Mercado: Onix ignora polêmica de crash-test e amplia liderança

Uno se recupera, Creta vai bem e Compass continua líder entre os SUVs

(divulgação/Internet)

A polêmica criada com a nota zero dada pelo Latin NCAP (que causou até um pedido para a retirada do carro do mercado) não parece ter afetado nem um pouco as vendas do Chevrolet Onix.

Líder de mercado nos últimos anos, ele se manteve em 1º lugar no ranking de emplacamentos da Fenabrave em maio, com 15.007 unidades – bem à frente do Ford Ka, que retomou o 2º lugar com 9.326 emplacamentos.

Em terceiro vem o Hyundai HB20 (8.981), seguido bem de perto por Renault Sandero (8.699) e Volkswagen Gol (8.220). Mais para trás ficaram o Chevrolet Prisma (6.811) e o Toyota Corolla (5.553), primeiro não-popular da lista – vela a tabela completa com os 50 mais vendidos no final da matéria.

Na 8ª colocação, com 5.482, o Fiat Uno foi o modelo que mais avançou – mês passado, ele havia sido apenas o 18º. Em 9º surge o Fiat Mobi (5.294). Ambos os modelos receberam os novos motores Firefly recentemente, além de ganharem novas versões (o Uno ganhou uma versão de entrada, enquanto o Mobi agora pode receber o câmbio automatizado GSR)

Entre os SUVs, o Jeep Compass manteve a primeira colocação (e a 11ª posição no total), com 4.450, seguido de perto pelo Honda HR-V (4.408). O Hyundai Creta (3.751) mostra que definitivamente já ocupou seu lugar no mercado, à frente do Ford EcoSport (3.096), que mesmo bem próximo de receber uma atualização, voltou a vender bem.

O Jeep Renegade (2.869) está sentindo bastante a concorrência dentro de casa, ofuscado pelo Compass – em 2016, ele chegou a ficar entre os 10 mais vendidos, mas agora ocupa apenas a 21ª colocação.

Outros três modelos que decepcionaram foram o Honda WR-V (1.807 emplacamentos, menos que o irmão Fit), o Nissan Kicks (1.621, menos da metade que o Creta, por exemplo) e o novo Renault Captur (1.404), que vendeu menos que o veterano Duster (1.574).

Ranking de emplacamentos – maio de 2017 (Fenabrave)

1 Chevrolet Onix 15.007
2 Ford Ka 9.326
3 Hyundai HB20 8.981
4 Renault Sandero 8.699
5 Volkswagen Gol 8.220
6 Chevrolet Prisma 6.811
7 Toyota Corolla 5.553
8 Fiat Uno 5.482
9 Fiat Mobi 5.294
10 Fiat Strada 4.612
11 Jeep Compass 4.450
12 Fiat Toro 4.401
13 Honda HR-V 4.408
14 Toyota Etios hatch 3.997
Volkswagen Saveiro 3.997
15 Hyundai Creta 3.751
16 Volkswagen Up! 3.532
17 Volkswagen Fox 3.501
18 Volkswagen Voyage 3.117
19 Toyota Hilux 3.151
20 Ford EcoSport 3.096
21 Jeep Renegade 2.869
22 Hyundai HB20S 2.786
23 Chevrolet S10 2.721
24 Honda Civic 2.608
25 Ford Ka sedã 2.521
26 Fiat Siena 2.512
27 Toyota Etios sedã 2.509
28 Chevrolet Cobalt 2.310
29 Honda Fit 2.068
30 Renault Logan 2.054
31 Chevrolet Spin 1.961
32 Chevrolet Cruze sedã 1.811
33 Honda WR-V 1.807
34 Nissan Versa 1.699
35 Nissan Kicks 1.621
36 Renault Duster 1.574
37 Honda City 1.564
38 Renault Captur 1.404
39 Chevrolet Tracker 1.352
40 Ford Fiesta hatch 1.301
41 Fiat Palio 1.285
42 Ford Ranger 1.268
43 Nissan March 1.208
44 Toyota SW4 1.155
45 Fiat Fiorino 1.042
46 Mitsubishi L200 1.005
47 Renault Oroch 951
48 Volkswagen Amarok 948
49 Citroën C3 Aircross 940
50 Peugeot 2008 934
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Igor Sant Anna

    Quem compra o Onix não deve estar ciente do resultado do crash teste, infelizmente. A Chevrolet deveria se sensibilizar e promover ajustes no projeto de forma espontânea.

  2. Iri De Araújo

    André Binenbojm acho que (1) você tem sérios problemas de interpretação de texto. Além de ter parafraseado errado o que eu disse, também parece não entender o conceito de ironia: “já que o carro se mostrou frágil estruturalmente, ao menos contra os comentários e a mídia ele se mostra blindado, já que não foi abalado nas vendas”. (2) É estranho o pessoal vir com discurso tão bonito de segurança agora, ao mesmo tempo que chama a maioria da população de burra. Ora, se o carro já está no mercado desde 2012 e já tem pelo menos uns 2 anos que é líder de vendas, e só agora saiu o teste onde foi reprovado, então porque são as pessoas que são ignorantes e desinformadas por comprar o carro? Como se munir com uma informação a respeito de algo que nem existe ainda? (3) Mesmo que, se desde o seu lançamento, já houvesse essa informação, não sei se mudaria muita coisa com relação ao sucesso de vendas do carro não, a não ser que esse resultado fosse amplamente divulgado na comunicação de massa, já que não é a maioria das pessoas que acompanham revistas e sites especializados. Até onde sei, em plano ano de 2017, não há nada nos rádios, televisão, jornais, dando enfoque em quesitos de segurança como crash tests e coisas do tipo. (4) Muito mimimi kkk

  3. Luis Andrade

    Brasileiro é desinformado mesmo, ainda não aprendeu a comprar carro, essas montadoras aproveitam-se dessa desinformação e cravam a faca no povo. Ainda bem existe o teste da Latin ncap para avaliar as segurança dos carros, a realidade é que o brasileiro adora carro “falante” , e não se preocupa com o que existe por baixo da lataria, seria mais fácil e mais barato comprar um Ipad.

  4. Fernando Sobolwsky

    Gostaria de ver o crash-test do Fox, Gol, Spacefox, será que seria muito diferente do Onix ?