Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Up
  • Onix
  • Duster
  • HB 20
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Golf
  • Focus
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
NOTÍCIAS » Mercado
TEXTO  |RSS |
China critica Brasil, mas descarta mudança de estratégia no país
Por Bruno Roberti | 30/09/2011
Governo chinês é contra protecionismo, mas irá agir com cautela
A China criticou a medida do governo brasileiro que eleva o IPI para carros importados e atacou o protecionismo do país.

Segundo reportagem veiculada no jornal “O Estado de São Paulo”, a China, em sua primeira reação pública, afirmou que o Brasil corre risco de sofrer fuga de investidores.

No entanto, apesar das críticas, a China reiterou que não irá mudar as estratégias de expansão no mercado automobilístico brasileiro. Para os governantes chineses, quem perde com a medida é apenas o Brasil.

Para Jian Chen, vice-ministro de Comércio da China, a medida protecionista vai contra estratégia de desenvolvimento. “Nenhuma economia fechada pode atingir crescimento e não pode obter os dividendos do desenvolvimento, além de correr o risco de ver empresas saindo”, salientou.

Sobre uma negociação mais dura e um possível pedido de retirada da medida, Chen disse que a China irá agir com cautela para não afetar a diplomacia entre os países. “Não pediremos nada. Vamos deixar o governo estudar por mais tempo para adotar uma medida mais certa”, declarou.

Leia mais:

> Governo se diz "aberto" para conversar com montadoras
> Abeiva critica importadoras independentes
> Dilma defende aumento do IPI



Seu Comparativo
imagem comparativo