Guia de usados: Kia Cerato Koup

Dedicado a um público restrito, o cupê coreano é ideal para quem deseja estilo e equipamentos com baixo custo

Houve um tempo em que os cupês dominaram nosso mercado. Hoje as poucas alternativas para quem dispensa a praticidade das quatro portas costumam ser raras e caras, mas o charmoso Cerato Koup é uma exceção: já pode ser encontrado por menos de R$ 50.000.

Lançado em 2010, ele tornou-se até estrela de novela global. Derivado do sedã de segunda geração, o Koup compartilha só o entre-eixos e o capô: é 6 cm mais baixo graças ao novo perfil do teto. As linhas são assinadas por Peter Schreyer, criador do Audi TT. O para-choque dianteiro com tomada de ar central e os extratores de ar na traseira são exclusivos do cupê, que traz estofamento em couro preto, costuras em vermelho e pedaleiras de alumínio. Silencioso e com ótimo acabamento, o Koup é um cupê 2 +2 que não empolga ao volante: é impulsionado pelo velho 2.0 16V do Hyundai Tucson. Recalibrado para 156 cv, a potência é apenas aceitável para seus 1.232 kg. Seu 0 a 100 km/h de 10,9 segundos é prejudicado pelo câmbio automático sequencial de seis marchas (com borboletas no volante).

Porta-malas comporta só 357 litros

Porta-malas comporta só 357 litros (Marcos Camargo)

Ele não é lento como o Hyundai Veloster, mas não chega perto de rivais de câmbio manual como Civic Si e Punto T-Jet. O melhor é aproveitar o consumo relativamente baixo e desfilar sem pretensões: é um ótimo estradeiro, com suspensão firme, rodas aro 17 e pneu de perfil baixo (215/45).

Destaque para os itens de série: ar digital, chave inteligente com botão de partida, teto solar, computador de bordo, piloto automático, som (com controle no volante, MP3, USB e interface para iPod), freios a disco com ABS, quatro airbags e controles de estabilidade e tração. Para completar, um porta-malas de 357 litros.

O Koup deixou o mercado em 2013, com poucas queixas dos donos, como a baixa oferta de peças de lataria e acabamento, muitas vezes encontradas apenas em importadores independentes. Como sua garantia é de cinco anos, cuidado com exemplares que receberam modificações eletrônicas como reprogramação do chip ou módulos adicionais.

A voz do dono

Nome: Luciano Furlan

Idade: 36 anos

Profissão: empresário

Cidade: Piracicaba (SP)

O que eu adoro – “Ele conquista por dentro e por fora: muitos equipamentos de série, ótimo acabamento e um desenho bem esportivo. Motor e câmbio conseguem aliar desempenho satisfatório e baixo consumo.”

O que eu odeio – “O curso da suspensão é um pouco curto, provocando batidas secas em pisos irregulares. A desvalorização é alta e as peças de acabamento ou lataria exigem algumas semanas de espera.”

Onde o bicho pega

Cupê esportivo: estofamento em couro, costuras em vermelho e pedaleiras de alumínio

Cupê esportivo: estofamento em couro, costuras em vermelho e pedaleiras de alumínio (Marcos Camargo)

Direção

O cupê manifesta o mesmo problema do sedã: caixa de direção comprometida ou desgaste nas buchas da cremalheira, causados por lubrificante de especificação incorreta. A Kia costuma fazer o conserto em garantia.

Suspensão

Peça para que um profissional verifique o estado dos batentes dos amortecedores: a calibragem firme abrevia sua vida útil. Não são raros os casos de vazamento nos amortecedores.

Acabamento interno

Melhorou em relação ao sedã, mas ainda deixa a desejar pela rigidez dos plásticos. Porta-trecos, botões e difusores de ar podem se soltar ou ter trincas em carros expostos ao sol.

Câmbio automático

O mau contato do solenoide provoca falhas: verifique se a alavanca corre perfeitamente pelo canal, se todos os comandos funcionam e se não há trancos ou retenções de marcha.

Teto solar

Preste atenção a estalos e ruídos estranhos, que quase sempre indicam a presença de detritos nos trilhos ou lubrificação incorreta.

Rodas e pneus

Fique atento a bolhas nos pneus e solicite para que uma loja verifique se as rodas estão empenadas. Dependendo do estado do conjunto, peça um desconto

Nós dissemos

“Se não encantou nos números, este Koup se comportou bem. Os controles de estabilidade e tração são intrusivos: mal o carro começa a desgarrar nas curvas, eles tomam conta da situação. Aumentam a segurança, mas diminuem o prazer de uma direção esportiva. A direção elétrica não destoa: é calibrada para ser menos direta.”

Veja também

Preço médio dos usados (FIPE)

2011 2012 2013
Kia Cerato Koup R$ 56.611 R$ 54.231 R$ 55.952

Preço das peças

Original Paralelo
Para-choque (dianteiro) R$ 2.265 R$ 1.830
Farol (cada um) R$ 1.858 R$ 960
Retrovisor (cada um) R$ 2.117 R$ 800
Discos de freio (par) R$ 1.260 R$ 280
Pastilhas de freio (jogo) R$ 903 R$ 120
Amortecedores (os quatro) R$ 3.632 R$ 2.600

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s