breadcrumb

Hamilton vence em Monza; Massa cede pódio para Alonso

09.09.12 - Por Carlos Eduardo Garcia
O inglês Lewis Hamilton da McLaren venceu com amplo domínio o Grande Prêmio da Itália realizado neste domingo em Monza. Largando na pole position e perdendo posição apenas em sua parada nos boxes, o inglês só não liderou uma dobradinha da equipe pois seu companheiro Jenson Button abandonou com problemas mecânicos.

Na segunda posição, após bela corrida, chegou o mexicano Sergio Perez, que passou as duas Ferraris na parte final da prova e em terceiro ficou o espanhol Fernando Alonso que, após ordem da Ferrari, passou o brasileiro Felipe Massa, que não lhe impôs resistência e terminou em quarto, fora do pódio mais uma vez.

No campeonato, Alonso conquistou muita vantagem e agora sai de Monza com 37 pontos de vantagem para o novo vice-líder do mundial, que é o inglês Lewis Hamilton. Alonso chegou ao GP da Itália com 24 de vantagem para Sebastian Vettel, mas tanto o alemão quando seu companheiro de equipe Mark Webber, que era o terceiro, abandonaram a corrida. Com o quinto posto conquistado hoje, Kimi Raikkonen é o novo terceiro colocado, um atrás de Lewis.

O brasileiro Bruno Senna da Williams também conseguiu somar mais um ponto no campeonato ao terminar a corrida de hoje na décima posição. Bruno conseguiu a posição na última volta após ultrapassar o australiano Daniel Ricciardo da Toro Rosso.

A corrida

As estratégias de corrida hoje foram parecidas entre a maioria dos pilotos, sempre com duas paradas entre os líderes. Todos pararam apenas uma vez. A única diferença é que o mexicano Sergio Perez largou com pneus duros e permaneceu por mais tempo na pista na primeira janela dos pneus, conseguindo muita velocidade no final para passar os dois carros da Ferrari.

O brasileiro Felipe Massa esteve sempre entre os líderes, sendo que conquistou a segunda posição de Button na largada, perdendo apenas perto de sua parada nos boxes. Alonso também conquistou quatro posições na largada, subindo para sexto, e depois ainda passou Schumacher, Raikkonen e Vettel, subindo para terceiro. No lance com o alemão houve um lance polêmico, onde ele tentou passar Vettel por fora e escorregou, andando na terra, mas conseguindo voltar à disputa. A disputa rendeu um questionável Drive Trough para o piloto da Red Bull, que após cumprir caiu para décimo, para depois abandonar.

Quem também apareceu bem entre os dez foi o brasileiro Bruno Senna, que chegou a andar na quarta posição antes de sua parada mas não conseguiu segurar os líderes. Bruno e Perez partiram para estratégias parecidas, largando com pneus duros e terminando com macios. A diferença de ritmo o permitiu passar Ricciardo na última volta.

As paradas nos boxes aconteceram por volta do vigésimo giro da corrida, quando Perez chegou a liderar a prova. O mexicano parou na trigésima volta, quando já havia sido ultrapassado por Hamilton na pista, mas ele voltou com pneus macios para passar Alonso e Massa e garantir pela segunda vez na temporada o segundo posto em uma corrida, o que já havia acontecido na Malásia.

Na volta 37, quando o alemão Sebastian Vettel já havia sido punido com um Drive Trough, Fernando Alonso tinha de passar Felipe massa para conseguir mais alguns pontos na batalha pelo campeonato mundial. Com isso, a Ferrari logo tratou de passar a mensagem para o brasileiro, passando a mensagem que era “preciso cuidar dos pneus e Fernando está logo atrás”. Não demorou muito e o brasileiro diminuiu seu ritmo e abriu para o espanhol no final da reta dos boxes.

O final da prova mostrou apenas um Sergio Perez mais rápido que Hamilton mas sem tempo para ultrapassagens e também o abandono dos outrora segundo e terceiro colocados no campeonato, Sebastian Vettel na volta 48 e Mark Webber na volta 52. Hamilton venceu com tranquilidade pela 21ª vez na carreira e reassumiu o segundo lugar no campeonato.

Alonso garante a primeira posição com 179 pontos contra 142 de Hamilton e 141 de Raikkonen. Entre os construtores a Red Bull segue líder com 272 pontos, seguida pela McLaren com 243 e agora pela Ferrari com 226. A próxima etapa do mundial é dia 23 de setembro em Cingapura, com a corrida noturna que será a 14ª do ano.

GP da Itália - Resultado final

Comentários

paulo - 14.09.12 @ 09:44

eu nao perco mas meu tempo para assistir formula 1 para ver resultado manipulado pela ferrari. o Massa ja é dificil ter uma boa corrida quando esta no seu dia de euforia na frente do alonso a ferrari manda uma ordem pra deixar o alonso passar, ainda lembro daquele episodio com rubens barrichelo é triste acontecer ainda isso no esporte se pode ser chamado assim.

james stuart - 12.09.12 @ 18:05

Faltam só 2 dias para terminar a promoção do Banco Santander que dá uma viagem para ver o GP dos EUA. Tá valendo foto ou vídeo! Eu já participei, votem em mim!!!! http://www.youtube.com/formulasantander E boa sorte para quem participar :-)))

Marcius Lage - 09.09.12 @ 23:14

Como sempre a Ferrari manipulando a corrida e ainda se orgulha do resultado... Ensinaria esse comportamento aos seus filhos? Teria orgulho de um pai ou mãe que fizesse isso? Mensagem velada para economizar pneu novo só para um piloto!!! E as outras equipes não fazem nada nem dão a resposta na pista... O maior patrocinador da equipe tem seu maior lucro aqui... Mas é de lá... De um lugar que não nos querem... Mas que são bem tratados aqui desde que enviaram seus parentes aos milhares... Na minha cidade cerca de 400 mil aportaram e foram bem recebidos... A última reunião da FIA e da F1 só teve a presença de um construtor... Vergonha de teatro que já foi bom esporte...

George - 09.09.12 @ 22:18

Se têm um esporte que da nojo hoje em dia é a Formula 1.O que acontece na pista não têm valor nenhum.Os pilotos verdadeiros ficam nos boxes.Eles não estão nem ai para que está assistindo.Eu queria saber como os anumciantes colocam suas marcas num golpe como esse.Não dá para entender porque o Briattore saiu se toda corrida eles enganam todo mundo.Um atleta pego no doping ele é banido e essa enganação ninguem faz nada.

marco lima - 09.09.12 @ 18:53

Mais uma vez a FERRARI mela a bela corrida que Massa vinha fazendo. Mesmo usando expressões como "é preciso cuidar dos pneus e Alonso está mais rápido", fica claro que houve ordem para inversão das oposições, beneficiando o espanhol, em detrimento do brasileiro...
Publicidade
Fotos
Notícias
    Publicidade