Seu comparativo
TOP 10 QR
Os carros mais procurados da semana no site Quatro Rodas
  • Up
  • Onix
  • Duster
  • HB 20
  • Novo Ka
  • Corolla
  • Civic
  • Golf
  • Focus
  • New Fiesta
  • | A-Z |
Newsletter
Assine a Newsletter QUATRO RODAS
PUBLICIDADE
NOTÍCIAS » Fabricantes
TEXTO  |RSS | Add to Google|
Renault faz reestilização na linha Mégane
Por Vitor Matsubara | 07/07/2009
Sedã e perua ganham novas lanternas e detalhes de acabamento

A Renault apresentou as novidades da linha Mégane 2010, composta pelos modelos Sedan e Grand Tour e disponível nas versões Expression e Dynamique.

Por fora, as principais novidades da gama são a nova grade dianteira cromada – disponível apenas na versão topo-de-linha Dynamique – e as lanternas traseiras com uma nova disposição de luzes, tanto para o três-volumes quanto para a perua. As calotas e rodas de liga leve também ganharam visual renovado.

Internamente, a Dynamique recebeu saídas de ar, manopla de câmbio e do freio de estacionamento e maçanetas internas com detalhes cromados, enquanto que o console central ganhou acabamento que simula fibra de carbono. Já o painel de instrumentos conta com um novo grafismo de fundo cinza claro, enquanto que os bancos têm novos revestimentos.

Os preços da linha Mégane 2010 começam em 51.790 reais para a versão Sedan Expression 1.6 16V e chegam a 63.690 reais para o Sedan Dynamique 2.0 16V, equipado com a transmissão automática sequencial Proactive.

Já a perua Grand Tour inicia em 57.590 reais para a Expression 1.6 16V e vai até 68.550 reais para a série limitada Extreme 2.0 16V, também com a caixa sequencial.

Confira os preços da linha Mégane 2010:

Mégane Sedan Expression 1.6 16V: R$ 51.790
Mégane Sedan Dynamique 1.6 16V: R$ 57.090
Mégane Sedan Extreme 1.6 16V: R$ 57.950
Mégane Sedan Extreme 2.0 16V: R$ 60.550
Mégane Sedan Extreme 2.0 16V (sequencial): R$ 64.550

Mégane Grand Tour Expression 1.6 16V: R$ 57.590
Mégane Grand Tour Dynamique 1.6 16V: R$ 61.990
Mégane Grand Tour Extreme 1.6 16V: R$ 62.850
Mégane Grand Tour Extreme 2.0 16V: R$ 65.610
Mégane Grand Tour Dynamique 2.0 16V (sequencial): R$ 68.550
Mégane Grand Tour Extreme 2.0 16V (sequencial): R$ 69.410

Ricardo (19/07/2010 @ 09:55)
Oi, Pessoal, comprei faz dois meses, uma GT Dynamique 1.6 16V, sinceramente estou satisfeito com o carro, desculpem carrão ! Eu teve uma palio por 8 anos, e a mudanca foi muito grande sinceramente adorei este auto, paguei quase ao preço de uma palio trekking completa, ou seja R$4000, menos que a tabela desta materia... e tenho em troca Ar Digital, Sensores, Cresp. Chuva, etc, rodar muito bom e silencioso a 100Km/h ( 3K RPM), vc não escuta quase nada !, otimo isolamento acústico, aproveito para parabenizar a Hyundai , que colocou no mercado o I30CW, já que muitas montadores não acreditam ainda no segmento das peruas e ter concorrentes e muito bom para todos nos !! Um abrazo Ricardo
Diniz (15/03/2010 @ 17:25)
A renault tem escuderia própia na F1 e já foi campeã mundial e obviamente ela usa o conhecimento adquirido nos seus veículos, em paises da europa o Mégane está no topo dos mais vendidos. O motor 1.6 da Renault é mais forte em potencia e qualidade que a maioria por ai, o Mégane é um carro excelente sem dúvida, lembrando que a direção elétrica do mégane não rouba potencia do motor, como faz a direção hidráulica.Tive um Clio que repassei ele com 199.700 km rodados, e o motor ainda estava em perfeito estado. comprei um Mégane sedan 2010 com absoluta convicção, antes de adquirir o carro, eu pesquisei quase 2 anos todos os prós e os contras deste veículo com os propietários, comparei preço de peças com outros na mesma categoria etc. O único defeito grave que vi neste carro foi a “cabeça” de muitos brasileiros, que é burramente tradicionalista e cria certas lendas sobre alguns veículos, aceita defeitos graves de montadoras ditas "tradicionais" mas é muito rígida com certas marcas, exaltam ou condenam sem verdadeiro conhecimento de causa. Se a Renault no inicio de carreira no Brasil, ou até mesmo recentemente tivesse um marketing inteligente venderia bem mais. Este quadro de desvalorização da renault será revertido em breve, pois a marca está crescendo, pois existem pessoas que estão abrindo a cabeça e mudando aquela velha opinião formada sobre tudo. É como disse sabidamente um comentário que vi na internet, Se o Mégane chamasse “Gol Sedã”, ia vender igual água, mesmo que só tivesse desembaçador traseiro”
