publicidade

publicidade

Microcâmera para capacete

Gadgets têm alta resolução e portabilidade

10/04/2012 12:03 - Por Ismael Baubeta

Microcâmera Foto: Divulgação Microcâmera

Se a previsão de 15 minutos de fama para todos feita pelo artista plástico norte-americano Andy Warhol (1928-1987) ainda não se cumpriu, com o advento do YouTube pelo menos alguns segundos de audiência dá para garantir com certeza. E a evolução das câmeras de vídeo, cada vez menores, mais baratas e ainda assim com maior qualidade, tem contribuído bastante para os protagonistas - quase sempre também produtores e diretores - de produções caseiras sobre duas rodas. Antes uma exclusividade de estúdios profissionais, a captação de imagens em alta definição nunca foi tão democrática.

As microcâmeras de alta resolução (com 1 080 pixels por polegada quadrada) podem ser fixadas praticamente em qualquer lugar, do garfo ou painel da moto ao capacete do motociclista.

Por sua leveza e seu tamanho reduzidos, essas câmeras miniaturizadas têm possibilitado imagens atraentes - e tomadas a partir de ângulos absolutamente inusitados e surpreendentes.

O recurso é explorado há tempos nas Fórmula1 e Indy, além de Moto GP - já foram sinônimo de tecnologia sofisticada. Atualmente, aqui mesmo no Brasil, qualquer um pode comprar uma microcâmera pouco maior que uma caixinha de fósforos, cheia de acessórios.

A mais famosa é a GoPro Hero, geralmente acoplada a uma caixinha estanque retangular de acrílico que a lacra, tornando-a submergível e praticamente inquebrável. Você já deve ter visto uma delas fixada em capacetes ou motos em alguma estrada ou pista deste mundo afora. Não só os esportes motorizados adotam as microcâmeras, mas os praticantes de todas as modalidades de esportes de ação as adotam, tais como escaladores, skatistas, snowboarders, esquiadores, paraquedistas e por aí vai. A qualidade do resultado depende mais da edição final (cortes, sequências, música etc.) que da captação de imagens, geralmente contínua, farta e em resolução surpreendente.

Uso profissional

As emissoras de televisão também utilizam as microcâmeras pela facilidade de operação, leveza e versatilidade de instalação. A GoPro, que recentemente passou a ser representada no país em caráter oficial pela Brasil Racing (www.brasilracing.com.br), acaba de lançar a GoPro Hero2.

A nova versão, entre outras características técnicas, grava em cartão de memória tipo SD filmes em 120 frames por segundo, o que, de acordo com Michel Alexander, da Arte Filmes, gera ótima resolução em slow motion (câmera lenta). Ela também fotografa com 11 megapixels de resolução à velocidade de dez fotos por segundo, possibilitando fotografar com efeito quadro a quadro.

O kit vem com caixa estanque, que torna a microcâmera à prova d’água e resistente a choques, além de recursos de fixação que incluem ventosa, prolongador e diversas bases com fita adesiva de dupla face, nas quais se pode encaixar a câmera, permitindo obter os mais inusitados ângulos de captação de imagens. "Recorrendo à imaginação e à criatividade, cada um coloca a microcâmera onde percebe o melhor ângulo. Ainda é possível improvisar e montar traquitanas para sua ancoragem, no intuito de conseguir ângulos diferenciados", diz Michel. A versão atual permite que um visor de cristal líquido seja acoplado na parte de trás da câmera, recurso que pode facilitar a visualização do enquadramento das cenas que serão captadas.

A alimentação é por bateria de lítio, facilmente recarregável. O mesmo cabo USB que serve para baixar as imagens carrega a bateria por meio do computador. Basta plugar para visualizar os arquivos e baixá-los sem contratempos.

De qualquer modo, é bom ter em mente que só a câmera, seja qual for, não resolve: o segredo de um video interessante e agradável de ser assistido é a edição - e ela deve ser feita com software específico, por alguém que conheça os recursos do programa e tenha noção de cinematografia. Os softwares mais conhecidos são Final Cut, Adobe Premier e Sony Vegas, mas há outros.

O preço sugerido da Hero2 é de 1 199 reais, o usuário escolhe os acessórios conforme suas necessidades e seus objetivos, pois são vendidos separadamente.



As microcâmeras são usadas nos mais diversos esportes, como kitesurf, automobilismo e motocross freestyle.



Maior Rival



Outra micro bastante vista em produções é a Contour, de características parecidas com as da GoPro, apesar de formatos e suportes de fixação diferentes. A marca ainda não tem representante oficial no país. É encontrada em importadores independentes, mas neles raramente a garantia é igual. Há muitos videos produzidos com a Contour bombando na internet.