Mercado: Jeep Compass impressiona em seu primeiro mês de vendas

Novo SUV médio da Jeep emplacou quase cinco vezes mais unidades que o concorrente mais próximo

Novembro foi um mês de otimismo para o mercado brasileiro. Apesar da retração de 8,3% em relação ao mesmo período do ano passado, houve um crescimento de 12,1% nos emplacamentos em comparação a outubro. Entre as 173.561 unidades, o grande destaque do mês foi o novato Jeep Compass que, de cara, já chegou como o quarto SUV mais vendido do país.

Tornou-se clichê, porém inevitável, falar do Onix. Disparado o carro mais vendido de 2016 com 134.941 exemplares emplacados (contra 109.382 do segundo, Hyundai HB20, e 69.195 do terceiro, Ford Ka), o hatch vende mais a cada mês. No último, foram 15.700 Onix emplacados em todo o Brasil, contra 12.136 do HB20 e 7.636 do Ka.

Longe de figurar entre os mais vendidos há alguns meses por interrupções na linha de montagem, a Volkswagen voltou ao mercado. O Gol ficou em sétimo lugar (5.250), enquanto o Up! está em 15º com 3.660 — encostando no Fiat Mobi, que emplacou 3.718 unidades. Já o Uno parece ter sentido o efeito das mudanças (e dos novos motores Firefly), subindo onze posições no ranking geral em relação a outubro.

Emplacamentos – novembro/2016

Posição Modelo Unidades
Chevrolet Onix 15.700
Hyundai HB20 12.136
Ford Ka 7.636
Renault Sandero 7.029
Chevrolet Prisma 5.927
Fiat Palio 5.250
VW Gol 5.182
Fiat Strada 4.987
Toyota Corolla 4.970
10º Hyundai HB20S 4.399
11º Fiat Toro 4.073
12º Fiat Uno 3.868
13º Fiat Mobi 3.718
14º Honda HR-V 3.714
15º VW Up! 3.660
16º Jeep Renegade 3.389
17º Toyota Etios 3.136
18º Chevrolet S10 2.960
19º Toyota Hilux 2.858
20º Renault Duster 2.702
21º Fiat Siena 2.675
22º Honda Fit 2.590
23º Jeep Compass 2.539
24º Honda Civic 2.534
25º Ford Ka+ 2.521
26º Chevrolet Spin 2.273
27º Renault Logan 2.262
28º Ford EcoSport 2.218
29º Toyota Etios Sedã 2.204
30º Nissan Versa 2.162

Entre os sedãs médios, nada muda. O Corolla permanece como o mais vendido do segmento, com 4.970 no mês e 58.725 no acumulado (onde ele está em quinto lugar no ranking geral). O Civic manteve a média de outubro, com 2.534, assim com o Cruze, com 1.415. Nas picapes, a Strada voltou à liderança, deixando a Toro em segundo lugar e a S10 em terceiro, à frente da Hilux.

A surpresa do mês foi o Compass, que em seu primeiro mês cheio emplacou nada menos que 2.539 unidades, ocupando a 19ª posição no ranking geral, logo à frente do Honda Civic. O irmão maior do Renegade já é o quarto SUVs mais vendido no país, atrás apenas de HR-V (3.714), Renegade (3.351) e Duster (2.702).

Nem o ex-líder (e defasado) EcoSport foi páreo e ficou em quinto, com 2.218. O Nissan Kicks, ficou com 1.667 — bom número se considerarmos que o modelo até agora foi comercializado apenas na versão top de linha SL de R$ 89.990. Somente agora a versão SV Limited, de R$ 84.900, chegou às lojas.

Se considerarmos apenas os SUVs médios, o desempenho do Compass é ainda mais impressionante: seu concorrente mais próximo, o Hyundai ix35, teve 564 emplacamentos no mês, cerca de 1/5 das vendas do novo utilitário da Jeep.

Por outro lado, o Compass aparentemente já começou a canibalizar as vendas do Renegade: se em outubro o SUV compacto teve 4.804 unidades vendidas, em novembro este número caiu para 3.389.