Marcelo Lemes (10/02/2010 @ 10:44)
Caramba... quanta discussão por causa de um carro... sinceramente acabei de adquirir uma Megane Extreme, não por ser uma versão pseudo esportiva ou algo do genero mas por ter uma excelente relação custo benefício. Quanto a ser mico, sinceramente o mercado brasileiro está amadurecendo e acredito que em breve carro será tratado como mercadoria e não como uma propriedade onde as pessoas se preocupam com depreciaçao, desvalorização etc. Já tive Focus que deu problema, tenho um Audi A3 que comprei e todos falavam que era um excelente "investimento" e desvalorizou 50% em 2 anos, quebrou o cambio, mas mesmo assim é um excelente carro, está com 70 mil km e não penso em vender tão cedo. Com relacão ao Megane sempre ouvi boa criticas em relação ao carro, tem porta malas grande e quanto ao fato de estar defasado em relação a Europa, me digam qual carro brasileiro não está? Além do mais fui muito bem atendido na concessionária Grand Brasil e isso conta muito na hora da compra. Nos Estados Unidos carro depois de usado não vale mais nada, meu chefe tem um Audi S4 2002 que ele comprou zero e ele não vende por nada neste mundo pois não vale mais nada no mercado americano. Eles tem uma gama de carros enorme para escolher existe uma certa preferencia por certos modelos mas no geral o que se ve lá é uma diversidade de modelos nas ruas.
Raimundo Apolonis (26/01/2010 @ 22:49)
Amigos, Gostaria de postar aqui a minha indignação em relação a RENAULT. Tenho uma Grand Tour modelo 2008 que sempre foi da família, era de minha cunhada que comprou no Rio de Janeiro, rodava pouquissimo e me vendeu o carro com 9000km e está completando um ano em minhas mãos e não tive a mesma sorte. Hoje o carro está com 21000km e tem dois anos e meio que saiu da loja, porém quando tinha dois anos e um mês o carro quebrou o compressor do ar condicionado e a EUROVIA em Salvador-Ba, revendedor autorizado da cidade, concertou o carro sem problemas, demorou alguns dias, uma semana se não me falha a memória, mas sem contestação. Porém, na semana passada, levei o carro para revisão e fiz uma observação de que estava percebendo um estalo na direção e um grilo no vidro do carona. Aí começa o meu pesadelo!!!!!! A autorizada levou um dia inteiro para me informar o problemna do carro e quando me informou, veio a bomba de que o carro estava fora da garantia e, segundo eles, era de 24 meses. Surpreso com a notícia falei ao atendente Adson que pelo que me lembrava, a garantia era de 36 meses, porém iría consultar o manual que não estava comigo no momento. Fui para casa com o grilo na cabeça e quando cheguei a bronca foi maior ainda...uma vez que o manual informa na parte impressa que os modelos Megane possuem 36 meses de garantia como eu imaginava, mas a vendendora escreveu na página do relatório de entrega do veículo que a mesma findava ao final de 24 meses e havia terminado em maio de 2009!!!!!!!!!!! Levei o livreto para a EUROVIA RENAULT e mesmo assim um supervisor me informou que o que valia era o que tinha sido escrito pela vendedora e não o que estava impresso no manual do fabricante. Que País é esse? Me lembrei da música do grupo Legião Urbana!!! Que Renault É ESSA???? Vai fazer uma semana e até agora nínguem do SAC me contactou e a autorizada permanece sem resposta ao meu questionamento e meu carro está lá parado. Resumo da Ópera... O carro tem 21mil km, lindo, bem cuidado e muito frágil!!!! Que saudade da minha Fielder!!!!! O pior, é que já aconteceu exatamente a mesma coisa com outro proprietário que eu ví quando pesquisei no Google sobre a garantia do Megane Grand Tour. Meu nome é Raimundo Apolonis, meu e-mail é raiapolonis@hotmail.com e celular é 71-9132-9481 e estou à disposição de quem interessar possa.
