Chevrolet lidera vendas em 2016; Hyundai e Toyota passam a Ford

Fiat deixa a liderança que ocupava desde 2006; coreanos chegam ao Top 4 pela primeira vez

A Chevrolet foi líder de vendas de automóveis e comerciais leves no Brasil em 2016. É a segunda vez que a fabricante norte-americana alcança o topo das vendas (a primeira foi em 2004), mas a primeira que o carro mais vendido também foi um Chevrolet, o Onix, que teve 153.372 unidades emplacadas – em 2015, o Onix também terminou líder, mas quem vendeu mais carros no geral foi a Fiat.

A marca italiana, por sinal, deixa o título de montadora com maior volume de vendas pela primeira vez desde 2006. Foram 304.980 unidades emplacadas, contra 345.874 unidades da GM.

Fiat Toro Freedom Tigershark 1

A Toro foi o terceiro Fiat mais vendido em 2016, atrás apenas de Palio e Strada

O que chama atenção é a queda no volume de vendas da Fiat, que em 2015 havia acumulado 439.165 emplacamentos, uma baixa de 30,5%. Isso é explicado pelo foco diferente que a empresa adotou em 2016 ao praticamente extinguir modelos velhos, caso de Siena EL e do Palio Fire, que agora é vendido apenas para frotistas. Idea, Bravo e Linea não tiveram fim confirmado, mas estão esquecidos no mercado.

Volkswagen Gol foi apenas o 8° carro mais vendido em 2016

Volkswagen Gol foi apenas o 8° carro mais vendido em 2016 (Divulgação/Volkswagen)

Apesar de ter repetido a terceira posição no ranking obtida em 2015, a Volkswagen também sofreu forte queda nas vendas: foram 228.456 emplacamentos em 2016 frente aos 359.494 do ano anterior.

Sucesso do HB20 teve peso para colocar a Hyundai na quarta posição

Sucesso do HB20 teve peso para colocar a Hyundai na quarta posição (divulgação)

A surpresa começa mesmo nas posições seguintes. As vendas da linha HB20, do Tucson e do iX35 levaram a Hyundai para a quarta posição entre as montadoras, com 197.850 unidades. A Toyota, com Corolla, Etios e Hilux, ficou em 5º com seus 180.416 emplacamentos.

Quarto lugar em 2015, a Ford caiu para a sexta posição em 2016, com 180.242 unidades. Trata-se de um fato simbólico que quebra a tradição das chamadas “quatro grandes” (Chevrolet, Fiat, Ford e VW), mesmo que a diferença para a Toyota tenha sido muito pequena.

O fato chama mais atenção levando-se em conta que o portfólio de produtos (e a própria estrutura de fábricas e concessionárias) de Hyundai e Toyota ainda são bem menores que os da Ford. No caso específico dos coreanos, o sucesso é ainda mais concentrado na linha HB20 – o hatch foi o 2º carro mais vendido no país em 2016, enquanto o sedã ficou em 9º lugar

Fiesta perdeu motor 1.5 em 2016 e agora é vendido apenas com o 1.6 e o 1.0 turbo

Fiesta perdeu motor 1.5 em 2016 e agora é vendido apenas com o 1.6 e o 1.0 turbo (Divulgação/Ford)

Apesar de Ka e EcoSport ainda venderem bem, as vendas do Fiesta caíram mais de 50%, levando ele da 17° para a 30° posição do ranking geral de carros mais vendidos em 2016. O Focus hatch teve vendas pouco acima da metade de 2015: 6.766 contra 12.910. Enquanto o Fiesta ficou mais caro ao perder o motor 1.5 (hoje parte dos R$ 52.590), o Focus ainda lidera entre os hatches médios, mas o próprio segmento perdeu muito espaço para os SUVs compactos.

comparativos

Entre as alemãs, Mercedes e BMW se saíram melhor que a Audi

A Renault, por sua vez, caiu do sexto para o sétimo lugar e é seguida por Honda, Nissan e Jeep, esta última em rápida ascendente.

Entre as marcas de luxo, a Mercedes Benz foi líder novamente, com 13.155 emplacamentos. BMW e Audi vem em seguida, invertendo as posições de 2015. Agora nacional, o A3 Sedan já não vende tão bem como em outras épocas.

Confira abaixo o acumulado de emplacamentos (incluindo carros de passeio e picapes) por marca em 2016. Os dados são da Fenabrave.

1 – Chevrolet 345.874 unidades
2 – Fiat 304.980 unidades
3 – Volkswagen 228.456 unidades
4 – Hyundai 197.850 unidades
5 – Toyota 180.416 unidades
6 – Ford 180.242 unidades
7 – Renault 150.032 unidades
8 – Honda 122.541 unidades
9 – Nissan 60.908 unidades
10 – Jeep 59.046 unidades
11 – Peugeot 25.824 unidades
12 – Mitsubishi 24.876 unidades
13 – Citroën 24.531 unidades
14 – Mercedes-Benz 13.155 unidades
15 – BMW 11.857 unidades
16 – Audi 11.599 unidades
17 – Kia 10.779 unidades
18 – Land Rover 6.688 unidades
19 – Volvo 3.456 unidades
20 – Suzuki 3.448 unidades
21 – Lifan 3.412 unidades
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Como existem tantos retardados no Brasil pra comprar ” RUYmdai” !!!

  2. Jorge Nicolau

    Comentei ao final de 2015 que as ditas “4 grandes” deixariam de dominar o mercado e que passariam a ser as 7 ou 8 médias, todas com menos de 17% de market share. A Ford praticamente não perdeu participação, apenas foi passada pela ruinday e Toyota por poucas unidades, quem realmente perdeu mercado foram a Fiat e a VW.

  3. Rogério Formenton

    Claro que Hyundai está no topo. Só se vê HBLIXO nas ruas hahahaha. E tem gente que acha que está com um baita carro nas mãos. Tenho pena dessas pessoas, compra o HB20S por mais de 60 mil zero km, carro que além de feio tem motor fraco. Brasil, um país de retardados.