Emplacamentos – acumulado/2016

Posição Modelo Unidades
Chevrolet Onix 134.941
Hyundai HB20 109.382
Ford Ka 69.195
Chevrolet Prisma 59.526
Toyota Corolla 58.725
Fiat Palio 57.724
Renault Sandero 56.875
Fiat Strada 54.474
Honda HR-V 51.434
10º VW Gol 50.061
11º Jeep Renegade 47.570
12º Hyundai HB20S 41.357
13º VW Fox/CrossFox 39.834
14º Fiat Toro 35.995
15º VW Up! 34.965
16º Toyota Etios 34.319
17º Fiat Uno 31.928
18º VW Saveiro 31.689
19º Fiat Siena 31.081
20º Toyota Hilux 30.360
21º Toyota Etios Sedã 27.049
22º Ford EcoSport 25.837
23º Honda Fit 25.199
24º Fiat Mobi 24.178
25º Chevrolet S10 23.851
26º Renault Duster 22.931
27º Ford Ka+ 22.345
28º VW Voyage 22.103
29º Renault Logan 21.061
30º Chevrolet Spin 20.715
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Davi Guimarães

    Há um erro na matéria. Foram vendidos 3.389 Renegade e não 2.539 como consta da última frase: ” se em outubro o SUV compacto teve 4.804 unidades vendidas, em novembro este número caiu quase pela metade, fechando em 2.539.”

  2. Igor Pricandi

    Canibalizou sim, mas não somente o Renegade, também tirou vendas do HRV. Realmente há uma superposição entre as versões top flex do renegade e do a sport do compass. Esse conflito favorece o compass, mais espaçoso e com motor mais forte. Não creio que canibalizem as versões diesel. O que pode se tirar disso tudo é que a planta de goiana é um sucesso. Seus três produtos são extremamente competitivos. Os outros que corram atrás para igualar o jogo. E assim, talvez, quem sabe, nós consumidores ganhemos alguma coisa. Hoje no brasil temos duas situações, bem claras, para carros embaixo da pirâmide a gm está nadando de braçada. No alto da pirâmide a fca/jeep.

  3. Sérgio Floripa

    Talvez isso ocorra por que as montadoras perderam a noção de preço em outra categorias. Entre um Civic por 90 mil e um Compass o ultimo leva ampla vantagem.

  4. Marco Antonio Cardoso Andrade

    Apesar dos preços que os carros atingiram no Brasil, as vendas aumentaram. Vai vendo…

  5. A receita é simples: Visual atualizado, imponente. O Limited é mais equipado e mais barato que as versões topo de Sportage e ix35 (este último, com interior de carro mil cilindradas, com computador de bordo dos anos 90)
    Compass venderá ainda melhor em Dezembro. Explico: a versão flex só começou a ser entregue na segunda quinzena de novembro. E esta será a versão mais vendida, pelo melhor custo benefício (a versão diesel custa R$ 26.000,00 a mais que a versão equivalente Flex).
    Mesmo as versões diesel não tiveram o mês inteiro.
    Compass roubou clientes do próprio Renegade, mas também roubou clientes de HR-V, IX35, Sportage, e de sedans médios.
    Não vai demorar para a Jeep perceber que poderia estar faturando mais e aumentar o preço.

  6. Adriano Fernandes de Oliveira

    estou muito contente com meu compass….longitude diesel cinza antique…perfeito…só eu tenho por enquanto na cidade…….valente,economico….show de bola

  7. Pablo Ramalho

    A Jeep tem um excelente pôs venda . Já precisei ser atendido alguns vezes , sempre muito prestativos , sempre ajudando , ligando , procurando saber o cliente como está o carro etc . Creio que o excelente pôs venda da Jeep está fazendo toda diferença . O que falar da planta de Goiânia Pernambuco ? Outro nível de construção e qualidade , fiquei impressionado com os vídeos que vi .
    Toro ( FCA ) , Renegade e Compass são produtos que não vendem só imagem , vedem qualidade de construção e pôs venda . Abraços e sucesso para o grupo que acreditou e investiu nos nosso país num dos piores momentos ( 2013- 2016) merecem tudo que conquistaram .
    Tenho um Renegade diesel , e agora com um consórcio estou juntando para pegar o compass .