Daniel (21/07/2009 @ 14:38)
Aí vai a última reportagem da série: http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/MSNNoticia_conteudo.vxlpub?hn id=42603
Daniel (14/07/2009 @ 19:00)
Pois é Rodrigo, eu achei uma reportagem do mesmo site que fala sobre um carro na Europa, o fox, e ainda assim nós perdemos e muito para eles. Aí vai o link: http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/MSNNoticia_conteudo.vxlpub?hni d=42552
Daniel (14/07/2009 @ 16:12)
Bom Rodrigo vc tem razão em dizer que os europeus é que devem ser comparados mas eles vem com motores mais modernos e de tamanhos diferentes, 1.2l por exemplo. A maioria dos Europeus só troca de carro de 10 em dez anos, até o governo teve que dar descontos para as pessoas trocarem de carro. É por isso que sempre tem novidade por lá. Outra coisa, que você talvez não tenha lido é que esses carros são produzidos no Brasil e importados por lá mas mesmo assim chegam aos consumidores com um preço menor e mais itens de série. E outra coisa que também é dita na repotagem é que a margem de lucro das montadoras é 3 vezes maior no Brasil do que fora, e porcentagens são porcentagens no mundo inteiro! Agora vamos ao que o Hélio disse:"Vamos com calma, e aos meus amigos vendores aqui: aquele forte abraço e vamos continuar monitorando na 4R, Autoesporte, Carros e outros. União das forças é importante, vejam que a Dilmona reconheceu o erro no Latus." Concordo com a união faz a força. Vamos nos unir e não comprar carros (à não ser quem necessite, não quero pessoas andando com carros que tem 30 anos, mal cuidados e arriscando à vida). As montadoras estão até enganando os funcionários com esse negócio de crise e dizendo que a situação está mal. Nunca se vendeu tanto carro como agora no Brasil. E foi o governo que perdeu dinheiro e não as montadoras que vendem seu lixo por aqui e levam todo o dinheiro pra fora do país.
Rodrigo Leman (13/07/2009 @ 11:34)
Olá Daniel, muito boa esta notícia que você postou. Porém, o modelo de comparação mais adequado é o Europeu. Por que??? Porque na Europa, de um modo geral, as pessoas ganham mais, pagam menos pelos carros, os carros são mais modernos e tem mais lançamentos. É comum na Europa, ao passar pelo estacionamento dos funcionários de grandes empresas, constatar dezenas de Porsches e outros deste porte. Sei lá o cargo destas pessoas dentro das respectivas empresas, mas de qualquer modo aqui no Brasil NEM presidente (ou CEO) de empresa tem "bala" para comprar uma Ferrari, um Porsche zero-km etc. Aqui no Brasil somente empresarios, mega-artistas, jogadores-top e outras pessoas muito ricas compram. Lá na Europa, por exemplo, um Gerente qualquer, um Engenheiro, um Diretor qualquer, um Advogado, um Médico etc, podem comprar estes super carros, não precisa ser "podre de rico" pra isso, como é o caso deste País. Quanto à notícia, no Chile ou na Argentina, mesmo que os carros lá sejam mais baratos, o salário que eles ganham são proporcionalmente muito menores do que no Brasil, o custo de vida lá é bem mais barato.
Daniel (12/07/2009 @ 13:07)
Vejam este link e pensem sobre o preço dos carros que é absurdo as outras sacanagens que TODAS as montadoras fazem conosco, http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/Mercado_Conteudo.vxlpub?hnid=42512
Lerguino (12/07/2009 @ 12:59)
Agora que eu vi, mas que roda feia, pq o pessoal da Renault não mete a quelas 17 que tem na concessionaria para vender separado, no megane de uma vez, ia ficar muito mais SHOW, mas eu queria mesmo era um New Clio.
Eduardo (11/07/2009 @ 13:53)
Olá a todos, e me desculpem aqueles que são fãns do modelo, mas voltei da europa recentemente e o megane que ví por lá é realmente de virar o pescoço na rua, como disse antes, me desculpem, mas esse é uma bela duma velharia comparado com o que existe lá fora. Me pergunto pq a renaut não oferece esse modelo atualizado e em linha com o produto vendido na europa. O modelo de lá é realmente matador, a versão hatchback então é inacreditável. Abraço a todos
Herbert Moraes (11/07/2009 @ 11:23)
Galera, ontem foram fechados mais 25 pedidos de compra do Megane e em somente uma Concessionária, a da Lapa-SP. Detalhe: vai de encontro com a pesquisa já feita pela Renault, pois destes 26 clientes que compraram, 22 haviam feito Test-Drive no NewCivic e Corolla. Continuemas assim, e Megane detonando.
Jon (10/07/2009 @ 18:47)
No ano passado estava para trocar de carro e tinha 3 modelos em mente. O Corola foi descartado porque estava entrando o modelo novo e era bem mais caro. O Civic descartei porque era menos equipado na versão de entrada e caro. Então fiz o test drive com o Megane e comparei preço, equipamentos e custos. Cheguei a conclusão que o melhor neste quesitos era o Megane, pois é melhor equipado, menor preço, seguro mais barato e IPVA menor. Tenho o carro (Dynamique 2.0 automático)a um ano e estou muito satisfeito, pois moro em Curitiba e o câmbio automático proporciona muito conforto. Faço uma média de 8,0 - 8,3 Km/litro. Acho razoável para o trâsito de cidade grande. Acabei de fazer a revisão de 10.000 Km e pagei R$ 250,00 com geometria e balanceamento.
João Carlleto (10/07/2009 @ 17:48)
Segundo levantamento nacional das Concessionárias Renault, das pessoas que fizeram Test-Drive num Megane após terem feito em NewCivc e Corrolla, 98% compraram o Megane. Um grande exemplo foi esta semana na casa do meu Tio, que sempre teve Honda. Quando ele andou no meu Megane, ele nem quis admitir, mas percebi que gostou muito e fez pouco comentário. Hoje, minha tia me liga dizendo que ele deu o NewCivic 2007 dele numa loja Renault e saiu de Megane 2009 zerado. O pior, a filha dele de 12 anos achou que ele dentro do Megane não está mais com cara de Tiozão, a menina é um barato, é uma palhacinha. Portanto pessoal, um Megane é garantia de satisfação.
