Hyundai i30 ganha versão cupê para a Europa

Nova versão segue a proposta de cupê de quatro portas dos Audi A5 Sportback e Mercedes CLS

A frente é do i30 de nova geração, mas teto e traseira são mais baixos (Divulgação/Hyundai)

A moda dos cupês de quatro portas ganhou mais um adepto. A Hyundai apresentou hoje o i30 Fastback, uma versão que mistura traços de hatches com os de cupês. A fabricante sul-coreana diz que a ideia é levar o design sofisticado e elegante de carros mais caros para um segmento mais popular.

Em comparação com o hatch e a perua i30, a nova variante tem a linha do teto mais inclinada, que acaba em um spoiler integrado à tampa do porta-malas. Além disso, as colunas C são mais largas.

Modelo mistura linhas de hatches e cupês (Divulgação/Hyundai)

Na prática, o i30 Fastback é 3 cm mais baixo do que a perua e o hatch, totalizando 1,43 m de altura. Com 4,46 m de comprimento, é 11,5 cm mais longo que o hatch, mas ainda é 12 cm mais curto que a versão perua. O que não mudou foram a largura, de 1,80 m, e o entre-eixos, de 2,65 m. A Hyundai não divulgou a capacidade do porta-malas. 

Spoiler faz parte da tampa do porta-malas (Divulgação/Hyundai)

Criado no centro de design da Hyundai na Alemanha, o i30 Fastback chegará ao mercado europeu no início de 2018. Será fabricado na República Tcheca com duas opções de motores a gasolina. O mais fraco é o 1.0 T-GDI (turbo com injeção direta) três cilindros de 120 cv, combinado ao câmbio manual de seis marchas. Acima dele, o 1.4 T-GDI tem 140 cv e opção de câmbio automatizado de dupla embreagem com sete marchas.

Tampa traseira se abre com o vidro. Capacidade do porta-malas não foi divulgada (Divulgação/Hyundai)

Mais tarde ainda haverá opção de motor 1.6 turbodiesel em versões de 110 cv e 136 cv, ambos com opção de câmbio manual de seis marchas e automatizado de sete.

Dependendo da versão, o Hyundai i30 Fastback terá equipamentos de segurança como frenagem autônoma de emergência, alerta de cansaço do motorista, piloto automático adaptativo, monitor de pontos cegos, alerta de tráfego cruzado na traseira, monitor de saída de faixa, faról alto automático e até leitor de placas de velocidade.

Painel é o mesmo dos demais i30 (Divulgação/Hyundai)

Por ora, não há previsão de chegada da nova geração do i30 no Brasil. As últimas unidades importadas foram da linha 2015.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s