados, e também com cargas superiores.

Essa adaptação é o que a fábrica chama internamente de plataforma híbrida. Além disso, suas dimensões devem ser maiores. As VW tem planos de rivalizar com a picape Toro, da Fiat. A princípio, o confronto deve se dar entre as versões flex. A capacidade de carga deve ficar ao redor de 700 kg.

Intermediária entre Saveiro e Amarok, a nova picape vai brigar com a Fiat Toro

Intermediária entre Saveiro e Amarok, a nova picape vai brigar com a Fiat Toro (Du Oliveira/Quatro Rodas)

Apesar de algumas fontes afirmarem que a nova picape se chamará Saveiro, parece mais provável que a Saveiro atual seja mantida como modelo compacto, numa combinação semelhante à que a Fiat faz com a dupla Strada/Toro.

Porém, nem toda Variant com placas verdes esconde a futura Saveiro. Neste final de semana, flagramos uma perua vermelha que é um exemplar da nova Golf Variant. A diferença entre essa unidade e as outras está nas mudanças que a Variant incorpora na linha 2018 europeia, após um face-lift.

A perua ganhou novos para-choques, faróis — que, agora, são full led e possuem um friso interno que dá continuidade aos friso cromado da grade dianteira – e lanternas, com novas lentes e leds.

Por dentro, a maior novidade deve se limitar ao painel de instrumentos digital, com tela TFT, igual à incorporada pelo novo Tiguan. Na Europa, ela também ganhou um novo motor 1.5 TSI, em substituição ao 1.4 TSi que já conhecemos por aqui.

Enquanto a nova picape tem previsão de chegada ao mercado no final de 2018, a Golf Variant renovada deve chegar até o final deste ano.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Gustavo Melo

    A picape média com certeza terá motores mais eficientes e econômicos que os da Toro, melhor qualidade de acabamento e itens de série também. Peruas infelizmente viraram carro de nicho.

  2. youtube youtube

    picape tem 3 nomes: GM/GMC ; FORD F SERIES e RAM. o resto é cascata.Gustavo Melo vá encerar sua saveiro summer 1992