Henrique (10/07/2009 @ 16:12)
Era de se esperar que uma montadora pobre, faria mudanças pobres, ne um carro bom. Depois querem dar um salto nas vendas. As montadoras pensam que somos idiotas. 1- Aqui as montadoras lucram muito mais do que em outros países. E oferecem muito menos. 2- Observemos, o Renault Clio europeu, é simplesmente espetacular, porque ela não trouxe ele ao invés do Sandero, que é um carro esquisito sem harmonia nenhuma. Ou ainda não trouxe o Twingoo, que agora está mais bonito. É triste mas de fato as montadoras menosprezam o consumidor brasileiro.
Horácio (10/07/2009 @ 15:09)
Permitam-me fazer alguns comentários adicionais. Os motores Flex são interessantes para o consumidor? Sim. Mas infelizmente não se pode obter o máximo rendimento com eles já que devem atender, e tentar otimizar, os requisitos necessários para a queima de combustíveis diferentes. O ideal seria a padronização de uma gasolina com uma percentagem fixa e imutável de álcool anidro. Mas como a proporção de álcool na nossa gasolina varia em função de interesses políticos, e não técnicos, os fabricantes são obrigados a regularem seus motores para aceitarem variação absurda na proporção álcool/gasolina. Com isso o consumidor não pode comprar um veiculo com o motor “afinadinho” e com um rendimento ótimo. Isso sem falar na variação da qualidade da nossa gasolina. Pesquisem o porquê da Volks trazer seu Jetta com o motor sem injeção direta para o nosso país (Em outras palavras, somos obrigados a usar uma tecnologia ultrapassada contra a nossa vontade). Se o Civic ou Corola são muito melhores que o Megane, isso eu não posso afirmar pois não fui usuário dos primeiros, apenas do Megane 2.0 + 6 marchas. Mas durante a pesquisa para a aquisição do veiculo, cogitei e pesquisei para uma eventual compra esses modelos. Fiquei com o Megane pois na ocasião a relação Custo x Benefício foi a melhor (pelo menos no meu caso) para o Megane. Tive uma Scenic 1.6 por 7 anos e 120.000km, e a única dor de cabeça que tive, foi com a bomba de combustível devido a combustível contaminado ou falsificado e um coxim do motor (devo lembrá-los que aqui no Rio de janeiro a moda é instalar quebra molas sem sinalização adequada e uma buraqueira sem fim nas nossas vias). Já tive veículos de diversas marcas, e com todos sempre aconteceram pequenos ou grandes problemas. Afinal estamos falando de máquinas, que eventualmente quebram..., correto? Existe também o fator sorte e azar. Já tive um UNO que logo aos 50km vazou quase toda a água do radiador. Era apenas um bujão mal apertado que eu mesmo reapertei. Se eu fosse um consumidor distraído e/ou sem conhecimento de mecânica poderia ter até fundido o motor. Esse UNO rodou comigo 100.000km sem um único problema, mas com outra pessoa poderia ter sido um carro problemático desde 0 km. E ai? No meu caso, estou muito satisfeito (até agora) com a compra que fiz. Se eu gostaria de ter um Jetta “Full Loaded” no lugar do meu Megane? Se alguém quiser fazer a troca, ou me vender esse Jetta pelo preço de um Megane, eu topo na hora. Mas se eu tiver que pagar pelo carro, provavelmente vou ficar novamente com outro Megane 2.0. Que a Renault usa uma estratégia “engraçada” por aqui, isso eu concordo. Quase não temos anúncios na mídia, lançam modelos básicos funcionais e resistentes, mas sem graça e até mesmo feios para alguns. Se pelo menos também trouxessem os seus top line para servirem de propaganda... Um bom exemplo disso é a Linha Megane III presente na Europa. Enquanto sisso, vamos sonhar com o dia em que teremos por aqui lançamentos simultaneos com os grandes mercados...
Lerguino (10/07/2009 @ 02:30)
Desculpe mas me sinto no dever de informar a todos que expressam a opinião aqui, la no Atelier da fabrica em São José dos Pinhais, tinha uma Scenic Off road maravilhosa Azul que na época iria competir com a Dakota que a fabrica Burra não fabricou e o Clio 6cc Prata que só usavam para demonstração, ao invés de mostrar ao publico a capacidade técnica da Renault, e as Scenic diesel Turbo que pegava 200kmh num tapinha. eu posso dizer a Renault é Burra e subestima o poder de compra do brasileiro pq se tivesse trazido o New Clio, estava Vendendo que nem água, Esperei esse carro como nunca, hoje só me resta velo no you tube no Top Guear, gastaram um dinheirão com esse Sandero que parece um caixote gigante desengonçado.ao invez de fabricarem o Clio Aqui no Brasil. Façam um teste retiram a marca do capo e mostrem ao publico como titulo de pesquisa o New Clio seus Burros, e vejam se 100% não provam.
