Mitsubishi Outlander ganha nova versão a diesel mais barata

Motor a gasolina também ganhou mudanças com foco na economia

Mitsubishi Outlander 2017

Motor a diesel agora equipa versão intermediária, além da topo de linha (Divulgação/Quatro Rodas)

Nova versão, motor atualizado e novos equipamentos de série são os destaques da linha 2017 do Mitsubishi Outlander no Brasil. O principal fica para a estreia de uma versão diesel mais acessível.

Mitsubishi Outlander 2017

O motor 2.0 a gasolina foi atualizado e está mais econômico (Divulgação/Quatro Rodas)

Até então, a única versão equipada com o motor 2.2 DI-D turbodiesel de 165cv e 36,7 mkgf era a topo de linha do modelo, de R$ 199.990. A nova custa R$ 181.990, mas perde o Full Technology Pack (FTP), que inclui farol alto automático com leds, freio de estacionamento eletrônico com função Auto Hold, piloto automático adaptativo e assistente de frenagem automática.

A versão de entrada, de R$ 135.990, recebeu um motor 2.0 16V a gasolina atualizado. Os 160cv e 20,1kgfm de torque estão mantidos, mas segundo a Mitsubishi ele ficou 19,8% mais econômico do que a versão anterior. Além disso, essa versão para a ter ar-condicionado dual zone. É a única configuração do SUV que usa câmbio CVT. 

Mitsubishi Outlander 2017

(Divulgação/Quatro Rodas)

O Mitsubishi Outlander também continua com uma terceira opção de motor, um V6 3.0 a gasolina de 240cv e 31 mkgf de torque, com câmbio automático de seis marchas e tração 4×4. Custa R$ 162.990, mas com o pacote de opcionais FTP citado acima o preço sobe para R$ 175.990.

Todas as versões trazem teto solar com fechamento automático e função antiesmagamento, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, painel de instrumentos com computador de bordo com tela colorida, paddle shifts, piloto automático, sensores crepuscular e de chuva, central multimídia touchscreen, cinco airbags e (com exceção da versão de entrada 2.0L) tração integral com seletor eletrônico e sete lugares.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Pessoal sou Def físico devido a acidente , hoje me interessa muita em saber sobre carros porque troco a cada 2 anos.
    Passei hoje numa concessionária hyundai pra ver o “credo” , ops o creta, aff que decepção, além de ser barulhento na pista , o que tem entre ” aspas ” de bom no carro, só vem na opção topo de linha e acima de 100 mil Reais e ainda senti falta de alguns opcionais que tem o meu carro hoje (SUV compacto) que paguei 49.0000, menos da metade.
    vejo também acontecer com as SUVs concorrentes como é o caso aí do jeep “peladeixe” na versão pra PNE, fora os Honda pelados e caros também, aff e muitos outros.
    Quero deixar a dica pra quem também compram carros no sistema especial, e quero fazer jus à alguns carros automáticos que não merecem o que alguns dizem a penas em fazer o teste drive.
    Não adianta nada ficarem aqui com comentários de quem “come frango e arrota peru ” , vamos ser bem na realidade do terceiro mundo que é o Brasil, certo que deve ter aqui aqueles que tem aí as suas posses, pois bem… Vou deixar o meu exemplo.:
    Quer um carro automatizado que a manutenção é mais barata? pega os da Fiat que foi pioneira no assunto , tive um excelente ao contrário das concorrentes que não prestam e já me deixou na mão, né dona volks? Automatizado da chevrolet é a pior.
    Direto ao assunto , tenho um SUV compacto que paguei 49.0000 no sistema PNE e além do conforto ao dirigir, mínimo ruído , sensação de segurança, estilo moderno, bonito (que outras marcas tentam copiar), ainda vem com ar condicionado dual zone digital (que as outras nem mesmo em topo de linha tem).
    Painel lindo com conta giros analógico e velocímetro analógico e também digital pela tela central do painel junto com o computador de bordo, 》4 Airbags 《 coisa que só alguns oferecem nas topo de linha até com mais, mas paga-se o precinho lá em cima por isso, aff.
    Freio a disco nas 》4《 rodas , coisa que algumas oferecem em topo de linha.
    E essa é pra acabar por que só algumas oferecem tela de multi mídia com espelhamento dos celulares e nas versões topo de linha sem falar que já vem com luz diurna em Led antes da lei do farol aceso nas estradas .

    Direçao 100% eletrica.

    E tudo isso a 49.0000
    Antes que eu escreva que carro é, e antes que alguém tente desmerecer esse carro e principalmente pela marca, quero deixar bem claro que 》contra fatos, não há argumentos 《 , esse carro faz 7,2 no álcool na cidade e 8,6 na gasolina, e na pista faz , 12,8 ainda amaciando com 5.000 km.
    Faço jus à esse carro com o novo sistema econômico, que nas minhas pesquisas em vários sites muita gente falava mau por que esse carro tem somente 4 marchas automática, e que o giro do motor era altíssima passando de 4.500 rotações na pista e que era prejudicial ao câmbio,aff.
    Pois bem, o meu SUV 2008 da Peugeot, está bem esperto com esse câmbio, e hoje mesmo andei com ele a 140 por hora com giro a 3.000 , o que muitos carros até mesmo manual e outros automáticos ficam acima desse giro.
    Bom espero que pra quem não arrote peru e esteja procurando um carro bacana, aqui fica a minha dica, e que as outras montadoras de carros tomem vergonha na cara e diminuam o valor das carroças vendidas aqui no Brasil.

  2. Herbert Blay

    José, estou cadeirante e dirijo, dos carros que tive, e pelo que podia pagar, o melhor foi a Zafira, mas não tive do que reclamar do Fiat, atualmente estou com um HR V. Bem o problema é transportar a cadeira. Se você estiver sozinho os bancos rebatíveis facilita, mas se estiver com pessoas o espaço se torna pequeno. Fui 3 vezes ao nordeste, dirigindo.

  3. Herbert Blay

    Lá em cima, leia-se Fit. Honda.