Honda City ganha pequenas mudanças e se aproxima do Civic

Leves atualizações no visual e no interior ocorrem primeiro na Tailândia

Dianteira se assemelha a do novo Civic

Dianteira ficou mais parecida com a do novo Civic (Divulgação)

O Honda City começa 2017 com design atualizado. Pelo menos na Tailândia, onde o sedã compacto estreou a reestilização de meia vida desta geração que o deixa mais parecido com o novo Civic.

Traseira tem apenas base do para-choque diferente

Traseira tem apenas base do para-choque diferente (Divulgação)

Agora os faróis tem luzes diurnas de leds integradas com a possibilidade de também ter faróis alto e baixo de LED. A grade tem barra cromada mais estreita e que envolve os faróis enquanto o para-choque frontal tem novo design. Na traseira, a diferença fica por conta da peça que simula um extrator de ar na base do para-choque.

Interior ganhou acabamento mais escuro

Interior ganhou acabamento mais escuro (Divulgação)

O interior recebeu tons mais escuros no acabamento, bancos com desenho esportivo, central multimídia com tela de 7″ sensível ao toque e iluminação interna de led. Essa também é a primeira vez que o City recebe controles de estabilidade e tração, e hill holder.

Faróis podem ser de led na Tailândia

Faróis podem ser de led na Tailândia (Divulgação)

A mecânica não muda para o mercado asiático, onde o Honda City usa o mesmo conjunto oferecido no Brasil – motor 1.5 16V com câmbio manual ou automático CVT. A diferença é que lá, queimando apenas gasolina, tem 117 cv (1 cv a mais que o nosso com álcool) e 15 mkgf de torque.

2017-honda-city-2

(Divulgação)

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Gustavo Melo

    Continua com powertrain medíocre. Só o motor 1.8 flex 140 cv 17,7 kgfm de torque salvaria o projeto.

  2. Edson Flueti

    Este carro era e continua muito bonito. Mas a Honda devia considerar seriamente lançar a injeção direta no motor 1.5 que chegaria a 130cv. Assim o carro ficaria perfeito!!!

  3. Piero Lourenço

    Não vale o preço que cobram aqui…

  4. Rodrigo Narbondo

    O City é um excelente carro: tem um ótimo espaço interno, especialmente no banco traseiro; porta-malas espaçoso; o câmbio CVT é muito bom e macio; a suspensão tem calibragem adequada. Porém, o motor 1.5, apesar de ótimo para uso urbano e satisfatório para estradas, não empolga. Entretanto, o grande problema do City é o mesmo de quase todos os carros novos no Brasil: o preço.