Lerguino (10/07/2009 @ 01:56)
Podem falar mal quanto quiser mas a Renault é a fabricante dos melhores carros acessíveis para o publico, podem falar o que quiser, que peças são caras que desvaloriza e tudo mais, primeiro é uma marca a principio nova no pais e uma montadora Brasileiríssima que investe aqui mesmo a Nissan também falo que o carro é super resistente, vi um Clio no ano 2000 virar o velocímetro e rodar mais 180000km continuando a fazer 19km com um litro na estrada com media de 100km/h de Curitiba a Blumenau ida e volta e até campina grande do Sul e só trocando o óleo, não estou brincando pois trabalhei de piloto de testes nessa época o carro é um absurdo de resistente e só destruíamos os coitados e não estragavam teve uma ocasião que compraram um fiesta e colocaram a prova junto com um Clio todos nas mesmas condições vcs não vão acreditar mas o Clio foi o único que agüentou, acredite se quiser, acho que as revistas não fazem estes testes e comparativos por ética pq esses resultados deveriam vir a tona para calar a boca de muito engenheiro por ai, hoje não trabalho mais nesta área e não estou nem ai para a mesma, mas tive provas mais do que suficientes que os carros da Renault são Excelentes, e mais, as peças são caras pq são difíceis de serem substituídas. É é só olharem o acabamento interno do Logam que por fora é feio que dói, e compare com o Acabamento do Voyage, o prolema das montadoras mais veteranas foi, que fizeram nome no Brasil, a hoje em dia vomitam qualquer coisa que o Brasileiro compra.
Scorpio (09/07/2009 @ 22:11)
Trabalho e conheço bem a RN, o produto é de fato muito bom mas a verdade´no mercado nacional é uma só, sedã tem de ser CIVIC ou COROLLA, o resto é resto, Grand Tour tb, pense no Tucson, quanto aos outros franceses a RN ainda dá de lavada pois os outros são muito, muito piores em td, modelos, qualidade, custo, pós-vendas nem se fala!
Juka (09/07/2009 @ 19:39)
Com o Mégane acontece algo parecido com o Focus da Ford: é um carro ótimo, com muitas qualidades mas que a empresa se esforça para diminui-lo, tanto em imagem como em vendas. Essa reestilização ficou muito interessante visualmente e para a nova geração que vai chegar ano que vem, tomara que a Renault aumente muito a tecnologia do carro e mude a idéia de produzi-lo na Argentina.
José (09/07/2009 @ 13:31)
O uso de álcool combustível só é economicamente viável para carros pequenos, leves e com motor até 1.6, pois senão torna-se uma ilusão: você gasta menos ao abastecer, mas tem que ir mais frequentemente ao posto. Só não vê quem não quer. Também serve se você é do tipo: "sou verde, vou salvar o mundo"... hehe
José (09/07/2009 @ 13:31)
O uso de álcool combustível só é economicamente viável para carros pequenos, leves e com motor até 1.6, pois senão torna-se uma ilusão: você gasta menos ao abastecer, mas tem que ir mais frequentemente ao posto. Só não vê quem não quer. Também serve se você é do tipo: "sou verde, vou salvar o mundo"... hehe
Helio (09/07/2009 @ 10:00)
Como vocês estão colegas, tudo "ok"??? Estamos monitorando o tópico, agora está excelente o nível, pois as críticas destritivas ficaram lá pra trás. Vamos escrever bem da marca e escrever construtivamente, o mesmo indico para tópicos de outras marcas. Cada um respeitando o seu pedaço. Quanto às vendas do Megane, poderia sim ser bem maior, mas infelizmente o povo se encantou demais com o NewCivic e Corolla. Por outro lado, quem fizer um test-drive num Megane, garanto a todos que não compra o honda e nem o toyota (como todo imenso respeito a eles, amigos não me levem a mal). O Megane é magnífico, e as vendas estão dentro da margem que a Renault esperava, está dentro do plano de produção, bem como a estrututa produtiva deste carro. O grupo de vendedores são muito experientes e já trabalharam em outras marcas. Ficando no patamar que está, ou subindo em torno de 18-25% já estará perfeito. Abraços meus amigos sensatos e comportados, vamos monitorar, não gostamos de críticas burras aqui...valeu!!!
Hermann (09/07/2009 @ 09:39)
Não tem o mínimo cabimento alguns internautas defenderem que o motor 2.0 da Renault continue não sendo flex. Argumentos de que motores bicombustível não têm bom desempenho nem com gasolina e nem com álcool são furadíssimos. Trata-se, no caso da Renault, de descaso mesmo com o mercado brasileiro. Os coitados que defendem essa idéia, logicamente, trabalham na fábrica ou em uma de suas concessionárias. Só assim para justificar um argumento tão estapafúrdio. E tem mais: a próxima geração do Mégane virá no ano que vem (2010) e será importada da Argentina. Adeus produção nacional. Este argentino eu não vou comprar nem por decreto.
Oliveira (09/07/2009 @ 09:21)
Acho o MEGANE um carro muito legal, e não entendo como vende tão pouco (só vende mais que o LÍNEA, campeão mundial de encalhe...). Pode não estar no mesmo nível do CIVIC e do COROLA (muito menos do JETTA, claro, que é de outro planeta), mas é muito mais interessante que o VECTRA (carro para a 3º idade). Acho que a RENAULT não soube vender esse carrão. É pena...
Antônio (09/07/2009 @ 08:25)
O Megane é um carro excelente e só não vende mais por culpa da própria Renault que nunca soube vender o carro. Acho que deveriam demitir toda a equipe de marketing da Renault no Brasil.
Alex (09/07/2009 @ 00:46)
FAla ai galera !!! Sou apaixonado pela Mégane GT e pelo sedan as mudanças ficaram legais . Porém , podiam ter dado o pequeno retoque que a Renault francesa fez neles na Europa Há mais ou menos 3 anos atrás. Os carros continuam show de bola . O fato do motor 2.0 16v não ser flex dificulta para ter mercado ,mas temos que refletir ,que o C4 Hatch e C4 Pallas junto com os irmãos 307 são PODEROSOS BEBERRÔES atualmente já que seus motores são flex . NEsse ponto vale a pena ser um pouco mais econômico mesmo que tenha que andar num carro só movido a gasolina.Também não podemos pedir que a Renault brasileira deixe o carro que nem o Europeu . A GT foi apresentada a menos de um més, o sedan, acho que ainda vão lançar . Os novos hatch e a Scenic são praticamente os únicos que já estão sendo realmente presentes no mercado europeu. DE fato ainda é muito cedo para virem ser feitos aqui ou na Argentina . O TAPA NO MÈGANE NACIONAL FOI BOM ...MAIS PODIA SER MAIS FORTE!!! valeu galera!!
Helio (08/07/2009 @ 22:12)
olá colega gente boa Marcelo, tudo bem??? Olha, a versão 100% nova do Megane só terá na Europa, não chegará ao Brasil antes de 2014. Talvez nem depois. Garanto isto, pois trabalho em uma Concessionária e tenho informações do que rola lá. O Modelo atual é muito bom, faz frente aos seus concorrentes, mas está muito mais na frente que o Vectra. Garanto que se você fizer um Test-Drive num Megane, ficará impressionado com tudo que o carro oferece, vai querer comprar um meu amigo. Abração a todos pessoal, muita saúde!!!
Marcelo (08/07/2009 @ 21:19)
A Renault só fez isso porque esta é a versão de despedida do Megane. A próxima geração não será fabricada no Paraná. Isto é uma estratégia de marketing muito semelhante ao que a GM fez com o Vectra, que também está já com a cova aberta. A verdade é que o Megane nunca vendeu bem no mercado brasileiro, e como o segmento de sedãs médios está aquecido, um brilho a mais pode ajudar a dar um ânimo nas vendas.
Helio (08/07/2009 @ 19:17)
Gostei pessoal, vamos continuar com as críticas legais e construtivas. Vamos lá galera, união de forças para conseguir vender. Abraços a todos vocês meus colegas de fórum, caras legais.
Everton (08/07/2009 @ 17:55)
Esse megâne é muito feio na versão sedã ele é melhorzinho na versão perua, e ca entre nés o carro que não é flex hoje em dia é desatualizado e é burrice da fábrica fazer um carro na atualidade e não ser flex caso tbém do Focus 2009/2010
Marcos (08/07/2009 @ 17:49)
Show de bola!!!
Archimino Siqueira mencher (08/07/2009 @ 13:58)
Ao internauta abaixo: Fernando (07/07/2009 @ 21:57) Ao invés de trocar cor de friso, moldura de espelho, etc. a Renault tem que providenciar URGENTE o motor 2.0 flex. Até o micado e horroroso 307 sedan já possui. Não adianta esperar a próxima geração importada da Argentina, tem que lançar já!!! NÃO concordo com o comentário, afinal acabo de comprar um MEGANE EXTREME 2.0 principalmente por ser monocombustível (gasolina no caso), pois quem entende sabe que motores flex consomem álcool e gasolina, mas em geral consomem mmuuuuiiittto de cada um dos dois combustíveis. Não é a toa que a tendencia do resto do mundo, para economizar combustível, não é adotar carros flex. Nada contra o carro a álcool, mas ficar antieconômico no consumo para salvar o próalcool não foi a melhor opção, exceto para a industria canavieira, para as montadoras que assim apresentam "novidades" na motorização, e para quem nada entende de consumo de motores ciclo otto.
Helio (08/07/2009 @ 12:45)
Conforme já havia escrito lá embaixo no tópico, acho que ao invés de criticarem destrutivamente, vamos fazer críticas leves, bem construtivas. Para todos os vendedores as coisas estão difíceis, e nós vendedoresa da Reanult não somos diferentes. O mundo vive momentos de instabilidade, o Michael morreu, a comoção e a emoção de vêr Honduras no caos que etá. Vamos com calma, e aos meus amigos vendores aqui: aquele forte abraço e vamos continuar monitorando na 4R, Autoesporte, Carros e outros. União das forças é importante, vejam que a Dilmona reconheceu o erro no Latus.
Jota (08/07/2009 @ 11:47)
Finalmente mudaram o fundo dos instrumentos. Agora dá pra enxergar de dia!!!! Tenho uma grand tour e ando sempre com as lanternas acesas já q não dá pra ler os instrumentos de dia (fundo preto + ponteiros vermelho escuro). Pelo jeito o cambio automático malucão continua lá....
Marcelo Pinheiro (08/07/2009 @ 10:41)
É brincadeira!!!!!!!!!!!! Não entendo essas montadoras, lá fora vemos sempre modelos novos estilizados. Quando se fala então de reestilização lá fora, vem um carro completamente diferente. Entendo que a crise ta braba mas os nossos consumidores brasileiros merecem um pouco mais de respeito né!!!!!!!
Lucas Ap' (08/07/2009 @ 10:12)
Mudou o que ?! me explica ! só se for as rodas e o acabamento interno.
Fernando Carvalho (08/07/2009 @ 08:31)
A meu ver a Renault deu um " biliscão " no Megane , quando o carro mereceria um " safanão " ..... ou seja : Com este design(principalmente a frente, na grade....) , não vai decolar . Quanto ao conjunto mecanico, penso que a proposta do carro é honesta, contudo , assim como entre Logan x Sandero(mesma plataforma e conjunto motor ) , falta arrumar algo em seu design.... Já para a versão SW , a montadora seguiu o caminho da Toyota e foi mais além , já que a Filder (corolla) saiu de linha e a da Renault é a única da categoria montada no país.
Thiago (08/07/2009 @ 07:44)
Sou fã do Mégane, que sempre o tive como um sonho de consumo, mas não posso deixar de expressar minha frustração ao ver que apenas colocaram uns cromados no carro para chamá-lo de novo ou 2010. Qto às críticas, entendo que elas são necessárias sim, não podemos nos furtar a fazê-las... Só metendo o pau e trabalhando que as coisas melhoram...
Homero (08/07/2009 @ 07:23)
Vai uma dica pro nosso amigo aí: Manda seu currículo pra uma concessionária Honda o mais rápido que puder!! A verdade dói, amigo...
Matchosk (08/07/2009 @ 00:32)
Concordo com o Miranda, esses "bananas" que so tiveram uno e gol.... e nunca fizeram questão de conhecer outros carros (nem leem a 4R), vem conversar fiado... Renault megane é um excelente carro custo-beneficio e o motor atende muito bem com a proposta.... Pelo que já li nas materias, de experiências de colegas que possuem e por ja ter dirigido (mesmo que por 10 km), o carro da de 10000000000 no vectra, polo, astra e essas tralheiras todas ai...
Miranda (07/07/2009 @ 23:53)
Ta ficando difícil ver esse site da quatro rodas, ta perdendo o nivel, qualquer um cidadão sem noção nehuma de carro vem aki e se acha o sabe tudo. quanto a notícia o Megane é um dos melhores carros de sua categoria, mesmo com um designer meio cansado ainda da show na maioria, agora querer meter o pau no Renault e no carro porque mudaram uma lanterna, deram uma cor nova é brincadeira né. porque seus inletrados nao vem aki meter o pau na Fiat pelo que ela fez com o Uno Palio, na GM pela grand emudança no Classic Celta e Prisma, sem falar na Linha vectra que mudou a grade e veio como nova geração, a VW que mudou o formato do caxote do Gol. porque nao falam da Ford que lançou o Fiesta Europeu a fica empurrando os brasileiros com a barriga. então pessoal nao venha aqui criticar Renaut por essa prática pois é uma pratica de todas as montadoras do Brasil.
Fernando (07/07/2009 @ 21:57)
Ao invés de trocar cor de friso, moldura de espelho, etc. a Renault tem que providenciar URGENTE o motor 2.0 flex. Até o micado e horroroso 307 sedan já possui. Não adianta esperar a próxima geração importada da Argentina, tem que lançar já!!!
Helio (07/07/2009 @ 21:57)
Continuando pessoal...desculpem o desabafo abaixo, mas não aguento estes caras que vem criticar, pois eu dou um duro danado, todos os dias trabalhando numa concessionária Renault, estou pagando para trabalhar pois está difícil vender, a minha comissão é pouca, os que entram nas lojas, ficam de pensar, não fazem negócio na hora etc. De repente, podem pesquisar sobre o carro que estão em dúvida e acabam vendo estes comentários depreciativos sobre o carro. Por favor, não critiquem a Renault, por favor, vamos fazer comentários somente construtivos e cada um acaba ajudando os outros, mesmo de outros fabricantes, mas todos de mãos dadas para sairmos da crise. Deixem os clientes escolherem por livre escolha, com avaliações técnicas de especialistas/revistas, sem que nós vendedores entre nas ofensas e nas mentiras para caluniar o concorrente, pois está difícil pra todos. E hoje ainda foi o enterro do Michael Jackson, o que simboliza o pacto da humanidade pela igualdade, sem discriminação e pelo futuro, um di emocionante...abraços a todos.
Helio (07/07/2009 @ 21:38)
Esses caras são muito medíocres, ficam falando, "o modelo brasileiro é defazado", "cade o megane e o clio europeu", "tem coisa errada aí". É só um bando de cara chelé que male mau tem dinheiro pra comprar um mille e ficam falando mau do modelo. Se o carro não te agrada, não compre, é simples assim. Não gosta, não comente e lembre-se que ninguém te perguntou nada. Se os modelos vendidos no brasil são defazados, suma. desapareça, desenfeta daqui, vá embora do país e se possivel ainda hoje. O pais só tem a ganhar sem idiotas iguais vocês.
Frederico (07/07/2009 @ 18:35)
Hoje, na avenida Sumaré em SP, eu vi uma chevrolet Caravan e logo a frente um Perua Megane. Sinceramente, os dois modelos parecem CARRO FUNERÁRIO, são tipicamente trombolhos. Não é a toa o que constatei sobre esta perua Renault: um carro cuja atual versão foi lançada em 2006 pra 2007, e já existem mais de 100 anúncios de venda na WebMotors, imaginem então se considerarmos outros websites de venda e as lojas físicas!!! A versão 1.6 que a Renault está desesperada para vender, zero-km, já pode ser adquiria por menos de 49 mil...ridículo!!! Um carro que foi lançado por quase 75 mil, agora sai por menos de 49 mil, tem coisa errada aí, este carro soa como uma Caravan. O pior: esta versão já saiu de linha, inclusive esta da foto, pois na Europa já saiu (ou 2° semestre 2010) a nova versão que não tem nada haver com esta aí. Quanto ao Megane Sedan, é muito melhor, mas muito melhor mesmo, do que o Vectra.
VINICIUS (07/07/2009 @ 17:52)
ACABEI DE COMPRAR UM, MÉGANE DYNAMIQUE E OS VENDEDORES NEM PRA AVISAR QUE A RENAULT FARIA UMA REESTILIZAÇÃO E AINDA COM OUTROS ACABAMENTOS.ESTOU MUITO FELIZ COM O CARRO MAS COM MEDO NA HORA DA REVENDA
Investidor (07/07/2009 @ 17:49)
NOOOOSSAAAAA QUE REESTILIZAÇÃO HEIN....¬¬' SEM COMENTÁRIOS PARA A RENAULT!! JÁ VIRAM COMO FICARÁ A PRÓXIMA GERAÇÃO DO MEGANE AQUI NO BRASIL? POIS É..NADA HAVER COM A EUROPÉIA...BEM VINDOS A DACIA!
Uruguay (07/07/2009 @ 16:19)
A Renault só está fazendo o que todas as montadoras que atuam no Brasil fazem: colocam um cromadinho na grade frontal e lançam o modelo do próximo ano. Ao menos um Mégane semi-novo tem custo benefício muito bom (na minha opinião).
Múcio (07/07/2009 @ 16:05)
Um carro tão bonito, deveria receber o tratamento que lhe apraz... Pois é: pagamos caro até demais pelos nossos carros e temos que se contentar com isso...
Sandro (07/07/2009 @ 14:29)
Gosto muito do megane !!! mas A RENAULT TÁ DE BRINCADEIRA os caras coloca um pintura diferente !!! e dizem que é modelo novo !!! as montadoras no Brasil vendem modelos atrasados !!! cada o Clio e Megane modelo europeu !!!!!
x (07/07/2009 @ 14:04)
Nossa! É um novo carro... ficou completamente diferente! hehehe
MARCELO (07/07/2009 @ 13:51)
UM CROMADINHO AQUI, IMITAÇÃOSINHA ALI... E NADA DE, PELO MENOS, O FACE LIFT JÁ REALIZADO NA EUROPA. O QUE DIRÁ DO NOVO MEGANE QUE ESTÁ POR SER LANÇADO. TÃO SEMPRE NOS EMPURANDO O LIXO(LEMBRAM DOS CONTAINERS?).
Arêas (07/07/2009 @ 13:09)
Eu adoro o Mégane, considero ele um excelente carro. Se tivesse condições, pegaria um Extreme 2.0 6 marchas e ficaria bem feliz.
Marcelo Soares (07/07/2009 @ 13:04)
Já saiu o ranking do acumulado do ano na Fenabrave,somados pessoas jurídicas e fisicas em automóveis e comerciais leves: Primeiríssimo lugar, onde já está acostumada, vem a FIAT com 23,64% em segundo lugar a poderosíssima NEW GM com 18,66% em terceiro os alemães bebuns da vw com 18,54% e para fechar com chave de ouro a inovadora FORD com 11,97%.Fica aí então a informação completa das principais montadoras do país.
» TOPO